Portal Café Brasil
#EnquantoIsso
#EnquantoIsso
Isca intelectual de Luciano Pires sobre celebrar ...

Ver mais

O desengajamento moral
O desengajamento moral
Isca intelectual de Luciano Pires sobre o ...

Ver mais

O ridículo
O ridículo
Isca intelectual de Luciano Pires pra incomodar: será ...

Ver mais

Quando um não quer.
Quando um não quer.
Isca intelectual de Luciano Pires com um exemplo de ...

Ver mais

550 – Carnaval revisitado
550 – Carnaval revisitado
Podcast Café Brasil 550 - Carnaval Revisitado. Mais um ...

Ver mais

549 – Os quatro compromissos
549 – Os quatro compromissos
Podcast Café Brasil 549 - Os quatro compromissos. Cara, ...

Ver mais

548 – O efeito borboleta
548 – O efeito borboleta
Podcast Café Brasil 548 - O efeito borboleta. Você já ...

Ver mais

547 – Sobre desigualdade
547 – Sobre desigualdade
Podcast Café Brasil 547 - Sobre desigualdade. O tema da ...

Ver mais

LíderCast 056 – Paula Miraglia
LíderCast 056 – Paula Miraglia
LiderCast 056 - Hoje conversaremos com Paula Miraglia, ...

Ver mais

LíderCast 055 – Julia e Karine
LíderCast 055 – Julia e Karine
LiderCast 055 - Hoje vamos conversar com duas jovens ...

Ver mais

LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LiderCast 054 - Hoje vamos falar com o empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LiderCast 053 - Hoje vamos entrevistar Adalberto ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Como não saber pela imprensa o que acontece na política
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garschagen, afirmando que basta que um político não seja a expressão daquele ideal de mundo acalentado por certos jornalistas para que eles abram mão do compromisso de ...

Ver mais

A arte de empreender
Tom Coelho
Sete Vidas
“É melhor aproximadamente agora do que exatamente nunca. Quem espera permanentemente pelo melhor momento jamais vai empreender.” (Aleksandar Mandic)   O Brasil é o 7º colocado mundial entre ...

Ver mais

Kenneth Arrow
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Kenneth Arrow   1921 – 2017 “Kenneth Arrow foi o mais importante economista teórico do século XX.” Paul Samuelson Kenneth Arrow nasceu em Nova York, EUA, em 1921. Estudou sempre em sua ...

Ver mais

Desafiando a Zona de Conforto
Mauro Segura
Transformação
Como podemos superar os nossos receios de tomar riscos? Como podemos mudar o curso da nossa história? A decisão de mudar é meramente individual. Aqui Mauro Segura conta algumas histórias e dá ...

Ver mais

Rafinha Bastos

Rafinha Bastos

Luciano Pires -

Rafael Bastos Hocsman, mais conhecido como Rafinha Bastos, (Porto Alegre, 5 de dezembro de 1976) é um humorista, apresentador de televisão, ator e repórter brasileiro.

Rafinha Bastos nasceu em família de origem judaica, formou-se como jornalista pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Começou a sua carreira na televisão trabalhando nas emissoras Rede Manchete (entre 1997 e 1999), TVE Brasil (de 1999 à 2001) e RBS TV (entre 2001 e 2006). Atualmente trabalha da Rede Bandeirantes de Televisão.

Após a conclusão do seu curso superior, ele viajou para os Estados Unidos com planos de investir em uma outra carreira: a de jogador de basquete, devido a sua altura 2,00 M, esporte que praticou profissionalmente até os vinte e cinco anos. Em 1999, Rafinha competiu na Liga Universitária Norte-Americana (NCAA) pela Universidade de Nebraska-Lincoln, onde teve seu primeiro contato com a Stand-up Comedy, o chamado “humor de cara-limpa”.

Morando fora do Brasil, resolveu criar uma página na Internet para estabelecer comunicação com seus amigos brasileiros e fazer humor. O site cresceu e acabou transformando-se na Página do Rafinha, sendo posteriormente incorporado ao conteúdo humorístico do Portal Terra. Ele já satirizou artistas como Kelly Key, Sandy e Junior, Britney Spears e até grupos clássicos dos anos 70/80 como Village People e ABBA. As produções têm edição, direção e interpretação de Rafinha.

Em 2002 Rafinha se mudou para São Paulo, onde passou a apresentar programas online e na TV aberta para o público jovem. Em 2004 atuou no mercado publicitário, participando de campanhas para marcas como Club Social, Volkswagen, Vivo, Nova Schin, entre outras. A entrada neste novo mercado marcou também a sua estreia nos palcos.

Em 2004, ele entrou em cartaz, ao lado de Marcelo Mansfield e Marcela Leal, com o show de stand-up comedy “Mondo Canne”. Em 2005, juntamente com Márcio Ribeiro e Henrique Pantarotto, inaugurou o Clube da Comédia Stand Up, show de humor de São Paulo.

Em 2007 Rafinha Bastos passou a apresentar um programa de humor erótico chamado Privê 89, ao lado da radialista Dani Taranha, na rádio 89 FM de São Paulo.

Rafinha também atuou na série de televisão Mothern, exibida pelo canal GNT. Também já participou do espetáculo de humor “Improvável”, além de ter feito uma participação especial na série Descolados da MTV como ator.

É torcedor fanático do Sport Club Internacional, tendo sido escolhido como mais um cônsul cultural do clube durante partida final do Campeonato Brasileiro de 2009.

Atualmente, é um dos apresentadores do programa CQC da Band e, desde maio de 2010, Rafinha Bastos integra o programa A Liga, exibido pela mesma emissora.

Em 2010, ao lado de seu colega de comédia Danilo Gentili e o produtor Italo Gusso, abriu na Rua Augusta, em São Paulo, o primeiro comedy club do Brasil, chamado de Comedians Club. O local tem como molde as tradicionais casas americanas do gênero.

Em 24 de março de 2011 foi eleito pelo jornal americano New York Times a personalidade mais influente do Twitter.

Em entrevista à revista Rolling Stone do mês de maio de 2011, Rafinha Bastos causou polêmica ao confirmar que em seu show faz piadas de humor negro, dando por exemplo esta: “mulheres feias deveriam agradecer caso fossem estupradas, afinal os estupradores estavam lhes fazendo um favor, uma caridade”.

A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) do governo federal brasileiro emitiu uma nota, repudiando as piadas do apresentador e gerando o ofício nº 926/2011 no Ministério Público Federal, entendendo que tais declarações fazem apologia ao crime de estupro.

http://www.rafinhabastos.com.br/


Rafinha Bastos

[youtube]vdMD2jCdWP4[/youtube]
[youtube]nXNY8r93NT8[/youtube]
[youtube]cTlV9OpvMQ0[/youtube]