Portal Café Brasil
Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

É tudo soda
É tudo soda
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

A selhófrica da pleita
A selhófrica da pleita
Isca intelectual de Luciano Pires tratando do nonsense ...

Ver mais

579 – A arte de falar merda
579 – A arte de falar merda
Tenha um filtro, meu caro, minha cara. Para o bem do ...

Ver mais

578 – O Círculo de ouro
578 – O Círculo de ouro
Você já parou para pensar que talvez ninguém faça ...

Ver mais

577 – Dois pra lá, dois pra cá
577 – Dois pra lá, dois pra cá
Existe uma divisão política, social e cultural no ...

Ver mais

576 – Gratitude
576 – Gratitude
Gratitude vem do inglês e francês e significa que ...

Ver mais

LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 Lucia Helena Galvão Maya
LíderCast 081 – Lúcia Helena Galvão Maya é diretora da ...

Ver mais

LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 Tito Gusmão
LíderCast 080 – Tito Gusmão – Tito Gusmão é um jovem ...

Ver mais

LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 Marcio Appel
LíderCast 079 –Marcio Appel executivo à frente da ...

Ver mais

LíderCast 078 Leo Lopes
LíderCast 078 Leo Lopes
LíderCast 078 – Leo Lopes – Leo Lopes é uma referência ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Os jacobinos da “nova direita”
Bruno Garschagen
Ciência Política
Quando os antissocialistas mimetizam a mentalidade e a ação política do inimigo, tornam-se o espelho da perfídia.

Ver mais

A hora e a vez da criatividade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A hora e a vez da criatividade  Por que não no Brasil? “Eu olho para as coisas como elas sempre foram e pergunto: Por quê? Eu olho para as coisas como elas poderão vir a ser e pergunto: Por que ...

Ver mais

Cala a boca, Magdo!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Quem não se lembra do “Cala a boca, Magda”, repetido por Caco Antibes no Sai de Baixo? Magda, sua esposa, era de uma estupidez oceânica, e o bordão era gritado a cada asneira dita pela bela ...

Ver mais

Síndrome de Deus
Tom Coelho
Sete Vidas
“Existe uma força vital curativa com a qual o médico tem de contar. Afinal, não é o médico quem cura doenças: ele deve ser o seu intérprete.” (Hipócrates)   Dediquei-me nas últimas semanas ...

Ver mais

Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
Cafezinho 5 – Pimenta Azteca
O nome disso é livre mercado, goste você de Pimenta ...

Ver mais

Cafezinho 4 – A intolerância
Cafezinho 4 – A intolerância
Uma organização conhecida por investir em cultura ...

Ver mais

Cafezinho 3 – A inércia
Cafezinho 3 – A inércia
Issac Newton escreveu que “um objeto que está em ...

Ver mais

Cafezinho 2 – O bobageiro
Cafezinho 2 – O bobageiro
Quando se trata de falar bobagem, pesquisas já ...

Ver mais

Nana Caymmi

Nana Caymmi

Luciano Pires -

Filha de Dorival Caymmi e Stella Maris, irmã de Danilo e Dori Caymmi, cresceu numa das famílias mais musicais do Brasil. Começou a cantar ainda muito jovem, adotando desde cedo uma técnica particular para valorizar seu timbre grave. Em 1961 fez uma participação cantando “Acalanto”, do pai, e logo em seguida mudou-se com o marido para a Venezuela, passando alguns anos afastada do meio artístico.

De volta ao Brasil, lançou seu primeiro disco, “Nana”, pelo selo Elenco do produtor Aloysio de Oliveira, e participou do I Festival Internacional da Canção, obtendo o primeiro lugar em 1966 com “Saveiros” (Dori Caymmi/ Nelson Motta). No exterior, trabalhou com Sarah Vaughan e Sergio Mendes. Nos anos 70 e 80 gravou discos solo, como “Chora Brasileira” (1985) e em parceira com outros músicos, como “Voz e Suor” (1983), ao lado de César Camargo Mariano.

Uma das intérpretes mais expressivas e requisitadas na música brasileira, festejada pela sofisticação de suas interpretações, teve músicas compostas especialmente para ela. Nos anos 90 chegou à lista dos mais vendidos, dedicando-se ao repertório de músicas românticas e boleros, sendo “A Noite do Meu Bem” (1994) e “Resposta ao Tempo” (1998) dois de seus discos mais vendidos. A faixa “Resposta ao Tempo” (Cristóvão Bastos/ Aldir Blanc) foi incluída com êxito na minissérie “Hilda Furacão”, da TV Globo. Produzido por José Milton, Nana Caymmi lança “Desejo”, seu álbum de estréia na gravadora Universal.

Em 2003, lança “Duetos”, um álbum que traz uma seleção de canções, em parceria com nomes consagrados da MPB. Como: Emílio Santiago (“Doralinda”), Herbert Vianna (“Hoje Canções”), Agnaldo Timóteo (“Canção de Ninar Neném”) e Beth Carvalho (“As Rosas Não Falam”), entre outros parceiros. Depois de “Duetos”, Nana dá uma pausa para projetos com a família Caymmi.

Em 2004, junto aos irmãos Danilo e Dori, lança “Para Caymmi, de Nana, Dori e Danilo: 90 anos”, em comemoração aos 90 anos de seu pai, Dorival Caymmi. Neste mesmo ano, o CD dá origem a um DVD homônimo. Em “Até Pensei…”, de 2005, a cantora traz seus grandes sucessos com um repertório de músicas românticas e boleros. O álbum apresenta 14 canções, sendo que uma delas, a faixa-título “Até pensei” integra a trilha sonora da novela “América”.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nana_Caymmi


Nana Caymmi

[youtube]KAggTJzUhVE[/youtube]
[youtube]NRBXYBADWqg[/youtube]
[youtube]-oxQpCJbbQQ[/youtube]
[youtube]PIHQpqTR07c[/youtube]