Portal Café Brasil
Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

670 – A nova Previdência
670 – A nova Previdência
No dia 12 de Junho fomos à Brasília e, no Ministério da ...

Ver mais

669 – Fora da Caixa 2
669 – Fora da Caixa 2
Você não precisa inventar a lâmpada para ser original. ...

Ver mais

668 – Fora da caixa
668 – Fora da caixa
Não é fácil hoje em dia ter uma ideia original, ...

Ver mais

667 – Ajuda, por favor
667 – Ajuda, por favor
Toda mudança implica em incomodação. Se não incomoda, ...

Ver mais

LíderCast 157 – Marcel Van Hattem
LíderCast 157 – Marcel Van Hattem
Marcel Van Hattem é um jovem Deputado Federal pelo ...

Ver mais

LíderCast 156 – Karina Oliani e Carlos Morey
LíderCast 156 – Karina Oliani e Carlos Morey
Aproveitando que o Everest está sendo discutido na ...

Ver mais

LíderCast Temporada 12
LíderCast Temporada 12
Vem aí a Temporada 12 do LíderCast, que será lançada na ...

Ver mais

LíderCast 155 – Emilio Dantas Costa
LíderCast 155 – Emilio Dantas Costa
Servidor público de carreira, que a partir das ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – AMBIGUIDADE DA LINGUAGEM (parte 10)
Alexandre Gomes
Já que uma PALAVRA é um SÍMBOLO, um SIGNO ARBITRÁRIO ao qual é imposto um significado por convenção, é natural que esteja sujeita (a palavra) à AMBIGUIDADE. E isso pode surgir de alguns pontos: ...

Ver mais

O salário do professor brasileiro é um dos mais baixos do mundo
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Matéria de ontem no jornal O Globo nos lembra um fato que é amplamente reconhecido: os professores brasileiros estão entre os que recebem os menores salários no mundo inteiro. Em relação aos ...

Ver mais

As cigarras, as formigas e o tal do viés ideológico
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA.

Ver mais

Komsomol brasileiro
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Um dos métodos mais eficazes para garantir a lavagem cerebral nos jovens de tenra idade (muitas vezes órfãos, vítimas da guerra ou dos pavorosos assassinatos em massa ordenados por Stalin) na ...

Ver mais

Cafezinho 188 – O coeficiente de trouxidão
Cafezinho 188 – O coeficiente de trouxidão
É seu coeficiente de trouxidão, com a suspensão ...

Ver mais

Cafezinho 187 – Quem merece seu tempo de vida
Cafezinho 187 – Quem merece seu tempo de vida
Meu tempo de vida está sendo enriquecido ou só desperdiçado?

Ver mais

Cafezinho 186 – A disciplina intelectual
Cafezinho 186 – A disciplina intelectual
Na definição dos dicionários, disciplina é o conjunto ...

Ver mais

Cafezinho 185 – O princípio Eisenhower
Cafezinho 185 – O princípio Eisenhower
Dê uma olhada nas pautas em discussão nas mídias. Veja ...

Ver mais

Johann Paul Richter

Johann Paul Richter

Luciano Pires -

alt
Johann Paul Richter

Jean Paul (21 de Março de 1763 – 14 de Novembro de 1825), pseudônimo de Johann Paul Friedrich Richter, foi um escritor romântico alemão muito admirado na sua época. A modificação que fez no seu nome deveu-se à admiração que sentia por Jean-Jacques Rousseau.

O pai de Jean Paul foi maestro e organista em Wunsiedel. Em 1765 converteu-se em pastor em Joditz; em 1776 conseguiu um posto melhor em Schwarzenbach an der Saale. A atmosfera protestante em casa do pai de Jean Paul marcou a sua infância.

Começou a familiarizar-se com as ideias do Iluminismo através de um proeminente maestro e do pároco Erhard Friedrich Vogel, proveniente da localidade vizinha de Rehau, mais que através do seu pai conservador.

Apartado dos centros político-literários da sua época, Jean Paul formou-se de modo autodidata, e com 15 anos tinha um amplo conhecimento sobre livros que recolhia em cadernos monográficos.

Em 1779 Jean Paul mudou para o ginásio de Hof, onde conheceu o seu amigo Johann Bernhard Hermann, que seria o arquétipo de muitas personagens das suas novelas, como por exemplo “Leibgeber” em Siebenkäs. Poucos meses depois morreu o seu pai, o que despoletou na família uma grave crise econômica.

Jean Paul ganhou um lugar especial na literatura alemã e dividiu sempre os leitores. Para alguns é merecedor de uma veneração suprema; para outros, desinteressse e reprovação.

A tendência romântica de fazer desaparecer a forma na novela foi levada ao extremo por ele; August Wilhelm Schlegel qualificou as suas obras de “solilóquios”, nos quais permitia aos leitores tomar parte, uma espécie de intensificação daquilo que Laurence Sterne começou com o seu Tristram Shandy.

Jean Paul usou constantemente um sem-fim de ocorrências humorísticas e grotescas. A sua obra caracteriza-se pelas metáforas audazes e tramas digressivas e até certo ponto labirínticas. Nelas, Jean Paul misturou reflexões com comentários sobre o “que fazer” literário; a sátira amarga aparece repentina junto da ironia engenhosa e o humor suave; junto ao sóbrio realismo encontra idílios esclarecedores, interrompidos usualmente de forma irónica; a sua obra também contém crítica social e posturas políticas.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Jean_Paul

http://www.infopedia.pt/$johann-paul-richter