Portal Café Brasil
1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

661 – A teoria do valor subjetivo
661 – A teoria do valor subjetivo
O mercado é o resultado da interação entre milhões de ...

Ver mais

660 – Na esquina da sua casa
660 – Na esquina da sua casa
Não espere que o Estado se preocupe com o indivíduo. O ...

Ver mais

659 – Empreendedorismo no Palco
659 – Empreendedorismo no Palco
Muitos anos atrás, acho que uns 20, fui convidado para ...

Ver mais

658 – Chá com a gente
658 – Chá com a gente
Este programa reproduz a edição especial do Podcast Chá ...

Ver mais

LíderCast 149 – Ronaldo Tenório
LíderCast 149 – Ronaldo Tenório
Empreendedor, que vem lá do nordeste para mudar a vida ...

Ver mais

LíderCast 148 – Bruno Busquet
LíderCast 148 – Bruno Busquet
CEO da Tupiniq,In Inside Out Agency e president do ...

Ver mais

LíderCast 147 – Sherlock Gomes
LíderCast 147 – Sherlock Gomes
Músico, um guitarrista e baixista excepcional cuja ...

Ver mais

LíderCast 146 – Cândido Pessoa
LíderCast 146 – Cândido Pessoa
Um intelectual, professor no Paradigma centro de ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

TRIVIUM: CAP.2 – AS DEZ CATEGORIAS DO SER (parte 6)
Alexandre Gomes
Eu tenho que ser sincero com você guria (ou velhinho…) esta parte do segundo capítulo será bem chata, pois iremos tratar de algo realmente formal e de certa forma, burocrático: as Dez ...

Ver mais

Que falta faz Roberto Campos!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Que falta faz Roberto Campos!  Homenagem em três livros “O bem que o Estado pode fazer é limitado; o mal, infinito. O que ele nos pode dar é sempre menos do que nos pode tirar.” Roberto Campos ...

Ver mais

O copo, a água e o STF
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157256876268631 RESUMO DAS LIVES ANTERIORES: https://www.youtube.com/playlist?list=PL7XjPl0uOsj8TxfUISqzcl4YrxYBC0vOw

Ver mais

O Rock, Bruce Springsteen e uma lição sobre liderança!
Jeison Arenhart De Bastiani
Outro dia assisti boquiaberto algo que não sei muito bem como descrever, mas posso afirmar que foi incrível e vou contar para você como um músico (que confesso não acompanhar muito) me deu uma ...

Ver mais

Cafezinho 170 – Os monstros da negatividade II
Cafezinho 170 – Os monstros da negatividade II
Os monstros da negatividade são incapazes de ver ...

Ver mais

Cafezinho 169 – O silêncio das pedras
Cafezinho 169 – O silêncio das pedras
Há silêncios e silêncios. Há o silêncio das pedras. Há ...

Ver mais

Cafezinho 168 – O que nos define
Cafezinho 168 – O que nos define
O que nos define são os adversários que vencemos.

Ver mais

Cafezinho 167 – Monstros da negatividade
Cafezinho 167 – Monstros da negatividade
“O otimista é o pessimista bem informado”, lembra ...

Ver mais

Franklin da Flauta

Franklin da Flauta

Luciano Pires -

Toca flauta em dó, flauta em sol, flauta baixo e piccolo.

Autodidata, iniciou-se na flauta aos 14 anos, incentivado por Lenir Siqueira, buscando, em suas próprias palavras, “uma sonoridade lisa, sem vibrato, inspirada no som de Bebeto do Tamba Trio, característica também do cool jazz de Frank Wess e Herbie Mann”.

Estilisticamente, seu fraseado reflete o aprendizado informal em sessões de gravação com Altamiro Carrilho, Copinha, Jorge Ferreira da Silva (Jorginho) e a influência estrutural do flautista Eric Dolphy. Aos 15 anos de idade, começou a freqüentar o Clube de Jazz e Bossa, organizado por Jorginho Guinle, Sylvio Túlio Cardoso e Ricardo Cravo Albin.Nessa época formou, com Luiz Cláudio Ramos e outros, os conjuntos Rio 5 e Eco 5, apresentando-se em festas e em clubes.

Em 1968, entrou para a Faculdade de Engenharia Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro, abandonando o curso para dedicar-se exclusivamente à música. Fotógrafo, registrou com sua câmera, para capas de discos e divulgação, vários artistas nas décadas de 60 e 70. Atua, também, como tradutor para a língua portuguesa, de textos escritos em inglês, francês e espanhol.

Iniciou sua carreira profissional em 1967, acompanhando Roberto Carlos em sua primeira interpretação de um samba, “Maria, carnaval e cinzas” (Luís Carlos Paraná), música classificada em 5º lugar no III Festival de Música Popular Brasileira, realizado no Teatro Paramount (SP).

Participou de shows e gravações de vários artistas, como Sérgio Ricardo (1972), Toquinho, Vinicius e Marília Medalha (1972), Toquinho, Vinicius e Clara Nunes, no espetáculo e disco “Poeta, moça e violão” (1973), Toquinho, Vinicius e Clara Nunes, no evento “Phono 73” (SP), Toquinho e Paulinho Nogueira (1974), Toquinho, Vinicius e Maria Creuza (turnê no exterior -1974), Alaíde Costa (1974), Clara Nunes em apresentação no Midem (1974), Chico e Bethânia, em temporada de cinco meses no Canecão (RJ, 1975), Tom Jobim, Elis Regina, Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Wanderléa, Jorge Ben, Márcia, Francis Hime, Petula Clark, Gal Costa, Chico Buarque, Quarteto em Cy, Antonio Adolfo, Miúcha e Simone Guimarães, entre outros.

Atuou, também, na gravação de jingles para campanhas publicitárias e em trilhas sonoras de cinema e teatro, como o musical “Pippin”, com Marília Pêra e Marco Nanini (1974).

Em 1977, compôs e executou a trilha sonora da peça infantil “Princesa do mar sem fim”, de Benjamim Santos, encenada no Museu de Arte Moderna (RJ).

Sua música “Santo Amaro” (c/ Luiz Cláudio Ramos e Aldir Blanc) foi gravada por Miúcha, Quarteto em Cy, Dobrando a Esquina e pelos próprios autores.

Como arranjador, atua com Geraldo Azevedo, Os Flautistas da Pró-Arte, conjunto Dobrando a Esquina, entre outros.

Além de dar aulas particulares, lecionou no Centro Musical Antonio Adolfo e no Centro Calouste Gulbenkian.

Mantém, desde 1982, uma oficina de conserto de flautas, clarinetas e saxofones, prestando serviço a inúmeros profissionais das áreas erudita e popular. Para ele, o maestro Tom Jobim cunhou a expressão “fluthier”, parafraseando, para o campo da flauta, a expressão “luthier” (reparador de instrumentos de corda).

É um dos integrantes do Quinteto Pixinguinha e do conjunto Choro na Feira.

http://musicosdobrasil.com.br/franklin-da-flauta


Franklin da Flauta

[youtube]1K1GVciZCVQ[/youtube]