Portal Café Brasil
A fábrica de conteúdo
A fábrica de conteúdo
A Confraria Café Brasil dá um passo adiante e começa a ...

Ver mais

Um jeito de ver o mundo
Um jeito de ver o mundo
Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta explicar o ...

Ver mais

LíderCast 5
LíderCast 5
Acabamos de lançar a Temporada 5 do podcast LíderCast, ...

Ver mais

O padrão
O padrão
Isca intelectual de Luciano Pires demonstrando que ...

Ver mais

553 – Exponential Talks
553 – Exponential Talks
Podcast Café Brasil 553 - Exponential Talks - Luciano ...

Ver mais

552 – LíderCast 5
552 – LíderCast 5
Podcast Café Brasil 552 - LíderCast 5 . Este programa ...

Ver mais

999 – Hotel Califórnia
999 – Hotel Califórnia
Podcast Café Brasil - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

551 – Todo mundo é deficiente
551 – Todo mundo é deficiente
Podcast Café Brasil 551 - Todo mundo é deficiente. ...

Ver mais

LíderCast 060 – Raiam Santos
LíderCast 060 – Raiam Santos
Hoje recebo Raiam Santos, um jovem brasileiro que não ...

Ver mais

LíderCast 059 – Geraldo Rufino
LíderCast 059 – Geraldo Rufino
Hoje recebemos Geraldo Rufino um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
Hoje recebemos Marcelo Wajchenberg, que é médico ...

Ver mais

LíderCast 057 – Alexandre Borges
LíderCast 057 – Alexandre Borges
Hoje recebemos Alexandre Borges, publicitário, escritor ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Carta aberta aos podcasters
Mauro Segura
Transformação
Por que os podcasts não crescem como negócio no Brasil? A resposta pode estar nessa carta aberta de Mauro Segura para os podcasters.

Ver mais

Somos responsáveis pela beleza que herdamos
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garshagen. No Brasil, basta consultar fotos antigas das cidades para verificar que o padrão de beleza urbana tradicional deu lugar a um ambiente novo, às vezes ...

Ver mais

E agora, Tony?
Mauro Segura
Transformação
Representando a JBS nos últimos quatro anos, agora é hora de Tony Ramos assumir publicamente a sua posição de defensor da marca.

Ver mais

Os ansiosos são mais produtivos?
Suely Pavan Zanella
Iscas Comportamentais
  Por Suely Pavan Zanella #SaúdeMental no Trabalho   O Gerente de B. pediu que eu fizesse uma avaliação da moça.  Ele dizia rapidamente que B. era diferente da equipe. O gerente deu poucas ...

Ver mais

Etta James

Etta James

Luciano Pires -

alt

Etta James (Jamesetta Hawkins 25 de Janeiro de 1938 em Los Angeles, Califórnia), também conhecida pelo apelido de Miss Peaches, é uma cantora americana de Blues, R&B, Jazz e Gospel.

Etta James nasceu em Los Angeles, California filha de Dorothy Hawkins, uma afro-americana, mãe solteira aos 16 anos. Nascida de duas raças diferentes, Etta procurou saber quem era seu pai, desconhecido até então, sua mãe diz ser Minnesota Fats e do qual ela recebia pensão na condição de manter segredo sobre sua paternidade.

Ela teve o seu primeiro contacto com a música aos 5 anos de idade, tendo aulas com James Earle Hines, director musical da escola Echoes of Eden da Igreja Batista de St. Paul, em Los Angeles.

Sua família mudou-se para São Francisco, Califórnia, em 1950, e em 1952 Etta e mais duas amigas formaram o trio (As Creolettes), o qual viria a chamar a atenção de Johnny Otis. Otis inverteu as sílabas do seu nome para lhe dar uma melhor sonoridade assim surgindo o seu nome artístico. A partir daí Otis investiu na garota começando a gravar os seus primeiros temas.

Sua primeira gravação, e seu primeiro êxito R&B, foi de sua própria autoria, “The Wallflower (Dance with Me, Henry)”, uma música-resposta para a músia de Hank Ballard, “Work with Me, Annie”.

Em 1954, Etta gravou juntamente com a banda de Otis e com Richard Berry, o qual cantava a segunda voz. A canção não estava totalmente boa, e foi re-escrita por Georgia Gibbs, ganhando o título de “Dance with Me, Henry”. Também gravou momentaneamente o Etta James & the Peaches, com diversos hits e foi contratada mais tarde pela Chess Records em 1960.

Saiu em turnê com Johnny “Guitar” Watson juntamente com Otis nos anos ’50 e foi citada por Watson como a penúltima influência em seu estilo.

Ela lançou vários duetos com Harvey Fuqua (de The Moonglows), do qual surgiu o seu maior sucesso já gravado, a belissima e clássica “At Last”. A canção, que apareceu juntamente com outros êxitos como “All I Could Do Was Cry” e “Trust in Me”, foi incluída no seu álbum de estreia, “At Last”.

Etta James teve um sério problema de drogas e romances mal sucedidos, que interferiram em sua carreira.
Posteriormente ela tem problemas com a obesidade (chegando a ter quase 200 kg), que levaram-na a fazer uma cirurgia gástrica em 2003, fazendo-a perder quase 100 kg.

Em 2003 Etta James recebe uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

Atualmente, Etta faz tours pela América junto com seus dois filhos, Donto e Sametto.

Em 2011, cantou com Flo Rida, na musica Good Feeling, com uma participação não-creditada.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Etta_James

http://www.legacyrecordings.com/artists/etta-james

http://www.lastfm.com.br/music/Etta+James

[youtube]ADDigK8LwyE[/youtube]
[youtube]WzibSiJv8hc[/youtube]
[youtubed]DFmHOCUKTfM[/youtube]
[youtube]pyMd19sE6U4[/youtube]
[youtube]VnIGrx_ktA0[/youtube]
[youtube]t1adWlI7t8g[/youtube]
[youtube]EqNozcQ3Hcg[/youtube]