Portal Café Brasil
#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Ao longo de 2018 o Café Brasil Premium decolou e ...

Ver mais

#Retrospectiva PodSumários
#Retrospectiva PodSumários
Comece 2019 praticando o Fitness Intelectual. A barriga ...

Ver mais

657 – Brumadinho e a Challenger
657 – Brumadinho e a Challenger
A tragédia da explosão da Challenger em 1986 marcou ...

Ver mais

656 – Rua Ramalhete
656 – Rua Ramalhete
Este programa é uma homenagem ao Tavito, que faleceu em ...

Ver mais

655 – É carnaval
655 – É carnaval
Tem gente boa, muito boa, fazendo a legítima música de ...

Ver mais

654 – Sarau Café Brasil III
654 – Sarau Café Brasil III
Realizamos mais uma edição do Café Brasil Premium, ...

Ver mais

LíderCast 145 – Ana Paula Andrade
LíderCast 145 – Ana Paula Andrade
CEO de uma multinacional de trademarketing, a Marco ...

Ver mais

LíderCast 144 – Daniel Arcoverde e Rafael Belmonte
LíderCast 144 – Daniel Arcoverde e Rafael Belmonte
Os jovens empreendedores que criaram a netshow.me, uma ...

Ver mais

LìderCast 143 – Doug Alvoroçado
LìderCast 143 – Doug Alvoroçado
Esse alvoroçado não é nome não, é adjetivo. Um ...

Ver mais

LíderCast 142 – Marcelo Pimenta
LíderCast 142 – Marcelo Pimenta
O Menta é um facilitador da inovação, um inquieto ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

CAPÍTULO 2 – LINGUAGEM E SEUS SÍMBOLOS (parte 4)
Alexandre Gomes
O caminho até agora está ficando longo, não é? Por mais que eu use exemplos próximos da realidade; ainda assim, eu e você estamos buscando entender conceitos abstratos. Afinal, estamos falando ...

Ver mais

Só envelhece quem perde a curiosidade
Henrique Szklo
O mundo está muito óbvio. As coisas têm sido analisadas pelos pontos de vista mais superficiais e, em geral, equivocados. Julga-se por aparência, por condição financeira, por orientação sexual, ...

Ver mais

Defendam Douglas também
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Não conhece Douglas Leandro Clizesqui? Sem problemas. Ninguém conhece. Ele é pai de Douglas Murilo, uma das oito vítimas fatais no massacre da escola estadual em Suzano; o caso todos conhecem. ...

Ver mais

A abundante mente semanal
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: https://youtu.be/hHzgP5sqbjM LIVE COMPLETA: https://www.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157193323018631/   Quer fazer? Me mande um zap: 21-996086422. R$ 200,00 ...

Ver mais

Cafezinho 161 – A prisão do ex-presidente
Cafezinho 161 – A prisão do ex-presidente
Embora pareça que tudo está dentro da esfera criminal, ...

Ver mais

Cafezinho 160 – Os cinco estágios
Cafezinho 160 – Os cinco estágios
Ajudando a compreender o cenário político brasileiro.

Ver mais

Cafezinho 159 – O bobo da corte
Cafezinho 159 – O bobo da corte
O palhaço, o bobo, o gozador, é o único a perceber a ...

Ver mais

Cafezinho 158 – O tempo que lhe resta
Cafezinho 158 – O tempo que lhe resta
Dê o primeiro passo para fazer com que o tempo de vida ...

Ver mais

Cida Moreyra

Cida Moreyra

Luciano Pires -

alt
Cida Moreyra

Maria Aparecida Guimarães Campiolo, mais conhecida como Cida Moreyra, é uma cantora, atriz e pianista Brasileira.

Consagrou-se nos palcos brasileiros como Cida Moreira após estrear profissionalmente em 1977 com a peça “A Farsa da Noiva Bombardeada”, de Alcides Nogueira, com direção de Marcio Aurélio e um elenco que contava, dentre outros, com Miguel Magno. Era o grupo de teatro experimental “Pompa e Circunstância”, com o qual Cida fez ainda outro texto de Alcides: “Tide Moreyra e sua Banda de Najas”.

Participou ainda em 1977 do espetáculo “Teatro do Ornitorrinco canta Brecht e Weill”, com Cacá Rosset, Maria Alice Vergueiro e Luiz Roberto Galízia, com os quais ainda trabalharia em 1982 em “Mahagonny Songspiel”, também do dramaturgo alemão.

Integrou o elenco original de “Ópera do Malandro”, adaptação de Chico Buarque de Hollanda para a “Ópera dos Três Vinténs” de Bertolt Brecht, após Chico ter ido ver ao Teatro do Ornitorrinco cantando as parcerias do dramaturgo com Kurt Weill, trabalhando, assim, com Elba Ramalho, Marieta Severo, Ary Fontoura e Emiliano Queiroz, dentre outros. Substituiu Miucha no fim da temporada de “Saltimbancos”, fazendo a personagem da Galinha.

Seu primeiro espetáculo solo foi “Summertime”, no início dos anos 1980, o qual viria a ser seu primeiro registro fonográfico (com grande sucesso de público e crítica). O show, dirigido por José Possi Neto, tratava-se de uma homenagem à cantora Janis Joplin e à sua época, e dentre as canções do repertório estavam “Geni e o Zepelim”, de Chico Buarque e “Gota de Sangue”, de Angela Ro Ro.

Seguiu fazendo espetáculos como “Serpente Rara” e “Arte”, lançou seu segundo disco “Abolerado Blues” e fez na década de 1980 ainda, vários filmes que marcaram a produção de uma geração de cineastas paulistas. Com a trilha sonora de “Estrela Nua”, no entanto, composta por Arrigo Barnabé, recebe um convite para ir, com ele, à Europa, onde passa uma temporada fazendo shows. Quando volta, retoma sua carreira no País.

Em 1986 lança o álbum “Cida Moreyra”, em 1988 o aclamado “Cida Moreyra interpreta Bertolt Brecht”, realizando um sonho de anos. Lançou ainda “Na Trilha do Cinema”, “Cida canta Chico”, “Uma canção pelo ar” e “Angenor” (em tributo ao compositor Cartola), além de participar de discos como “Mensagem” com poemas musicados de Fernando Pessoa, “Essa Chama que não vai Passar”, em tributo à Maysa e “Dolores”, em tributo à Dolores Duran, dentre outros.

Desenvolve inúmeros projetos de pesquisa musical que terminam sempre em espetáculos repletos de cultura e inteligência como “Cabará Bilbao”, “Canções Para Cortar Os Pulsos” (com André Frateschi, uma homenagem a Tom Waits), “Modinhas imperiais”, “Cole Porter”, “Porgy and Bess”, além de outras montagens teatrais como sua participação em “Às Margens Plácidas” com Pod Minoga, por exemplo.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cida_Moreyra

http://www.dicionariompb.com.br/cida-moreira

http://www.mpbnet.com.br/musicos/cida.moreira/

http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/ver/cida-moreira

[youtube]1q_4UcTV1tc[/youtube]
[youtube]f4VQ_aJ1-tA[/youtube]
[youtube]_iAtf1vDruQ[/youtube]
[youtube]psok71_iyk4[/youtube]
[youtube]qu7iC2rqJp4[/youtube]
[youtube]Zj_YJ_Qdy-Y[/youtube]