Portal Café Brasil
Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

635 – De onde surgiu Bolsonaro?
635 – De onde surgiu Bolsonaro?
O pau tá quebrando, a eleição ainda indefinida e nunca ...

Ver mais

634 – Me chama de corrupto, porra!
634 – Me chama de corrupto, porra!
Cara, que doideira é essa onda Bolsonaro que, se você ...

Ver mais

633 – Ballascast
633 – Ballascast
O Marcio Ballas, que é palhaço profissional, me ...

Ver mais

632 – A era da inveja
632 – A era da inveja
Uma pesquisa de 2016 sobre comportamento humano mostrou ...

Ver mais

LíderCast 128 – Leide Jacob
LíderCast 128 – Leide Jacob
Empreendedora cultural e agora cineasta, que ...

Ver mais

LíderCast 127 – Lito Rodriguez
LíderCast 127 – Lito Rodriguez
Empreendedor, criador da DryWash, outro daqueles ...

Ver mais

LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
Empresário criativo e agora candidato a Deputado ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

O que aprender (ou não) com os headhunters
Mauro Segura
Transformação
Será que os headhunters realmente ajudam (ou não) a nossa carreira? A experiência de Mauro Segura com headhunters pode ajudar a encontrar a resposta para essa pergunta.

Ver mais

Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica “Nossos filhos terão mais de quase tudo, com uma gritante exceção: eles não terão mais tempo. À medida que a renda e os salários ...

Ver mais

Ah, se os políticos usassem sua criatividade para o bem
Henrique Szklo
Tem gente que acha que os políticos não são corruptos. Nós é que somos certinhos demais. Já o meu amigo Rodriguez diz que o pior tipo de político é o honesto, porque, além de trouxa, é traidor da ...

Ver mais

Somos quem podemos ser
Jota Fagner
Origens do Brasil
Já faz um tempo que venho desiludido quanto aos resultados da educação. Ainda acredito que ela seja essencial, mas já consigo enxergar que não basta. Uma pessoa bem instruída não é garantia de ...

Ver mais

Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Não gaste sua energia e seu tempo precioso de vida ...

Ver mais

Cafezinho 114 – E se?
Cafezinho 114 – E se?
Mudanças só acontecem quando a crise que sofremos for ...

Ver mais

Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Conte até dez antes de compartilhar uma merdade

Ver mais

Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Meu voto é estratégico, para aquilo que o momento exige.

Ver mais

Carmélia Alves

Carmélia Alves

Luciano Pires -

Carioca filha de pais nordestinos, iniciou a carreira de cantora em programas radiofônicos de calouros, e conseguiu um contrato na Rádio Nacional em 1940. Seu repertório era composto basicamente de sambas e seu estilo procurava imitar o de Carmen Miranda. Trabalhou também como crooner de boates famosas como a do Copacabana Palace, e lançou discos que fizeram sucesso com músicas de carnaval, o que a levou a excursionar pelo Brasil. 

Em 1949 gravou “Me Leva” (H. Cordovil/ Rochinha), seu primeiro baião, estilo musical que ajudou a divulgar e que a faria famosa a ponto de receber o título de rainha do gênero das mãos do “rei”, Luiz Gonzaga. Entre seus sucessos estão “Cabeça Inchada” (Hervê Cordovil), “Trepa no Coqueiro” (Ary Kerner) e “Coração Magoado” (Roberto Martins). 

Nos anos 60, gravou o LP “Bossa Nova”, com clássicos do gênero. Prosseguiu gravando, se apresentando e participando de filmes, e gravou um LP ao vivo, ao lado de Luiz Gonzaga, em 1977. 
Em fins dos anos 80, passou a integrar o grupo As Eternas Cantoras do Rádio, ao lado de Nora Ney, Violeta Cavalcante, Rosita Gonzales, Ellen de Lima e Zezé Gonzaga. Em 98, saíram Rosita, Zezé e Nora, e entrou Ademilde Fonseca. Gravou três CDs com o grupo, e em fins de 1999 lançou “Carmélia Alves Abraça Jackson do Pandeiro e Gordurinha” (CPC-UMES). 

Nomeada por Luís Gonzaga a “Rainha do Baião”, fez sucesso na década de 1950 com Sabiá na gaiola. Reconhecida no Brasil e na América Latina, vendeu milhares de cópias, o que obrigou a gravadora Continental de Buenos Aires a abrir outra filial para conter a venda tão grande. Ganhou todos os prêmios importantes da época, que estão expostos em um museu. 

Atualmente ainda mora em sua cidade natal e comanda um programa na Rádio Nacional, onde começou sua carreira.

http://www.dicionariompb.com.br/carmelia-alves

http://www.funarte.gov.br/musica/estudio-f/estudio-f-carmelia-alves/


Carmélia Alves

[youtube]oRob5aGNasg[/youtube]

[youtube]pf18llrWRtg[/youtube]

[youtube]CuSDueMwqAQ[/youtube]