Portal Café Brasil
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

596 – A complicada arte de ver – revisitado
596 – A complicada arte de ver – revisitado
“A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o ...

Ver mais

595 – A empatia positiva
595 – A empatia positiva
Se você construir uma linha emocional imaginária, numa ...

Ver mais

594 – Sultans of Swing
594 – Sultans of Swing
Láááááá em 1977 uma obscura banda inglesa começou a ...

Ver mais

593 – Chororô
593 – Chororô
Uma das reações mais lindas do ser humano tem sido ...

Ver mais

LíderCast 96 – Ricardo Geromel
LíderCast 96 – Ricardo Geromel
Ricardo Geromel, que sai do Brasil para jogar futebol, ...

Ver mais

LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
Pascoal da Conceição, que fala sobre a vida de ator no ...

Ver mais

LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
Marcelo e Evelyn Barbisan. O Marcelo é médico, a Evelyn ...

Ver mais

LíderCast 93 – Max Oliveira
LíderCast 93 – Max Oliveira
Max Oliveira, empreendedor que fundou a Max Milhas, uma ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

País de Santos
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Há dias um assunto artificialmente inflado ocupa sites e jornais: A posse interrompida da ex-quase-futura ministra do Trabalho, deputada federal Cristiane Brasil (PTB/RJ), filha do conhecido ...

Ver mais

Jonatan, o Tolo
Bruno Garschagen
Ciência Política
Jonatan é o tolo cuja credulidade fantasiosa corrompeu qualquer traço de inocência

Ver mais

Projeções econômicas do Brasil para 2018
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Projeções econômicas do Brasil para 2018[1] Com uma sólida formação humanista, um economista pode afirmar que quanto menor a intervenção do Estado na economia de mercado, mais rico será este país ...

Ver mais

Vale fazer um curso universitário se as profissões vão desaparecer?
Mauro Segura
Transformação
Numa perspectiva de que tudo muda o tempo todo, será que vale a pena sentar num banco de universidade para se formar numa profissão que vai desaparecer ou se transformar nos próximos anos?

Ver mais

Cafezinho 39 – Como fazer críticas nutritivas
Cafezinho 39 – Como fazer críticas nutritivas
Num cafezinho anterior falei sobre a importância de ...

Ver mais

Cafezinho 38 – A agarra
Cafezinho 38 – A agarra
Basta implantar uma dúvida, uma agarra... e pronto! A ...

Ver mais

Cafezinho 37 – Sobre críticas
Cafezinho 37 – Sobre críticas
Saber avaliar as críticas é fundamental, mas saber ...

Ver mais

Cafezinho 36 – Velhos problemas
Cafezinho 36 – Velhos problemas
O Brasil não tem problemas novos.

Ver mais

Brian May

Brian May

Luciano Pires -

alt
Brian May

Brian Harold May, CBE (Hampton, Middlesex, Inglaterra, 19 de Julho de 1947) é um músico e astrofísico inglês, mais conhecido por ser o guitarrista e um dos vocalistas da banda inglesa Queen desde sua formação, tendo sido, inclusive, um dos responsáveis pela criação da banda (juntamente com Roger Taylor), no início dos anos 1970.

Como guitarrista, é conhecido por seu distintivo timbre assim como pelo fato de ter construído (com seu pai) sua própria guitarra, chamada de Red Special. Ele também escreveu várias músicas famosas da banda como “We Will Rock You”, “Tie Your Mother Down”, “The Show Must Go On” “Who Wants to Live Forever” e “I Want It All”.

Recentemente, lançou em co-autoria um livro sobre como o universo foi desenvolvendo-se após o Big Bang.[1] Também vale destacar que em algumas músicas ele utiliza uma moeda para tocar ao invés de palheta, em outras Brian toca somente com as unhas. Com uma carreira musical que abrange quatro décadas, Brian May um dos fundadores do Queen é um guitarrista de renome mundial e compositor, com a produção e desempenho créditos em gravações, que vendeu mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo.

Brian já escreveu 22 sucessos em todo o mundo para os Queen, entre eles os hinos “We Will Rock You”, “The Show Must Go On” e “I Want It All” , e baladas poderosas, incluindo “Who Wants To Live Forever”, “No-One But You (Only The Good Die Young) “e” Save Me “. Como um artista solo de sucesso e respeitado, Brian gravações incluem álbuns Back To The Light (1992), com “Too Much Love Will Kill You” e “Driven By You”, ambos vencedores do Prêmio Ivor Novello, e 1998 do Outro Mundo .

Suas canções continuam a influenciar novas gerações de artistas e ter inspirado gravações por artistas tão diversos como Elton John, Def Leppard, The Royal Philharmonic Orchestra, Shirley Bassey e Eminem. Brian tem desfrutado de colaborações com vários artistas, incluindo Robbie Williams, Foo Fighters, Richard Cliff, Guns N ‘Roses, Diana Ross e Luciano Pavarotti. Ele também foi o orgulho de tocar guitarra característica na música de abertura Jogos Olímpicos de Inverno de 2002, “The Fire Within” para o seu amigo e compositor, o falecido Michael Kamen.

Talvez a exibição mais memoráveis ??de estilo único de Brian e musicalidade foi o seu desempenho de seu próprio arranjo de “God Save the Queen”, ao vivo a partir do telhado do Palácio de Buckingham, para abrir HM da Rainha 2002 as celebrações do Jubileu de Ouro na frente de um público de mais de 200 milhões de pessoas em todo o mundo.

Em 2007, após uma pausa de 30 anos buscando sua carreira musical, Brian voltou ao Imperial College, Londres, para se inscrever para completar sua tese de doutorado em Astrofísica, e depois de um ano, submetido com sucesso a nova versão de sua tese sobre poeira interplanetária. Embora já titular orgulhoso de diplomas honorários das Universidades de Hertfordshire, Exeter e John Moore, de Liverpool, Brian, em 2007, finalmente conseguiu a obtenção de um diploma de doutorado pleno e DIC – Diploma of Imperial College. Brian posteriormente aceitou um cargo de Pesquisador Visitante do Imperial College e será continuar seu trabalho em Astronomia.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Brian_May

http://www.brianmay.com/ – em inglês

http://www.freewebs.com/brianmayniac/ – em inglês

http://brianmay1986.vilabol.uol.com.br/

[youtube]JYabmM-uxdE[/youtube]
[youtube]cPD7_hQk7hk[/youtube]
[youtube]HdiZ4NQ3LkE[/youtube]
[youtube]NsleEWE8MPI[/youtube]