Portal Café Brasil
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

640 – O monumento à incompetência
640 – O monumento à incompetência
É muito fácil e confortável examinar o passado com os ...

Ver mais

639 – Chega de falar de política
639 – Chega de falar de política
Diversos ouvintes mandam mensagens pedindo para que eu ...

Ver mais

638 – O efeito Dunning-Kruger
638 – O efeito Dunning-Kruger
Cara, eu fico besta com a quantidade de gente que ...

Ver mais

637 – LíderCast 10
637 – LíderCast 10
Olha só, chegamos na décima temporada do LíderCast. Com ...

Ver mais

LíderCast 132 – Alessandro Loiola
LíderCast 132 – Alessandro Loiola
Médico, escritor, um intelectual inquieto, capaz de ...

Ver mais

LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
Henrique Szklo e Lena Feil – Henrique se apresenta como ...

Ver mais

LíderCast 130 – Katia Carvalho
LíderCast 130 – Katia Carvalho
Mudadora de vidas, alguém que em vez de apenas lamentar ...

Ver mais

LíderCast 129 – Guga Weigert
LíderCast 129 – Guga Weigert
DJ e empreendedor, que a partir da experiência com a ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

O MARXISMO É UMA RELIGIÃO POLÍTICA!
Carlos Nepomuceno
Na minha live de hoje fiz uma afirmação que se tornou verdade para mim nos últimos anos, mas hoje ficou evidente. Como lidar com meus amigos marxistas? Publicado por Carlos Nepomuceno em Segunda, ...

Ver mais

Quem não é capaz de rir de si mesmo será sempre um intolerante em potencial
Henrique Szklo
Humorista de verdade não tem lado, não tem ideologia, não tem bandeira. Independentemente de sua posição pessoal, tem de ser livre o suficiente para atirar em tudo o que se mexe e no que não se ...

Ver mais

Capitalismo Versus Esquerdismo*
Alessandro Loiola
Uma das consequências involuntárias do capitalismo é que ele coloca diferentes culturas e sociedades em contato direto muito mais amplo umas com as outras. Liga as pessoas entre si muito mais ...

Ver mais

A cavalgada de um cowboy
Jota Fagner
Origens do Brasil
Cowboy não havia dormido bem. Tinha feito corridas até às duas da manhã. O trabalho como moto-taxista costumava não render muito, mas em época de alta temporada a demanda era muito grande. ...

Ver mais

Cafezinho 126 – Mais Médicos
Cafezinho 126 – Mais Médicos
- Mas eles estavam atendendo os brasileiros necessitados!

Ver mais

Cafezinho 125 – O chute
Cafezinho 125 – O chute
Se o governador mentiu ou se enganou, peço desculpas ...

Ver mais

Cafezinho 124 – À luz do sol
Cafezinho 124 – À luz do sol
É assim, com a luz do sol, que a gente faz a limpeza.

Ver mais

Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Ter consciência sobre o que é certo e errado todo mundo ...

Ver mais

Atílio Versuti

Atílio Versuti

Luciano Pires -

Compositor. Trabalhou como pintor de placas e cartazes. Iniciou a carreira artística na década de 1970. Sua primeira composição gravada foi “A porteira”, com Luis de Castro, registrada em LP Beverly pela dupla Zilo e Zalo.

Em 1978, duas composições suas foram gravadas pelo grupo Companheiros da Lua no LP “Degraus da vida”, do selo Califórnia: “Obsessão” e “Meu sertão chora comigo”, ambas em parceria com Paulo Santos. No mesmo ano, a dupla Lourenço e Lourival gravou “Palhaço do teu amor”, parceria com Luis de Castro, no LP “Novo caminho”, da Chantecler, e a dupla Tião Carreiro e Paraíso gravou “Minha terra, minha infância”, com Luis de Castro e Tião Carreiro, no LP “Tá do jeito que eu queria”, pela gravadora Caboclo/Continental. Dois anos depois, a dupla Liu e Leu gravou “Volta do caminheiro” no LP “Sementinha”.

Ainda nesse ano, compôs com Jeca Mineiro a guarânia “Fuscão Preto”, que seria seu maior sucesso, lançada pelo trio Os Gladiadores. O hit alcançou uma vendagem de 100 mil cópias e seria gravada no mesmo ano pela dupla Zé Tapera e Teodoro.

Em 1981, quatro composições foram gravadas pela dupla Tião do Norte e Coitelinho, no LP “Filho do pecado” pelo selo Brasil Rural: “A filha do capataz”, com Mariel, “Paixão do luar”, com Coitelinho, “Filho do pecado”, com Mariel, e “Resposta”, com Jeca Mineiro. Nesse ano, “Nunca vi um amor assim”, com Jeca Mineiro, foi gravada pela dupla Valdecy e Celita, no LP “Homenagem a Goiás” do selo Cartaz. Essa mesma música foi gravada no mesmo período, pelo Trio Parada Sertaneja, juntamente com “Nossa felicidade”, também com Jeca Mineiro.

Também em 1981, a música “Fuscão preto” foi gravada pelas duplas Gilberto e Gilmar e Nestor e Nestorzinho, e pelo Trio Parada Dura. Ainda naquele ano, teve a música “Meu sabiá”, com Jeca Mineiro, gravada pelo cantor Compadre Moreira, pela gravadora Tocantins.

Em 1982, “Fuscão preto” alcançou a consagração nacional ao ser gravada por Almir Rogério que vendeu 700 mil cópias, conhecendo ainda no mesmo ano, registros por parte de André Ricardo, Poly, Irmãs Castro, Celinho da Sanfona, Trio Arizona, entre outros.

Em 1983, foi lançado o filme “Fuscão preto” com as presenças de Almir Rogério atuando ao lado da apresentadora Xuxa Meneghel, então em começo de carreira. No mesmo ano, “Fuscão preto” foi gravada pelo grupo de rock Magazine.

Em 1984, outra parceria com Jeca Mineiro foi gravada: “Quem não arrisca não petisca (Sai água da minha boca)” pela dupla João Seresta e Cantador no LP “Saudade de carreiro”, da gravadora Continental.

Em 1985, a dupla Chico Viola e Rancho Alegre gravou “Documentos sertanejos”, com Chico Viola, que deu nome ao LP lançado pela dupla, além de “Os dez mandamentos”, com Chico Viola, “Fofoqueiro”, com Mariel, e “Vaidosa”, com Rancho Alegre.

Em 1991, “Quem não arrisca não petisca”, com Jeca Mineiro, foi gravada pela dupla Barreira e Dino Bueno no LP “Os caboclões” da gravadora Chororó. Em 1995, “O Pinto Piou”, com Mariel e Ney Vilela, foi gravada pelo Trio Lanute no LP “Delirando de amor”, da gravadora Chororó. Seu principal parceiro foi Jeca Mineiro com quem compôs “Fuscão preto”, composição que o imortalizou na história da música popular brasileira. Em 1997, a gravação de “Fuscão preto” na voz do Duo Ciriema foi relançada pela BMG no CD da série “Luar do sertão” dedicada aquela dupla.

www.dicionariompb.com.br/atilio-versuti