Portal Café Brasil
A fábrica de conteúdo
A fábrica de conteúdo
A Confraria Café Brasil dá um passo adiante e começa a ...

Ver mais

Um jeito de ver o mundo
Um jeito de ver o mundo
Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta explicar o ...

Ver mais

LíderCast 5
LíderCast 5
Acabamos de lançar a Temporada 5 do podcast LíderCast, ...

Ver mais

O padrão
O padrão
Isca intelectual de Luciano Pires demonstrando que ...

Ver mais

553 – Exponential Talks
553 – Exponential Talks
Podcast Café Brasil 553 - Exponential Talks - Luciano ...

Ver mais

552 – LíderCast 5
552 – LíderCast 5
Podcast Café Brasil 552 - LíderCast 5 . Este programa ...

Ver mais

999 – Hotel Califórnia
999 – Hotel Califórnia
Podcast Café Brasil - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

551 – Todo mundo é deficiente
551 – Todo mundo é deficiente
Podcast Café Brasil 551 - Todo mundo é deficiente. ...

Ver mais

LíderCast 061 – Flavio Azm
LíderCast 061 – Flavio Azm
Hoje recebemos Flavio Azm que é cineasta, mas é muito ...

Ver mais

LíderCast 060 – Raiam Santos
LíderCast 060 – Raiam Santos
Hoje recebo Raiam Santos, um jovem brasileiro que não ...

Ver mais

LíderCast 059 – Geraldo Rufino
LíderCast 059 – Geraldo Rufino
Hoje recebemos Geraldo Rufino um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
Hoje recebemos Marcelo Wajchenberg, que é médico ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Diferentes olhares
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Diferentes olhares Metade cheia e metade vazia do copo “Nós tivemos uma economia no ano passado caindo, e no ano anterior também, uma queda que se acentuou um pouco mais do que se estava ...

Ver mais

Não contrate um comunista
Raiam Santos
Só com esse título, já deve ter gente se coçando para buscar meu CPF e tentar me processar por incitação ao ódio e preconceito. Calma, meus amigos! Sou o tipo do cara que odeia discutir política, ...

Ver mais

Carta aberta aos podcasters
Mauro Segura
Transformação
Por que os podcasts não crescem como negócio no Brasil? A resposta pode estar nessa carta aberta de Mauro Segura para os podcasters.

Ver mais

Somos responsáveis pela beleza que herdamos
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garshagen. No Brasil, basta consultar fotos antigas das cidades para verificar que o padrão de beleza urbana tradicional deu lugar a um ambiente novo, às vezes ...

Ver mais

Alien vs Predador

Alien vs Predador

Luciano Pires -

O filme foi lançado em 13 de agosto de 2004 na América do Norte e recebeu principalmente críticas negativas da mídia especializada. Alguns críticos elogiaram os efeitos especiais e a cenografia, enquanto outros criticaram o filme pelos seus personagens artificiais e diálogos pobres.

Todavia, Alien vs. Predador foi um sucesso comercial, conseguindo arrecadar 172 milhões de dólares tendo gasto 60 milhões de dólares em sua produção. O sucesso do filme conduziu para uma sequência em 2007 intitulada Aliens vs. Predator: Requiem.

A frase promocional original do filme deveria ter sido “sua guerra, nosso mundo”, mas antes da divulgação do filme os produtores resolveram alterá-la para “não importa quem vença… nós perderemos”. A frase promocional original, posteriormente, foi utilizada no filme Transformers.

O milionário Charles Bishop Weyland (Lance Henriksen) descobre uma pirâmide na Antártica à 700 m da superfície. Ele chama uma equipe de segurança, técnicos e cientistas para explorar a pirâmide. Quando chegam lá, descobrem um túnel através do gelo que vai na direção exata da pirâmide, e que ela foi feita pelos predadores, sendo este túnel aberto através de um raio vindo da sua nave em órbita da Terra. Então, os três predadores partem para a Terra, aterrizam e matam vários humanos (seguranças) que ficaram do lado de fora do caminho da pirâmide.

Enquanto isso, já lá dentro, os humanos vão descobrindo alguns segredos como: que a pirâmide foi construída a muitos séculos por povos que habitavam a Antártica numa época que ela era tropical e habitável, e esses faziam sacrifícios aos “deuses” (os predadores) que usavam as vítimas para serem infectadas e gerarem “serpentes” (os aliens) para servirem como caça competitiva; e que a pirâmide muda de forma internamente em suas câmaras de 10 em 10 minutos, como um labirinto até chegar na câmara de sacrifício. Uns humanos ficam e outros vão, até que acham as armas dos predadores numa urna secreta, e estes já dentro da pirâmide aparecem para atacar. Então a pirâmide muda de forma dando oportunidade de escapar a um grupo de pessoas para um outro caminho, e os outros foram aprisionados. Enquanto isso, a serpente mãe (alien-mãe ou rainha) é despertada de sua longa hibernação e começa a colocar ovos que vão até a câmara de sacrifício para eclodir os ovos e as larvas (feito aranhas) incubarem embriões nos corpos das vítimas até eles eclodirem, matando os que ficaram lá presos. E a partir daí começa a infestação dos aliens pela pirâmide.

Até que os sobreviventes Alexa Woods (Sanaa Lathan) e Sebastian de Rosa (Raoul Bova), esperam pela nova formação da pirâmide até que descobrem que devem devolver a arma do predador para ele matar as serpentes (aliens). Mas ao tentar fugir de uma serpente, eles devem pular em um grande buraco, Sebastian tenta salvar Alexa, consegue mas é pego pela serpente e capturado como refém para infectar. Nesse momento um dos predadores é atacado por uma larva após matar alguns aliens adultos e fica por um tempo desacordado. O outro predador foi atacado e morto pelas serpentes. Ao retornar para as ações de combate aos aliens, se depara com Alexa sendo cercada por eles e os mata com sede de vingança, quando ele percebe que ela carrega consigo a sua arma principal de combate. Ela se alia ao predador que resta, e ainda uma serpente (alien) os ataca, mas o predador a mata e faz arma com a cauda e um escudo com o crânio do alien (que é à prova dos danos provocados pelo ácido do sangue deles) e coloca um símbolo de guerreiro no rosto de Alexa, que tem que matar Sebastian, pois ele está com um embrião da serpente no seu corpo.

Eles chegam a um ninho que está prestes a eclodir várias larvas, colocam uma bomba e saem da pirâmide, com a missão de evitar que a serpente (a rainha) chegue até a superfície, mas ela consegue sair e os dois tem que matá-la. Eles conseguem enrolando ela nas próprias correntes que a aprisionava na pirâmide num reservatório de aço suspenso e a empurando num lago congelado, mas o predador é atingido antes desse evento e morre logo após. Então chega a nave mãe dos predadores para resgatar o corpo e reconhecem o símbolo de guerreiro no rosto de Alexa, que recebe uma lança e a sobrevivência como gratidão. A nave parte, mas no interior dela sai um embrião do corpo do predador morto, que foi infectado pela larva no interior da pirâmide. Subentende-se que terá uma nova sequência da trama.

[youtube]-GT59zmF_Oo[/youtube]