Portal Café Brasil
O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

626 – AlôTénica – A Podpesquisa
626 – AlôTénica – A Podpesquisa
O programa reproduz a conversa entre Luciano Pires, Leo ...

Ver mais

625 – João Amoêdo
625 – João Amoêdo
Continuando a conversa com candidatos a Presidente nas ...

Ver mais

624 – Paulo Rabello de Castro
624 – Paulo Rabello de Castro
Na medida do possível, estamos conversando com ...

Ver mais

623 – A lógica da adequação
623 – A lógica da adequação
O tema de hoje é negociação, partindo da famosa análise ...

Ver mais

LíderCast 120 – Alexandre Correia
LíderCast 120 – Alexandre Correia
Luciano: Bom-dia, boa-tarde, boa-noite. Bem-vindo, ...

Ver mais

LíderCast 119 – Fabiano Calil
LíderCast 119 – Fabiano Calil
Educação financeira é seu mote, até o dia em que ele ...

Ver mais

LíderCast 118 – Maria Luján Tubio
LíderCast 118 – Maria Luján Tubio
Jovem argentina, com vivência em vários países e que ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Os millennials não são tão criativos quanto pensam
Henrique Szklo
Tenho um amigo, o Rodriguez, que parece ter sido gerado não pelo útero da mãe, mas pelo intestino grosso dela. Seu mau humor é folclórico. E infinito. Estamos num boteco um dia desses quando ele ...

Ver mais

Precisamos reaprender a olhar
Mauro Segura
Transformação
Numa era em que o tempo parece escoar pelos dedos, ironicamente precisamos reaprender a "sentar e observar".

Ver mais

Homenagem aos Economistas 2018
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Homenagem aos Economistas 2018 Memoráveis citações  “Aquele que for somente um economista não tem condições de ser um bom economista, pois todos os nossos problemas tocam em questões de ...

Ver mais

Empurrando com a barriga
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Empurrando com a barriga  Cenários da economia brasileira “A arte da previsão consiste em antecipar o que acontecerá e depois explicar o porquê não aconteceu.” Winston Churchill  Considerações ...

Ver mais

Cafezinho 98 – Os poetas da corrupção
Cafezinho 98 – Os poetas da corrupção
Os advogados e jornalistas que insistem que não existe ...

Ver mais

Cafezinho 97 – Os ciclos
Cafezinho 97 – Os ciclos
A vida acontece, em ciclos. E fica a cada dia mais ...

Ver mais

Cafezinho 96 – A cozinha e a lixeira
Cafezinho 96 – A cozinha e a lixeira
O Brasil é uma grande cozinha. Nela existe uma lixeira. ...

Ver mais

Cafezinho 95 – Banco traseiro
Cafezinho 95 – Banco traseiro
A fila anda! A gente muda! O tempo passa! O mundo é ...

Ver mais

Alberto Paz

Alberto Paz

Luciano Pires -

Compositor. Pandeirista. Foi integrante do grupo vocal Anjos do Inferno.

Em 1938, substituiu Milton Campos como pandeirista do grupo Anjos do Inferno. No ano seguinte, teve o samba “Dura lex sed lex”, com Domício Augusto, gravado pelos Anjos do Inferno. Em 1942, deixou o grupo Anjos do Inferno sendo substituído por Hélio Verri. Em 1957, fez com o maestro Severino Filho a música “Bazar de Ilusões”, gravada na Continental pelo grupo vocal Os Cariocas, e com Carlinhos o samba-canção “Eu sei”, lançada por Marilena Cairo. Nesse ano, o samba-canção “Um milhão de vezes não”, com Carlos Monteiro de Souza, foi gravado por Zezé Gonzaga no LP “Vivo a cantar”, lançado pela Columbia. Em 1958, o samba “Pé de chumbo”, parceria com Carlos Monteiro de Souza, foi gravado na Odeon por Raul de Barros no LP “Ginga de gafieira”, e o samba-canção “Frases de amor”, com Nestor Campos, foi lançado na Odeon por Alaíde Costa. No mesmo ano, no LP “Calendário musical”, lançado por Emilinha Borba pela Continental, teve gravadas as músicas “Férias de julho” e “Em outubro vou pagar”, ambas com Carlos Monteiro de Souza. Teve ainda o samba-canção “Duas notas, nada mais”, gravado por Nora Ney, e o samba “Vamos cochichar” lançado pelos Vocalistas Modernos, ambos parcerias com Carlos Monteiro de Souza.

Seu choro “Pense mais baixo”, com Severino Filho, foi gravado em 1959 por Ademilde Fonseca no LP “Voz+ Ritmo = Ademilde Fonseca”, da gravadora Philips, o samba “Não foi saudade”, com Severino Filho, foi lançado por Silvinha Chiozzo, e a balada “Minha canção de amor”, também com Severino Filho foi registrada por Tito Madi, as duas na Continental.

Em 1960, seu samba “Não”, com Carlos Monteiro de Souza, foi gravado por Aracy de Almeida no LP “Samba”, lançado pela Philips, e a valsa “Desta vez”, com Alberto Lazzolli, foi gravada por Vicente Celestino no LP “Alma e coração”, da RCA Victor. No ano seguinte, teve o samba-canção “Dizem por aí”, com Manoel da Conceição, gravado por Marisa Barroso no LP “Cantigas de enganar o tempo”.

Em 1963, a canção “Lembro-me ainda”, com Dilermando Reis, foi gravada no LP “30 anos de sucesso”, de Vicente Celestino. No mesmo ano, Baden Powell gravou “Manequim 46”, com Carlos Monteiro de Souza, no LP “Baden Powell Swings with Jimmy Pratt”, do selo Elenco. Em 1965, o samba “Ziguezague”, com Edson Menezes, foi gravado no LP “Dois na bossa” por Elis Regina e Jair Rodrigues. No mesmo ano, o samba “Deixa isso pra lá” foi gravado por Walter Wanderlei no LP “O Toque Inconfundível de Walter Wanderley”, lançado na Philips. O samba “Zig-zag” por sinal se tornaria a marca registrada do cantor Jair Rodrigues e seu maior sucesso assim como o do compositor.

Em 1985, teve as músicas “Papagaio do futuro”, “Zig-zag” e “Deixa isso pra lá”, as três com Édson Menezes, gravadas por Alceu Valença no LP “Alceu Valença ao vivo” lançado pela Barclay/Polygram. Em 2002, Jair Rodrigues regravou “Zig-zag” no CD “Intérprete”. Seu principal parceiro foi Carlos Monteiro de Souza. Seu principal sucesso no entanto foi o samba “Zigue zague”, parceria com Edson Menezes. Teve músicas gravadas, entre outros, pelos Anjos do Inferno, Jair Rodrigues, Aracy de Almeida, Alceu Valença, Os Cariocas, Baden Pawell, Vicente Celestino e Marisa Barroso.    

http://www.dicionariompb.com.br/alberto-paz