Artigos Café Brasil
Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

631 – O valor de seu voto – Revisitado
631 – O valor de seu voto – Revisitado
Mais discussão de ano de eleição: afinal o que é o ...

Ver mais

630 – Outra Guerreira – Simone Mozilli
630 – Outra Guerreira – Simone Mozilli
Este é outro Café Brasil que reproduz na íntegra um ...

Ver mais

629 – Gramsci e os Cadernos do Cárcere
629 – Gramsci e os Cadernos do Cárcere
Essa aparente doideira que aí está não é doideira. É ...

Ver mais

628 – O olhar de pânico
628 – O olhar de pânico
Aí você para, cansado, desmotivado, olha em volta e se ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
Segunda participação no LíderCast, com uma história que ...

Ver mais

LíderCast 123 – Augusto Pinto
LíderCast 123 – Augusto Pinto
Empreendedor com uma história sensacional de quem ...

Ver mais

LíderCast 122 – Simone Mozzilli
LíderCast 122 – Simone Mozzilli
Uma empreendedora da área de comunicação, que descobre ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Júlio de Mesquita Filho e a contrarrevolução cultural
Jota Fagner
Origens do Brasil
A ideia de concentração hegemônica não é exclusividade de Gramsci, outros autores de diferentes espectros ideológicos propuseram caminhos parecidos. Júlio de Mesquita Filho é um deles É preciso ...

Ver mais

Imagine uma facada diferente
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Imagine Fernando Haddad sendo vítima de uma tentativa de assassinato. Por um ex-militante do DEM ou do PSL, no mesmo dia em que Bolsonaro quase morreu pelas mãos de um ex-PSOL. Primeiramente, os ...

Ver mais

Uma discussão sobre inteligência artificial na educação
Mauro Segura
Transformação
Uma discussão sobre os benefícios que as novas tecnologias podem trazer para a educação brasileira. Mas será que estamos preparados para isso?

Ver mais

A burocracia e a Ignorância Artificial
Henrique Szklo
O Estado brasileiro, desde 1500, tem se esmerado em atravancar qualquer mecanismo da administração pública com um emaranhado de processos burocráticos de alta complexidade, difícil interpretação ...

Ver mais

Cafezinho 107 – O voto proporcional
Cafezinho 107 – O voto proporcional
Seu voto, antes de ir para um candidato, vai para um ...

Ver mais

Cafezinho 106 – Sobre fake news
Cafezinho 106 – Sobre fake news
Fake News são como ervas daninhas, não se combate ...

Ver mais

Cafezinho 105 – Quem categoriza?
Cafezinho 105 – Quem categoriza?
Quem define e categoriza o que será medido pode ...

Ver mais

Cafezinho 104 – A greta
Cafezinho 104 – A greta
Dois meio Brasis jamais somarão um Brasil inteiro.

Ver mais

Um Beijo

Um Beijo

Luciano Pires -


UM BEIJO


 


Era 1951, na primeira novela brasileira, “Sua Vida me Pertence”, Walter Forster e Vida Alves, ao vivo, em preto-e-branco, foram o grande acontecimento daquele veículo que nascia para transformar a cultura brasileira: deram o primeiro beijo em frente às câmeras. Escândalo!!!


Em 2001, cinqüenta anos depois, outro beijo. No programa “Fica Comigo”, na MTV, dois homens beijam-se ao vivo e em cores, fazendo o grande acontecimento daquela emissora que também nasceu para transformar a cultura brasileira. Semanas antes, duas garotas haviam protagonizado a mesma cena, um beijo, bem dado, de língua, despudoradamente gay, no mesmo programa. A mídia falou bastante do assunto, mas não foi um escândalo.


E o Brasil sobreviveu aos dois beijos…


Chegamos em 2005. Na novela de maior audiência da rede de TV de maior audiência, anuncia-se outro beijo gay. De ficção. Dois atores, acho que heterossexuais, representam uma situação de paixão homossexual e no último capítulo selam sua atração com um beijo. De mentira, falso, representado.


Na MTV de 2001 os beijos eram reais, de casais gays que prometiam, no ar, em rede nacional, começar um namoro real. Na Globo de 2005 era beijo falso… E fez-se um escândalo, muito maior que o de 2001. Para piorar ou aliviar, a Globo desiste na última hora de levar o beijo gay ao ar, colocando apenas uma insinuação.


Não quero aqui promover um plebiscito ou referendo pra saber se você é contra ou a favor do beijo gay na TV. Quero apenas provocar duas reflexões.


A primeira: qual a razão do beijo real da MTV despertar menos polêmica que o beijo falso da Globo? A resposta só pode ser: o nível da audiência.


Quem assiste a MTV? Meia dúzia de jovens, transgressores, em busca de contestar o sistema. Beijo gay na MTV não era só normal… Era de se esperar…


E quem assiste a novela da Globo? Milhões de famílias. Interessadas na não-transgressão. Em não ter que explicar para uma criança a situação dos dois barbados se beijando… Isso incomoda…


Conclusão: se o Ibope é baixo, pode. Se o Ibope é alto, não pode.


Segunda reflexão: como é que viemos parar nesta situação, em que admitimos que na TV, em horário nobre, uma pessoa torture, humilhe ou assassine outra pessoa do mesmo sexo, mas não aceitamos que beije?


Independente de sua orientação sexual e convicções, isso não te incomoda?