Artigos Café Brasil
#EnquantoIsso
#EnquantoIsso
Isca intelectual de Luciano Pires sobre celebrar ...

Ver mais

O desengajamento moral
O desengajamento moral
Isca intelectual de Luciano Pires sobre o ...

Ver mais

O ridículo
O ridículo
Isca intelectual de Luciano Pires pra incomodar: será ...

Ver mais

Quando um não quer.
Quando um não quer.
Isca intelectual de Luciano Pires com um exemplo de ...

Ver mais

550 – Carnaval revisitado
550 – Carnaval revisitado
Podcast Café Brasil 550 - Carnaval Revisitado. Mais um ...

Ver mais

549 – Os quatro compromissos
549 – Os quatro compromissos
Podcast Café Brasil 549 - Os quatro compromissos. Cara, ...

Ver mais

548 – O efeito borboleta
548 – O efeito borboleta
Podcast Café Brasil 548 - O efeito borboleta. Você já ...

Ver mais

547 – Sobre desigualdade
547 – Sobre desigualdade
Podcast Café Brasil 547 - Sobre desigualdade. O tema da ...

Ver mais

LíderCast 056 – Paula Miraglia
LíderCast 056 – Paula Miraglia
LiderCast 056 - Hoje conversaremos com Paula Miraglia, ...

Ver mais

LíderCast 055 – Julia e Karine
LíderCast 055 – Julia e Karine
LiderCast 055 - Hoje vamos conversar com duas jovens ...

Ver mais

LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LiderCast 054 - Hoje vamos falar com o empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LiderCast 053 - Hoje vamos entrevistar Adalberto ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Como não saber pela imprensa o que acontece na política
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garschagen, afirmando que basta que um político não seja a expressão daquele ideal de mundo acalentado por certos jornalistas para que eles abram mão do compromisso de ...

Ver mais

A arte de empreender
Tom Coelho
Sete Vidas
“É melhor aproximadamente agora do que exatamente nunca. Quem espera permanentemente pelo melhor momento jamais vai empreender.” (Aleksandar Mandic)   O Brasil é o 7º colocado mundial entre ...

Ver mais

Kenneth Arrow
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Kenneth Arrow   1921 – 2017 “Kenneth Arrow foi o mais importante economista teórico do século XX.” Paul Samuelson Kenneth Arrow nasceu em Nova York, EUA, em 1921. Estudou sempre em sua ...

Ver mais

Desafiando a Zona de Conforto
Mauro Segura
Transformação
Como podemos superar os nossos receios de tomar riscos? Como podemos mudar o curso da nossa história? A decisão de mudar é meramente individual. Aqui Mauro Segura conta algumas histórias e dá ...

Ver mais

Tempo é vida

Tempo é vida

Luciano Pires -

E então… dentro de algumas horas será outro ano. Depois que passamos dos 40, o tempo voa numa velocidade inacreditável. Tempo é o único recurso que não pode ser renovado e, portanto, o mais valioso, mas só percebemos isso quando ele nos falta, especialmente depois que passamos dos 40.

Eu, por exemplo, nunca consegui passar horas praticando qualquer atividade que sirva para “passar o tempo”. Já me acusaram de CDF, de só pensar em trabalho, de não curtir o lazer, mas não é assim. Não tenho nenhum problema em curtir o lazer lendo um bom livro, assistindo um bom filme, uma peça de teatro, jantando com amigos interessantes ou numa praia. A questão é outra.

 

O que sempre compreendi é que o tempo é valioso demais para ser trocado por qualquer coisa. Se vou fazer uma troca, que valha a pena. Por isso, quando vou escrever um texto, gravar um Podcast ou montar uma palestra, a primeira coisa que me vem à cabeça é: será que minha obra valerá o tempo que a pessoa dedicará para consumi-la? A palestra valerá os 30, 60 ou 90 minutos que a pessoa dedicará para ela? O texto valerá os 5 minutos de leitura? O Podcast valerá os 25 minutos de audição?

 

Esse é meu mote: farei com que seu tempo valha a pena?

 

Desenvolvi essa ideia em minha palestra GENTE NUTRITIVA (que você encontra no www.lucianopires.com.br). Tente se lembrar das pessoas que chegam para conversar com você, dão prazer, têm o dom de nutrir com simpatia, conhecimento, humor.

 

Lembrou?

 

Agora pense naquelas pessoas que, quando chegam, você preferia estar trocando o pneu do carro numa rua escura, na chuva. Gente chata, desinteressante, que tem o dom de nos sugar energia.

 

Sabe a diferença entre uma e outra? É a convicção que você tem de que as primeiras, nutritivas, não estão desperdiçando seu tempo. Com elas você ganha algo, faz uma troca justa, enquanto com as outras, joga fora minutos preciosos de sua vida. Minutos que nunca mais terá de volta.

A melhor coisa que você pode fazer é substituir a palavra “tempo” por “vida”. Experimente! Fale “me falta vida” em vez de “me falta tempo”. “Passavida” em vez de “passatempo”. “Me dê uns minutos da sua vida”.

 

Tempo é vida.

 

E é essa consciência que faz com que a gente reflita muito antes de decidir gastar nosso tempo, ou o tempo dos outros.

 

Assim, quando percebo que dentro de algumas horas 2016 chegará, me dá um frio na barriga. O que é que fiz com meu tempo durante 2015? Valeu a pena?

 

Fica assim então: que em 2016, cada minuto de seu tempo valha a pena. E que você faça com que cada segundo que alguém dedicar a você, também valha a pena.

 

Tempo é vida. O que é que você está fazendo com sua vida? E com a vida dos outros?

 

Feliz 2016.