Artigos Café Brasil
Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

Café Brasil 613 – Biologia política
Café Brasil 613 – Biologia política
E aí? Você é de direita ou de esquerda? Se incomoda com ...

Ver mais

612 – O Efeito Genovese
612 – O Efeito Genovese
Em 1964, Kitty Genovese foi assassinada em Nova York. ...

Ver mais

611 – Momentos felizes
611 – Momentos felizes
Felicidade não existe. O que existe na vida são ...

Ver mais

610 – Abre-te Sésamo
610 – Abre-te Sésamo
Abre-te Sésamo é a frase mágica do conto de Ali-Babá e ...

Ver mais

LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 - Hoje conversamos com Romeo Busarello, É ...

Ver mais

Lídercast 108 – Leandro Nunes
Lídercast 108 – Leandro Nunes
LíderCast 108 - Hoje conversamos com Leandro Nunes, um ...

Ver mais

Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Hoje conversamos com Lucia Bellocchio, uma jovem ...

Ver mais

LíderCast 106 – Labi Mendonça
LíderCast 106 – Labi Mendonça
LíderCast 106 - 106 - Hoje conversamos com Labi ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Interpretações do Brasil X – As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Interpretações do Brasil X As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo “Bons jogos dependem mais de boas regras do que de bons jogadores.” James Buchanan  Considerações iniciais A ...

Ver mais

O que aprender quando o futuro já era
Mauro Segura
Transformação
A minha experiência no ano passado mostrou que a história de viver cada dia como se fosse o último é uma baboseira. Aprendi que eu não preciso ter planos mirabolantes para ter uma vida digna, ...

Ver mais

MInha culpa é sua, camarada!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A tragédia do edifício que pegou fogo e desabou no Largo do Paissandu, em São Paulo, desvendou mais um bem bolado golpe; e golpe, novamente, travestido de “movimento social”: A máfia das invasões ...

Ver mais

O domínio esquerdista na dramaturgia brasileira
Bruno Garschagen
Ciência Política
Hoje, não há qualquer ameaça ao domínio da esquerda nas novelas, filmes, séries, teatro, programas de TV, jornalismo. Por isso a reação agressiva quando alguma obra fura a ditadura cultural.

Ver mais

Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Não interessa determinar o que é verdade e o que é ...

Ver mais

Cafezinho 72 – Fake News 1
Cafezinho 72 – Fake News 1
Quem julga o juiz?

Ver mais

Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Reenquadre o otário e ele vira ouro. Reenquadre a ...

Ver mais

Cafezinho 70 – O Efeito Genovese
Cafezinho 70 – O Efeito Genovese
O comportamento de quem vê algo errado e nada faz a ...

Ver mais

Serviço que presta

Serviço que presta

Luciano Pires -

Quando saí da empresa onde trabalhei por 26 anos para me dedicar a palestras, um amigo sugeriu uma corretora para tratar do seguro saúde. Chamei-os e fui muito bem atendido, fizeram várias planilhas mostrando as várias opções e acabei escolhendo uma delas, um plano empresarial Omint. Fechei o contrato numa reunião com os gerentes da corretora e da seguradora. É claro que não li as dezenas de cláusulas em minúcia, mas fui perguntando e eles respondendo as dúvidas. Escolhi um dos planos, caro pra danar, e combinei com eles que depois de um período eu decidiria se permaneceria naquele plano ou baixaria de categoria.

– Sem problemas! 

Fechei o contrato. Ao receber os documentos para assinar vi que fui classificado como “obeso”, o que jogou dentro da carência qualquer complicação que pudesse ser creditada ao excesso de peso. Um absurdo. Estou fora do peso, mas daí para “obeso” tem pelo menos um Faustão magro de distância. Mas relevei. Fechamos o plano em abril. Em junho completei 54 anos e recebi a segunda surpresa: um aumento gigantesco, absurdo, aviltante, por “mudança de faixa”. Liguei para a corretora para reclamar e a resposta foi protocolar: 

– Está no contrato. 

Após três meses de experiência senti que o plano era um excesso e solicitei à corretora um estudo para redução. Mais uma surpresa: modificações, só no aniversário do plano, dali a nove meses.  

– Tá no contrato. 

Nove meses depois, retomo o assunto para ter outra surpresa: a Omint não aceita reduzir, só aumentar. 

– Mas nós combinamos naquela reunião!

– Tá no contrato.

E aqui estou, com meu advogado, começando a brigar com a Omint. O corretor? Lavou as mãos, afinal tudo “tá no contrato”…

Praticamente ao mesmo tempo consegui um corretor para o seguro do automóvel. O critério foi alguém que estivesse perto de mim. O atendimento foi tão bom quanto o do corretor do plano de saúde, mas depois de fechado o contrato as coisas começaram a se diferenciar.

Meu corretor do seguro automóvel – o dono da empresa – liga de quando em quando. Faz sugestões sobre o que e como fazer para aproveitar oportunidades. Mostra as planilhas de cálculo, oferece-se para buscar melhores negociações e tem obtido reduções nos valores que pago anualmente. Quando cogitei trocar de automóvel, quem foi a primeira pessoa para quem liguei? Foi para ele, claro! Recebi as dicas dos carros que estão com problemas de peças de reposição, os que tem manutenção cara e os com seguro mais baixo.

Sacou a diferença? O corretor do seguro-automóvel virou meu consultor, o cara que eu chamo com prazer para tomar um cafezinho e trocar uns dedos de prosa. Recomendo-o para todo mundo. É claro que estamos envolvidos num negócio, mas ele demonstra querer o meu bem. O corretor do seguro saúde é só um intermediário com uma resposta burocrática: “tá no contrato”. Ele só quer o meu dinheiro.

Pois é, meu caro, existem corretores e Corretores. Um presta serviço. O outro presta serviço que presta.

Um continua comigo. O outro mandei à ponte que partiu. 

Meu contrato pessoal tem essa cláusula.

Luciano Pires