Artigos Café Brasil
Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

631 – O valor de seu voto – Revisitado
631 – O valor de seu voto – Revisitado
Mais discussão de ano de eleição: afinal o que é o ...

Ver mais

630 – Outra Guerreira – Simone Mozilli
630 – Outra Guerreira – Simone Mozilli
Este é outro Café Brasil que reproduz na íntegra um ...

Ver mais

629 – Gramsci e os Cadernos do Cárcere
629 – Gramsci e os Cadernos do Cárcere
Essa aparente doideira que aí está não é doideira. É ...

Ver mais

628 – O olhar de pânico
628 – O olhar de pânico
Aí você para, cansado, desmotivado, olha em volta e se ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
Segunda participação no LíderCast, com uma história que ...

Ver mais

LíderCast 123 – Augusto Pinto
LíderCast 123 – Augusto Pinto
Empreendedor com uma história sensacional de quem ...

Ver mais

LíderCast 122 – Simone Mozzilli
LíderCast 122 – Simone Mozzilli
Uma empreendedora da área de comunicação, que descobre ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Júlio de Mesquita Filho e a contrarrevolução cultural
Jota Fagner
Origens do Brasil
A ideia de concentração hegemônica não é exclusividade de Gramsci, outros autores de diferentes espectros ideológicos propuseram caminhos parecidos. Júlio de Mesquita Filho é um deles É preciso ...

Ver mais

Imagine uma facada diferente
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Imagine Fernando Haddad sendo vítima de uma tentativa de assassinato. Por um ex-militante do DEM ou do PSL, no mesmo dia em que Bolsonaro quase morreu pelas mãos de um ex-PSOL. Primeiramente, os ...

Ver mais

Uma discussão sobre inteligência artificial na educação
Mauro Segura
Transformação
Uma discussão sobre os benefícios que as novas tecnologias podem trazer para a educação brasileira. Mas será que estamos preparados para isso?

Ver mais

A burocracia e a Ignorância Artificial
Henrique Szklo
O Estado brasileiro, desde 1500, tem se esmerado em atravancar qualquer mecanismo da administração pública com um emaranhado de processos burocráticos de alta complexidade, difícil interpretação ...

Ver mais

Cafezinho 108 – O Ismo Quântico
Cafezinho 108 – O Ismo Quântico
O Ismo Quântico é o fenômeno que acontece quando o ...

Ver mais

Cafezinho 107 – O voto proporcional
Cafezinho 107 – O voto proporcional
Seu voto, antes de ir para um candidato, vai para um ...

Ver mais

Cafezinho 106 – Sobre fake news
Cafezinho 106 – Sobre fake news
Fake News são como ervas daninhas, não se combate ...

Ver mais

Cafezinho 105 – Quem categoriza?
Cafezinho 105 – Quem categoriza?
Quem define e categoriza o que será medido pode ...

Ver mais

Seis dicas para o Eureka

Seis dicas para o Eureka

Luciano Pires -

Em 2001 o neurocientista da Universidade de Washington, Marcus Raichle, observou cérebros em estado de descanso e descobriu que havia algo acontecendo numa parte escondida, lá na área do inconsciente. Ele descobriu uma febril atividade que queimava 20 vezes mais recursos metabólicos, combustível, que o cérebro consciente.

O neurologista Marcus Raichle

O neurologista Marcus Raichle

Raichle concluiu que os circuitos teoricamente em repouso do cérebro são paradoxalmente ligados quando você para de pensar e entra em repouso. Sua consciência repousa, mas a maquininha lá no fundo está a mil. É como o Windows, com centenas de tarefas rodando em segundo plano. E é ali, naquela área livre que empregamos as melhores mecânicas criativas.

O cérebro é considerado uma máquina de predição. Ele lida com as ideias e sentimentos quase sempre da mesma forma, construindo modelos de tudo que espera que aconteça, faça e sinta, e rapidamente recalcula as coisas quando está diante de uma novidade. Entendeu? O cérebro tenta transformar tudo em rotina, em hábitos, pois assim economiza energia.

Mas no subconsciente isso não acontece. Nele as ideias estão ativas, em turbilhões de conexões, filtragens e cruzamentos, até que de repente… Eureka! Surge a ideia, a solução, a inspiração!

Eu chamo isso de cozinhar as ideias. Quando estou lidando com problemas complexos, ou mesmo escrevendo um podcast, costumo deixar as ideias fluírem e depois boto o texto pra descansar e vou pensar em outras coisas. E sempre, eu disse SEMPRE, aparece uma ideia num momento que nada tem a ver com aquele texto. Surge o eureka e eu mando um e-mail pra mim mesmo com a dica que será incorporada ao texto na primeira oportunidade. E isso acontece até quando estou dormindo…

Com você não deve ser diferente.

O segredo então é acumular informação para que o subconsciente possa trabalhar com ela. O eureka de Arquimedes na banheira, por exemplo, aconteceu depois de muuuuito tempo de reflexão. A experiência por ele acumulada estava sendo trabalhada em seu íntimo e observar a água foi o gatilho. Mas havia muita experiência e reflexão acumulada.

Acumule informações, dados, de todas as formas possíveis, reflita sobre o problema e deixe seu cérebro descansar. Mas lembre-se: se você acumular dados demais, ficará indefinidamente perdido num tsunami de informações. E se acumular dados de menos, sentirá falta para tomar as decisões acertadas. Achar o equilíbrio é o segredo, que surgirá com a prática.

Será que dá então para provocar a inspiração, o insight, o eureka? Bem, vamos lá com umas dicas simples que sempre funcionam comigo.

  1. Desligue-se do problema. Pare para refletir. Saia fora do tiroteio. Dê tempo para o cérebro ativar o inconsciente.
  2. Mexa-se. Vá fazer um exercício, ande. Faça com que o cérebro preste atenção em seu corpo deixando em paz a área inconsciente, que vai trabalhar no problema.
  3. Saia do ambiente. Vá para outro lugar, viaje, visite um museu, distraia a atenção do problema e se exponha a estímulos. Arquimedes teve o eureka tomando um banho.
  4. Leia, assista, ouça coisas. Podcasts, por exemplo. Recentemente publiquei o depoimento de um ouvinte que teve um eureka ouvindo o programa, e a partir dali mergulhou num projeto que certamente mudará sua vida. Mas ele se expôs a algo fora de sua casinha, sacou?
  5. Tome nota. Desenhe. Rabisque. Eu sou maníaco por rabiscar, anotar e um dia olhar para aquele monte de coisas aparentemente sem sentido e fazer uma conexão.
  6. E por fim, preste atenção nos sinais de seu inconsciente. Acredite neles. E parta para a ação. Aceite esses sinais como uma missão dada. E cumpra. Mesmo que a ideia não esteja completa.Faça simples, deixe que as pessoas usem e depois sofistique. É claro que isso vale para mim, que trabalho com conhecimento.

Resumo: abra a porta para o subconsciente, curta as inspirações malucas, acostume-se a fazer conexões.

Louis Pasteur uma vez disse que “a sorte favorece a mente preparada”.

Boa sorte.