Artigos Café Brasil
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

587 – Podres de Mimados
587 – Podres de Mimados
Você já reparou como estão mudando os padrões morais, ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

LíderCast 087 – Ricardo Camps
LíderCast 087 – Ricardo Camps
Ricardo Camps, empreendedor e fundador do Tocalivros, ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

O que aprendi com o câncer
Mauro Segura
Transformação
Esse é o texto mais importante que escrevi na vida. Na ponta da caneta havia um coração batendo forte. Todo o resto perto a importância perto do que vivemos ao longo desse ano.

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Cafezinho 24 – Não brinco mais
Cafezinho 24 – Não brinco mais
Pensei em não assistir mais, até perceber que só quem ...

Ver mais

Robertos Do Brasil

Robertos Do Brasil

Luciano Pires -

ROBERTOS DO BRASIL


Minha amiga Sumara Ancona Lopes me manda um e-mail descrevendo a emoção que sentiu num show de Roberto Carlos em Araras, no mês de junho: “A noite estava fria, como sempre é no mês de junho, com aquele sereno caindo fininho. O povo lotou o ginásio. Por volta das 21h20, um grande agito, gritos, palmas, atropelos. Eu pensei que o Roberto Carlos havia feito uma aparição súbita em algum canto… Mas aí vi que era outro Roberto entrando, o jogador da seleção brasileira de futebol. Ele fez um caminho comprido até chegar ao seu lugar, protegido por seguranças, acenando a todos e sendo ovacionado, talvez por seu fã-clube mais antigo. Ele mora em Araras desde menino com sua família. E começou jogando no time local, o União São João. Não sei o que o Rei lá dentro do camarim deve ter pensado ao ouvir a ovação. Aí foram muitas fotos, com crianças, com jovens, com moças bonitas e outras nem tanto, autógrafos, entrevista à TV e rádio locais, abraços e batidas no ombro. E olha, pelo menos à distância, parecia que ele atendia a todos, muito solícito. Aí o Rei começou seu show, e claro, mostrou porque é Rei. Muito gentilmente falou da presença do craque na platéia. E ao final, agradeceu ao Roberto Carlos pela presença. Não sei se isto já aconteceu antes, mas foi bonito e muito emocionante ter ali, juntos, dois nomes que movimentam nossas emoções e mexem com nossos corações, de maneiras diferentes… Foi muito especial e eu fui pra casa feliz, no sereno caindo mais forte e pensando nas coisas boas que nós temos neste país, apesar dos pesares”.


Pois é… Minha amiga Sumara emocionou-se com dois Robertos do Brasil. Um, campeão no esporte. Outro na música. Ambos craques no que fazem…


Na noite fria de Araras, milhares de pessoas foram testemunhas de que o melhor do Brasil talvez seja mesmo o brasileiro…


Ao voltar para casa com a alma lavada, minha amiga Sumara deve ter ligado a TV. Onde provavelmente viu outro Roberto do Brasil. Outro craque. Capaz de mexer com nossas emoções, de provocar reflexões.


Outra celebridade que dá autógrafos e provoca catarse por onde passa.


O Roberto da TV não era Carlos. Era Jefferson. E naquele momento minha amiga sentiu o gosto de viver no Brasil, o país dos Robertos.


Ao vivo, sentiu a doce emoção de dividir o mesmo espaço com dois ícones de nosso tempo. Pela TV sentiu a amarga emoção de ver seu espaço invadido por mais um ícone de nosso tempo.


Três Robertos. Três craques. Dois expondo o que o Brasil tem de melhor.


Um expondo o que o Brasil tem de pior.


Dois representando a esperança. Um representando o medo.


Robertos do Brasil…


É verdade. O melhor do Brasil é o brasileiro.


Desde que você escolha o brasileiro certo.