Artigos Café Brasil
Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil no Top 10 Podbean
Café Brasil no Top 10 Podbean
O Café Brasil está entre os Top 10 numa das maiores ...

Ver mais

705 – Empreendedor: Meu malvado favorito
705 – Empreendedor: Meu malvado favorito
Meu, como tem empreendedor no Brasil, não é? Parece que ...

Ver mais

704 – 45 Minutos do Primeiro Tempo
704 – 45 Minutos do Primeiro Tempo
Patrick Santos é um jornalista que tem uma trajetória ...

Ver mais

703 – Fogo no Hall
703 – Fogo no Hall
Já fizemos diversos programas tratando da liberdade de ...

Ver mais

702 – Saindo da Bolha
702 – Saindo da Bolha
O Saindo da Bolha se anuncia como um podcast para quem ...

Ver mais

LíderCast 188 – Emerson Muzeli
LíderCast 188 – Emerson Muzeli
Homem da televisão, que dirigiu novelas, programas de ...

Ver mais

LíderCast 187 – Rabino Ventura
LíderCast 187 – Rabino Ventura
Um homem de fé, um rabino, com uma história fascinante ...

Ver mais

LíderCast 186 – Jorge Cury Neto
LíderCast 186 – Jorge Cury Neto
Radialista, um estudioso do impacto da voz humana na ...

Ver mais

LíderCast 185 – Sérgio Victor
LíderCast 185 – Sérgio Victor
Jovem Deputado Estadual do partido Novo por São Paulo, ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Todas mesmo?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Levado pelos ventos da modinha do movimento americano Me too, nascido da hipocrisia e do revanchismo de gente (genta, Dilma?) que não admite seu passado arrivista e joga para a plateia enquanto ...

Ver mais

Lendas urbanas volume um
Chiquinho Rodrigues
Ademar e Ademir eram gêmeos siameses isquiópagos. Gêmeos siameses xifópagos (E não XiPófagos como alguns entendem) são aqueles unidos por um segmento físico. A nomenclatura provém de xifóide que ...

Ver mais

A tolerância nos faz mais criativos
Henrique Szklo
Iscas Criativas
Neste momento em que uma indigesta polarização abraça o mundo, temos ouvido as pessoas de aparente bom senso propagarem por aí que é preciso tolerar as ideias diferentes das nossas. Bravo! Não ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Extensão e IntenSão* dos Termos (parte 10)
Alexandre Gomes
* Antes das piadas com o S no título, explico: a palavra “intensão” existe e é mais clara que “compreensão” (que poderia ter sido usada) por dois motivos: 1) a semelhança/oposição com a palavra ...

Ver mais

Cafezinho 256 – Mundos Morais
Cafezinho 256 – Mundos Morais
Talvez vivamos em mundos morais diferentes e nenhum ...

Ver mais

Cafezinho 255 – Melhores Inimigos
Cafezinho 255 – Melhores Inimigos
Queremos é o barraco

Ver mais

Cafezinho 254 – Morda a Isca
Cafezinho 254 – Morda a Isca
Quem morde a isca, aprende.

Ver mais

Cafezinho 253 – Brasiliência 2
Cafezinho 253 – Brasiliência 2
E a brasiliência, que poderia ser a nossa maior ...

Ver mais

Proteção emocional

Proteção emocional

Luciano Pires -

Um amigo liga pra marcar um almoço. Ele é alto executivo e confessa estar tão desgastado com a empresa, que não tem mais motivação para continuar. Quer partir para seu próprio negócio e gostaria de saber se eu teria algum conselho. E lá fui eu, tentando não ser óbvio:

“É claro que você já sabe que no momento em que deixar a empresa, perderá tudo aquilo que no contexto da sociedade faz de você uma pessoa importante: o sobrenome corporativo, o carro novo, as reuniões importantes, os baba-ovos, o poder. No lado material essas coisas podem ser trabalhadas, dependem de sua eficiência profissional. O problema é o lado intangível, o que se passa dentro da sua cabeça.

Comece com o que eu chamo de “timeframe”: defina um prazo. Quer sair quando? Daqui a seis meses? Cinco anos? Essa primeira definição é fundamental, é ela que orientará suas escolhas daqui para a frente.

Outra coisa imprescindível: crie uma proteção emocional.”

Diante da expressão de curiosidade, continuei: “O que mais me incomodou desde que deixei o universo corporativo foi manter a estabilidade emocional quando eu me visse ‘desimportante’, esperando na recepção, encontrando resistência para marcar reuniões, sendo esnobado por clientes e não tendo equipes para me dar suporte. No lado financeiro também houve um baque. Sem o salário garantido eu teria que repensar cada investimento, não poderia dar mais à minha família certos confortos sem preocupação. Sem uma proteção emocional essas constatações derrubam nossa auto-estima, fazem com que questionemos nossa capacidade de resolver problemas, nos deixam amargos, colocam o trabalho que fazemos em xeque. Se você não se preparar emocionalmente, entrará numa espiral destrutiva, perderá o tesão de lutar por seus objetivos até chegar no inferno de qualquer empreendedor: a insegurança. É exatamente aí que a proteção emocional cumpre um papel fundamental.

Proteção emocional não se aprende na escola. É claro que você pode contar com ajuda externa de mentores, coaches e gurus que darão dicas preciosas, mas que sempre serão algo de fora para dentro. A proteção emocional vem de dentro para fora. Começa com uma profunda reflexão sobre o impacto e influência que a decisão de sair, a mudança, causará sobre você e sobre os que o rodeiam. Passa por um exercício de cenários, quando você deve mentalmente imaginar as situações que podem acontecer, praticar aquele “e se?”. Depende de uma idéia clara de propósito: você está a serviço de que? É também necessário conhecer muito bem as expectativas das pessoas que dependem de você e calibrá-las para a nova fase.

E o principal: você tem que ser capaz de gerenciar suas próprias expectativas, não sonhar alto demais, não achar que todas as pessoas querem seu sucesso e vão te ajudar. Não querem e não vão.

Resumindo: fixe o prazo para sair e construa uma proteção emocional. O resto depende de sua eficiência profissional, e isso você tem de sobra.”

Meu amigo pagou o almoço.

Luciano Pires