Artigos Café Brasil
#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Ao longo de 2018 o Café Brasil Premium decolou e ...

Ver mais

#Retrospectiva PodSumários
#Retrospectiva PodSumários
Comece 2019 praticando o Fitness Intelectual. A barriga ...

Ver mais

657 – Brumadinho e a Challenger
657 – Brumadinho e a Challenger
A tragédia da explosão da Challenger em 1986 marcou ...

Ver mais

656 – Rua Ramalhete
656 – Rua Ramalhete
Este programa é uma homenagem ao Tavito, que faleceu em ...

Ver mais

655 – É carnaval
655 – É carnaval
Tem gente boa, muito boa, fazendo a legítima música de ...

Ver mais

654 – Sarau Café Brasil III
654 – Sarau Café Brasil III
Realizamos mais uma edição do Café Brasil Premium, ...

Ver mais

LíderCast 145 – Ana Paula Andrade
LíderCast 145 – Ana Paula Andrade
CEO de uma multinacional de trademarketing, a Marco ...

Ver mais

LíderCast 144 – Daniel Arcoverde e Rafael Belmonte
LíderCast 144 – Daniel Arcoverde e Rafael Belmonte
Os jovens empreendedores que criaram a netshow.me, uma ...

Ver mais

LìderCast 143 – Doug Alvoroçado
LìderCast 143 – Doug Alvoroçado
Esse alvoroçado não é nome não, é adjetivo. Um ...

Ver mais

LíderCast 142 – Marcelo Pimenta
LíderCast 142 – Marcelo Pimenta
O Menta é um facilitador da inovação, um inquieto ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Uma certa ideia de Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Uma certa ideia de Brasil Excelente retrospectiva de 2003 a 2018 “Precisamos ter uma ideia de como nos vemos como país, de nosso passado, nosso presente e nosso futuro.” Pedro Malan Este não é, ...

Ver mais

CAPÍTULO 2 – LINGUAGEM E SEUS SÍMBOLOS (parte 4)
Alexandre Gomes
O caminho até agora está ficando longo, não é? Por mais que eu use exemplos próximos da realidade; ainda assim, eu e você estamos buscando entender conceitos abstratos. Afinal, estamos falando ...

Ver mais

Só envelhece quem perde a curiosidade
Henrique Szklo
O mundo está muito óbvio. As coisas têm sido analisadas pelos pontos de vista mais superficiais e, em geral, equivocados. Julga-se por aparência, por condição financeira, por orientação sexual, ...

Ver mais

Defendam Douglas também
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Não conhece Douglas Leandro Clizesqui? Sem problemas. Ninguém conhece. Ele é pai de Douglas Murilo, uma das oito vítimas fatais no massacre da escola estadual em Suzano; o caso todos conhecem. ...

Ver mais

Cafezinho 161 – A prisão do ex-presidente
Cafezinho 161 – A prisão do ex-presidente
Embora pareça que tudo está dentro da esfera criminal, ...

Ver mais

Cafezinho 160 – Os cinco estágios
Cafezinho 160 – Os cinco estágios
Ajudando a compreender o cenário político brasileiro.

Ver mais

Cafezinho 159 – O bobo da corte
Cafezinho 159 – O bobo da corte
O palhaço, o bobo, o gozador, é o único a perceber a ...

Ver mais

Cafezinho 158 – O tempo que lhe resta
Cafezinho 158 – O tempo que lhe resta
Dê o primeiro passo para fazer com que o tempo de vida ...

Ver mais

Possuir ou ser possuído

Possuir ou ser possuído

Luciano Pires -

O Lhakpa é o que está com a camisa do Brasil nr. 9... Ou melhor, é o mais feliz de todos.

Em minha palestra O Meu Everest conto como foi a aventura de seguir a trilha a caminho do Campo Base da maior montanha do mundo, uma desafiadora caminhada de 100 km e altitudes de até 5.500 metros. A estrutura que nos acompanhava era completa, com carregadores, guias e Iaques, os primos dos bois que servem como animais de carga na região.

Os seis guias regionais eram da etnia sherpa, que habita as regiões montanhosas do Nepal. Os Sherpas são originários do Tibete e na língua deles, shyar significa “leste” e Pa significa “povo”. Povo do leste. O “meu” guia era o Lhakpa, que cuidava para que o brasileiro maluco não se matasse na montanha. Lhakpa quer dizer “quarta-feira” no idioma deles…

Bem, aquele povo é sofrido, vive numa dureza atroz e muitos se dedicam a guiar os turistas nas duas temporadas de escalada (abril-maio e outubro-novembro), obtendo renda para garantir a subsistência durante o ano.
Para aliviar a caminhada, levei comigo um CD Player, trambolho que usávamos pra ouvir música antes de aparecer o Mp3.  E na mochila, CDs de Raul Seixas, Caetano, uns sambas e outras coisinhas. Aquele precioso aparelho teve um papel importantíssimo na caminhada, pois me injetou ânimo, ritmo e entusiasmo quando eu mais precisava deles.

De quando em quando os sherpas pediam para ouvir um pouco e se divertiam com sons que para eles eram estranhos. Era evidente o fascínio que eles tinham pelo CD player.

Quando terminamos a viagem, eu estava no quarto da pousada na cidade de Lukla e o Lhakpa chegou carregando parte de minhas coisas. Começava ali um ritual de despedida. Mostrando a coleção de CDs, pedi que escolhesse um de presente. Ele ficou atônito, abriu um imenso sorriso e pegou a trilha sonora do filme The Commitments, agradecendo efusivamente.

Então peguei o CD player e entreguei a ele.

-Take it. It´s yours.

A expressão que ele fez foi de uma felicidade incontida, como se tivesse recebido um automóvel de presente!  Um CD Player! Para um sherpa na região do Vale do Khumbu no Nepal. Em 2001! Aquilo era o máximo!

Enquanto eu o observava flutuando escada abaixo, crescia em mim uma sensação de paz e felicidade. Eu estava mais feliz do que ele e isso me deixou surpreso!

Esta semana, lendo sobre a cultura de algumas tribos indígenas dos Estados Unidos tive uma perspectiva diferente sobre a felicidade que senti naquele dia no Nepal.

Os velhos índios dizem que quando você dá para alguém algo que é importante para você, sua vida é renovada. Esse gesto significa que você possui as coisas, não são as coisas que possuem você.

Quem não consegue se desfazer de suas posses, será destruído por elas.
Descobri que o que me deu paz e felicidade não foi presentear o Lhakpa com meu precioso CD Player.

Foi a sensação de liberdade.

Luciano Pires