Artigos Café Brasil
Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

631 – O valor de seu voto – Revisitado
631 – O valor de seu voto – Revisitado
Mais discussão de ano de eleição: afinal o que é o ...

Ver mais

630 – Outra Guerreira – Simone Mozilli
630 – Outra Guerreira – Simone Mozilli
Este é outro Café Brasil que reproduz na íntegra um ...

Ver mais

629 – Gramsci e os Cadernos do Cárcere
629 – Gramsci e os Cadernos do Cárcere
Essa aparente doideira que aí está não é doideira. É ...

Ver mais

628 – O olhar de pânico
628 – O olhar de pânico
Aí você para, cansado, desmotivado, olha em volta e se ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
Segunda participação no LíderCast, com uma história que ...

Ver mais

LíderCast 123 – Augusto Pinto
LíderCast 123 – Augusto Pinto
Empreendedor com uma história sensacional de quem ...

Ver mais

LíderCast 122 – Simone Mozzilli
LíderCast 122 – Simone Mozzilli
Uma empreendedora da área de comunicação, que descobre ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Júlio de Mesquita Filho e a contrarrevolução cultural
Jota Fagner
Origens do Brasil
A ideia de concentração hegemônica não é exclusividade de Gramsci, outros autores de diferentes espectros ideológicos propuseram caminhos parecidos. Júlio de Mesquita Filho é um deles É preciso ...

Ver mais

Imagine uma facada diferente
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Imagine Fernando Haddad sendo vítima de uma tentativa de assassinato. Por um ex-militante do DEM ou do PSL, no mesmo dia em que Bolsonaro quase morreu pelas mãos de um ex-PSOL. Primeiramente, os ...

Ver mais

Uma discussão sobre inteligência artificial na educação
Mauro Segura
Transformação
Uma discussão sobre os benefícios que as novas tecnologias podem trazer para a educação brasileira. Mas será que estamos preparados para isso?

Ver mais

A burocracia e a Ignorância Artificial
Henrique Szklo
O Estado brasileiro, desde 1500, tem se esmerado em atravancar qualquer mecanismo da administração pública com um emaranhado de processos burocráticos de alta complexidade, difícil interpretação ...

Ver mais

Cafezinho 107 – O voto proporcional
Cafezinho 107 – O voto proporcional
Seu voto, antes de ir para um candidato, vai para um ...

Ver mais

Cafezinho 106 – Sobre fake news
Cafezinho 106 – Sobre fake news
Fake News são como ervas daninhas, não se combate ...

Ver mais

Cafezinho 105 – Quem categoriza?
Cafezinho 105 – Quem categoriza?
Quem define e categoriza o que será medido pode ...

Ver mais

Cafezinho 104 – A greta
Cafezinho 104 – A greta
Dois meio Brasis jamais somarão um Brasil inteiro.

Ver mais

Os tortos e os direitos

Os tortos e os direitos

Luciano Pires -

Desarmem sim. Desarmem já. Desarmem os loucos. Desarmem os desequilibrados. Os irresponsáveis. Os inconseqüentes. Os imaturos. Os ignorantes. Os bandidos. Os desonestos. Os terroristas. Os anarquistas. Os seqüestradores. Os brutos. Os imorais. Os amorais. Os brutamontes. Os depressivos. Os neurastênicos. Os maus. Os ébrios. Os alucinados. Os amargos. Os mal humorados. Os vingativos. Os desesperados. Os estúpidos. Os idiotas. Os violentos. Os sem consciência. Os ladrões. Os assassinos. Os sádicos. Os indignos. Os torcedores uniformizados. Os pobres de espírito. Os esquizofrênicos… Os tortos.

Coloquem todos os voluntários, toda energia, toda a mídia e todo o dinheiro nos processos para separar os tortos dos direitos. 

Mas não desarmem só os direitos. 

Eu sou direito.

Sou pacífico, muito equilibrado. Fujo das confusões e provocações. Respeito as leis. Jamais partiria para o confronto físico, a não ser em defesa da minha família. E nessa hora, dependendo do oponente, quero ter uma arma. E, se for um bandido, quero uma arma de fogo. Conseguirei atirar? Depende da ameaça. Mas com a arma nas mãos eu teria garras e dentes. Rosnaria para o predador, que pensaria duas vezes antes de atacar, talvez preferindo procurar um animal indefeso, um filhote, que não esboçasse reação.

Mas quero que seja proibido que civis andem armados na rua. Quero que o processo para comprar uma arma e registrá-la, seja tão difícil quanto abrir uma empresa. Quero que periodicamente tenha que ser feito um novo registro. Quero que o registro custe caro. Quero fiscalização dura sobre as lojas que vendem armas. Quero exames psicológicos, psicotécnicos, físicos, antropológicos, sociológicos e todos os lógicos para quem quiser comprar armas. Quero que quem não cumprir a lei, seja punido exemplarmente. Quero que o governo faça sua parte no combate ao contrabando e aos bandidos. Quero polícia armada, preparada e ostensiva. Quero que a justiça acabe com a impunidade. Quero que a mídia dedique-se ao assunto com a mesma ênfase com que cobre o casamento do jogador de futebol.

Mas quero a liberdade de ter minha arma, seguramente guardada em casa, sob minha inteira e total responsabilidade. Eu sou direito. 

Quero tratamento diferente dos tortos. Quero liberdade de ter garras e dentes para resistir aos predadores. Quero poder rosnar em vez de miar.Respeito quem quer desarmar os tortos e os direitos. Mas primeiro, os tortos.

Por isso votarei contra o desarmamento. Contra esse que está aí.

São Paulo, 22 de setembro de 2005

Luciano Pires, o redundante.