Artigos Café Brasil
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

587 – Podres de Mimados
587 – Podres de Mimados
Você já reparou como estão mudando os padrões morais, ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

LíderCast 087 – Ricardo Camps
LíderCast 087 – Ricardo Camps
Ricardo Camps, empreendedor e fundador do Tocalivros, ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

O que aprendi com o câncer
Mauro Segura
Transformação
Esse é o texto mais importante que escrevi na vida. Na ponta da caneta havia um coração batendo forte. Todo o resto perto a importância perto do que vivemos ao longo desse ano.

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Cafezinho 24 – Não brinco mais
Cafezinho 24 – Não brinco mais
Pensei em não assistir mais, até perceber que só quem ...

Ver mais

Os eles

Os eles

Luciano Pires -

“Agora eles já não querem mais atacar a Dilma. Agora eles já estão pensando é que tem que balear o Lula pensando que o Lula vai voltar em 2018. Eu nem sei se vou estar vivo”.

Esse foi Luis Inácio Lula da Silva representando mais uma vez o papel de mártir e atacando os “eles”. Lula ataca os “eles” desde os anos setenta.

Mas quem seriam esses eles? Lula já deu pistas. Talvez sejam os louros de olhos azuis. Mas tem um monte de louros de olhos azuis com Lula.

Talvez sejam os milionários banqueiros. Mas tem um monte de banqueiros com Lula.

Acho então que são os milionários empreiteiros. Mas tem um monte de empreiteiros com Lula.

Ah! São os barões da mídia! Mas… a maioria deles está com o Lula!

Devem ser então os milionários industriais. Mas tem um monte de industriais com Lula.

Pô, então quem são os eles?

Ah, já sei! Deve ser aquela turma que foi às ruas no domingo, dia 16, pedindo a retirada do PT do poder. Só podem ser aqueles. Aliás, apresentaram até uma pesquisa feita por petistas, que determinou o perfil dos que estavam nas ruas no domingo. Será que ela mostra quem são os eles? Vejamos: 57% são homens, 64% têm ensino superior e 73% se declaram brancos.

Pô, mas tem um monte de gente assim com o Lula!

Hummmm… então não dá pra classificar os “eles” pela aparência física. Nem pelo grau de educação ou classe social. Nem pela geografia. Deve ser então pela ideologia?

Talvez quem sempre associamos como direita? Mas o Maluf e o Sarney estão com o Lula! E tem um monte de esquerdistas, especialmente os hidrófobos, contra o Lula.

Então deve ser uma questão moral. Os honestos estão contra o Lula. Mas tem um monte de gente honesta ao lado dele, eu mesmo conheço alguns!

Não é por sexo também. Nem pelo time do coração.

Pô, quem são esses “eles”?

Ah, claro, existe uma nova designação que talvez sirva como pista!

Coxinhas. Os “eles” são os coxinhas!

Mas peraí… a definição de “coxinha” diz que são pessoas com certo poder aquisitivo, preocupadas com a aparência, que gostam do bom e do melhor, usam roupas de marca, têm cabelo impecável e um cachorrinho de raça chamado Igor.

Mas caramba, no domingo a maioria das pessoas que estava na rua não correspondia a essa descrição. E tem um bocado de gente assim com o Lula. Não… “eles” não são só os coxinhas.

Ah, serão eles os burgueses? Mas qual a diferença entre “coxinha” e “burguês”? Não existe.

Uia! Serão os militares? Não, não podem ser. Esses estão recolhidos aos quartéis e obedecem aos amigos do Lula.

Não podem ser os professores, os médicos, os advogados, os jornalistas, os engenheiros, os garçons, as massagistas, os profissionais liberais…

Só sobrou uma explicação.

“Eles”são todos os que estão de saco cheio das mentiras e do populismo barato de Lula e Cia.

Então “eles” são os que foram às ruas no domingo,16, sim senhor. Os que trabalham em dias úteis (e muitos, nos não úteis também), pagam impostos, criam empregos, fazem o mercado girar, estudam, vão ao clube, à missa, ao templo, andam de carro e de busão, votam nas eleições…

Lula, o nome deles é “povo”.