Artigos Café Brasil
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

591 – Alfabetização para a mídia
591 – Alfabetização para a mídia
Hoje em dia as informações chegam até você ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

LíderCast 91 – Saulo Arruda
LíderCast 91 – Saulo Arruda
Saulo Arruda, que teve uma longa carreira como ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Vale fazer um curso universitário se as profissões vão desaparecer?
Mauro Segura
Transformação
Numa perspectiva de que tudo muda o tempo todo, será que vale a pena sentar num banco de universidade para se formar numa profissão que vai desaparecer ou se transformar nos próximos anos?

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Cafezinho 24 – Não brinco mais
Cafezinho 24 – Não brinco mais
Pensei em não assistir mais, até perceber que só quem ...

Ver mais

O Templo

O Templo

Luciano Pires -

Êêê Brasil… O Senado está quase aprovando um projeto do senador Marcelo Crivella – o bispo Crivella – incluindo as igrejas entre as beneficiárias da Lei Rouanet, que permite que as empresas apliquem em projetos culturais até 4% do Imposto de Renda devido no ano. O bispo Crivella é sobrinho de Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus. Pois é… Poucos dias atrás foi ao ar um programa na rede Record mostrando a inauguração de um gigantesco templo da Igreja Universal em Soweto, na África do Sul. Soweto é um bairro da cidade de Johannesburgo, uma espécie de cidade-dormitório, quase um gueto, formada por negros que dali só saíam para trabalhar nos bairros mais ricos da cidade. Soweto explodiu em 1976, quando revoltas contra o governo foram reprimidas à bala, com a morte de mais de 500 pessoas. Foi o estopim para a pressão mundial que derrubou o regime racista do apartheid. Hoje Soweto reúne – de um lado gente morando dentro de cubículos de lata, cozinhando ao ar livre com fogareiros, vivendo na mais absoluta miséria, e de outro uma área nobre, rica, em crescimento. Pois foi na área miserável que, com um investimento de 20 milhões de dólares, foi erguido um novo templo da Igreja Universal, com capacidade para 8 mil pessoas. No dia da inauguração, além da lotação esgotada, mais 3 mil pessoas assistiram ao culto do lado de fora, em telões. Todos cantando, dançando e orando com o bispo Edir Macedo, que em inglês fez sua pregação:


– Vocês estão vendo esta beleza de templo? Esta é a casa de vocês. Mas Deus quer que vocês tenham uma casa mais bonita que esta.


Só quem contrapôs os casebres miseráveis ao luxo suntuoso do templo consegue avaliar o que significa uma promessa desse tipo. O miserável faminto entra num lugar maravilhoso, com conforto e iluminação, pé-direito gigantesco, som de primeira e ouve alguém dizer que Deus vai lhe dar algo melhor que aquilo… Em sua desesperança, agarra-se à promessa. Dá seus centavos. Trabalha de graça. Canaliza toda a esperança para o milagre prometido. E os 20 milhões de dólares vão retornar logo, logo… É impressionante. Tudo que o pastor tem a oferecer é esperança. Devidamente embalada pelo templo, pelas canções e pelas obras sociais. No dia da inauguração foram distribuídos milhares de preservativos para a população devastada pela Aids. E com certeza a Igreja Universal vai criar dezenas de programas sociais que aliviarão o sofrimento dos miseráveis. De um lado o comércio da fé, explorando a esperança dos desesperançados. De outro um movimento capaz de suprir certas carências do estado, levando conforto a quem nada tem.
Para aquela família desesperada de Soweto, Edir Macedo é um anjo.
Mas para quem o viu em vídeos ensinando como pegar o dinheiro dos fiéis, ele é um demônio.
E agora?
De repente me veio à lembrança o Edmar Cid Ferreira, ex-dono do Banco Santos. Por um lado, a desonestidade criando todas as falcatruas possíveis, explorando o dinheiro dos correntistas e levando a instituição à falência. Por outro lado um mecenas, capaz de investir milhões em arte, criando programas ambiciosos que foram importantes para a cultura brasileira e que, por falta de patrocínio, depois que o banco quebrou, não existem mais. E veja que interessante: usando a lei Rouanet em todas as suas possibilidades!
Para os correntistas e investidores que perderam com a quebra do banco, Edmar é um demônio. Para os artistas que se beneficiaram de suas doações e patrocínios, um anjo.
Bem Brasil, não é? O anjo e o demônio dormindo na mesma cama…
A questão é saber se são anjos que caem na tentação do demônio ou demônios disfarçados de anjos.
Não sei não… Edmar, Edir…
Essa lei Rouanet é um perigo…