Artigos Café Brasil
O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Café Brasil 613 – Biologia política
Café Brasil 613 – Biologia política
E aí? Você é de direita ou de esquerda? Se incomoda com ...

Ver mais

612 – O Efeito Genovese
612 – O Efeito Genovese
Em 1964, Kitty Genovese foi assassinada em Nova York. ...

Ver mais

611 – Momentos felizes
611 – Momentos felizes
Felicidade não existe. O que existe na vida são ...

Ver mais

610 – Abre-te Sésamo
610 – Abre-te Sésamo
Abre-te Sésamo é a frase mágica do conto de Ali-Babá e ...

Ver mais

LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 - Hoje conversamos com Romeo Busarello, É ...

Ver mais

Lídercast 108 – Leandro Nunes
Lídercast 108 – Leandro Nunes
LíderCast 108 - Hoje conversamos com Leandro Nunes, um ...

Ver mais

Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Hoje conversamos com Lucia Bellocchio, uma jovem ...

Ver mais

LíderCast 106 – Labi Mendonça
LíderCast 106 – Labi Mendonça
LíderCast 106 - 106 - Hoje conversamos com Labi ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Interpretações do Brasil X – As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Interpretações do Brasil X As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo “Bons jogos dependem mais de boas regras do que de bons jogadores.” James Buchanan  Considerações iniciais A ...

Ver mais

O que aprender quando o futuro já era
Mauro Segura
Transformação
A minha experiência no ano passado mostrou que a história de viver cada dia como se fosse o último é uma baboseira. Aprendi que eu não preciso ter planos mirabolantes para ter uma vida digna, ...

Ver mais

MInha culpa é sua, camarada!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A tragédia do edifício que pegou fogo e desabou no Largo do Paissandu, em São Paulo, desvendou mais um bem bolado golpe; e golpe, novamente, travestido de “movimento social”: A máfia das invasões ...

Ver mais

O domínio esquerdista na dramaturgia brasileira
Bruno Garschagen
Ciência Política
Hoje, não há qualquer ameaça ao domínio da esquerda nas novelas, filmes, séries, teatro, programas de TV, jornalismo. Por isso a reação agressiva quando alguma obra fura a ditadura cultural.

Ver mais

Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Não interessa determinar o que é verdade e o que é ...

Ver mais

Cafezinho 72 – Fake News 1
Cafezinho 72 – Fake News 1
Quem julga o juiz?

Ver mais

Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Reenquadre o otário e ele vira ouro. Reenquadre a ...

Ver mais

Cafezinho 70 – O Efeito Genovese
Cafezinho 70 – O Efeito Genovese
O comportamento de quem vê algo errado e nada faz a ...

Ver mais

O ridículo

O ridículo

Luciano Pires -

Assisti matérias nos telejornais sobre a situação no Espírito Santo.

Apareceram os policiais em greve dizendo que não podem sair do quartel porque a família não deixa. É ridículo.

Apareceu a informação de que eles estão há 3 anos sem nem mesmo reposição da inflação. Outras informações dizem que os policiais querem um reajuste de 43%, acumulado referente aos sete anos em que não há aumento. E um auxílio-alimentação de R$ 176. Ou R$ 8 por dia útil. É ridículo.

Mas apareceu um representante do governo dizendo que foram concedidos reajustes de 38,85% nos últimos 7 anos a todos os militares e a folha de pagamento da corporação teve um acréscimo de 46% nos últimos 5 anos. Um diz que teve aumento, outro disse que não. É ridículo.

Alguém falou do salário de um PM no Estado: R$ 2.643, sem qualquer benefício como vale-alimentação. Aí o representante do governo aparece para dizer que a remuneração inicial dos militares da categoria de soldado a subtenente é realmente de R$ 2.646,12, mas pode chegar a R$7.108,48.  Informações desencontradas sendo usadas como armas. É ridículo.

Apareceu um sujeito nervoso dizendo que a polícia militar não pode parar para reclamar seus direitos. Outro diz que só parando para poder reclamar seus direitos. E quem se ferra é o povo. É ridículo.

Apareceram um filósofo e um comediante para dizer que a solução é desmilitarizar a polícia. É ridículo.

Apareceu o governador, saído de uma cirurgia, perguntando onde é que vai arrumar dinheiro pra aumentar os PMs. É ridículo.

Antes um depoimento de uma dona de casa que está presa em seu apartamento, sem coragem de sair às ruas nem para comprar comida. Depois uma mãe mostrando os filhos pequenos presos em casa, pois as escolas estão fechadas. É ridículo.

Aí, imagens de saques, tiroteios e motoristas apavorados fugindo de bandidos pelas ruas do centro da cidade. É ridículo.

E outras imagens, mostrando que entre os saqueadores, muitos não são bandidos, mas “gente de bem”, que viu a bagunça e resolveu tirar sua casquinha. É ridículo.

Nas redes sociais, imagens chocantes de linchamentos de bandidos pela população. É ridículo.

Agora a informação de que a Polícia Civil também estaria entrando em greve. É ridículo.

E por fim, vários outros Estados já demonstram que estão em situação similar à do Espírito Santo, com possibilidade de que as greves se alastrem e os criminosos tomem conta. É ridículo.

Ridículo, ridículo, ridículo.

Isso tudo provocado pelas Câmaras, Senados, Presidentes, Governadores, Prefeitos e Vereadores que constituem esse Estado Brasileiro que é o melhor que nós, enquanto sociedade, conseguimos eleger.

Entendeu? Isso é o melhor que nós conseguimos fazer.

Ridículo.