Artigos Café Brasil
O desengajamento moral
O desengajamento moral
Isca intelectual de Luciano Pires sobre o ...

Ver mais

O ridículo
O ridículo
Isca intelectual de Luciano Pires pra incomodar: será ...

Ver mais

Quando um não quer.
Quando um não quer.
Isca intelectual de Luciano Pires com um exemplo de ...

Ver mais

Um bosta
Um bosta
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

549 – Os quatro compromissos
549 – Os quatro compromissos
Podcast Café Brasil 549 - Os quatro compromissos. Cara, ...

Ver mais

548 – O efeito borboleta
548 – O efeito borboleta
Podcast Café Brasil 548 - O efeito borboleta. Você já ...

Ver mais

547 – Sobre desigualdade
547 – Sobre desigualdade
Podcast Café Brasil 547 - Sobre desigualdade. O tema da ...

Ver mais

546 – Só por hoje
546 – Só por hoje
Podcast Café Brasil 546 - Só por hoje. Adicção é o ...

Ver mais

LíderCast 056 – Paula Miraglia
LíderCast 056 – Paula Miraglia
LiderCast 056 - Hoje conversaremos com Paula Miraglia, ...

Ver mais

LíderCast 055 – Julia e Karine
LíderCast 055 – Julia e Karine
LiderCast 055 - Hoje vamos conversar com duas jovens ...

Ver mais

LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LiderCast 054 - Hoje vamos falar com o empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LiderCast 053 - Hoje vamos entrevistar Adalberto ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 06
Videocast Nakata T02 06
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 06 Em seu dia a ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 05
Videocast Nakata T02 05
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 05 Começo esta ...

Ver mais

Desafiando a Zona de Conforto
Mauro Segura
Transformação
Como podemos superar os nossos receios de tomar riscos? Como podemos mudar o curso da nossa história? A decisão de mudar é meramente individual. Aqui Mauro Segura conta algumas histórias e dá ...

Ver mais

Especial é o seu bolso, não o cheque
Tom Coelho
Sete Vidas
“Você não fica rico com o que ganha; fica rico com o que poupa.” (Yoshio Teresawa)   Crédito de cheque especial lembra visita de parentes distantes. Eles chegam quase sem avisar para um ...

Ver mais

O que vi e vivi nos dias de terror no Espírito Santo
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca Intelectual de Bruno Garschagen. O que aconteceu no Espírito Santo abre uma janela de oportunidade fabulosa para discutirmos temas fundamentais para a segurança da sociedade.

Ver mais

Carnaval: síntese da economia criativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Carnaval: síntese da economia criativa “A ‘Cadeia Produtiva do Carnaval’ pode ser traduzida num conceito formal de ‘Economia Criativa e Multidisciplinar’, pois lida com a interface entre ...

Ver mais

O ridículo

O ridículo

Luciano Pires -

Assisti matérias nos telejornais sobre a situação no Espírito Santo.

Apareceram os policiais em greve dizendo que não podem sair do quartel porque a família não deixa. É ridículo.

Apareceu a informação de que eles estão há 3 anos sem nem mesmo reposição da inflação. Outras informações dizem que os policiais querem um reajuste de 43%, acumulado referente aos sete anos em que não há aumento. E um auxílio-alimentação de R$ 176. Ou R$ 8 por dia útil. É ridículo.

Mas apareceu um representante do governo dizendo que foram concedidos reajustes de 38,85% nos últimos 7 anos a todos os militares e a folha de pagamento da corporação teve um acréscimo de 46% nos últimos 5 anos. Um diz que teve aumento, outro disse que não. É ridículo.

Alguém falou do salário de um PM no Estado: R$ 2.643, sem qualquer benefício como vale-alimentação. Aí o representante do governo aparece para dizer que a remuneração inicial dos militares da categoria de soldado a subtenente é realmente de R$ 2.646,12, mas pode chegar a R$7.108,48.  Informações desencontradas sendo usadas como armas. É ridículo.

Apareceu um sujeito nervoso dizendo que a polícia militar não pode parar para reclamar seus direitos. Outro diz que só parando para poder reclamar seus direitos. E quem se ferra é o povo. É ridículo.

Apareceram um filósofo e um comediante para dizer que a solução é desmilitarizar a polícia. É ridículo.

Apareceu o governador, saído de uma cirurgia, perguntando onde é que vai arrumar dinheiro pra aumentar os PMs. É ridículo.

Antes um depoimento de uma dona de casa que está presa em seu apartamento, sem coragem de sair às ruas nem para comprar comida. Depois uma mãe mostrando os filhos pequenos presos em casa, pois as escolas estão fechadas. É ridículo.

Aí, imagens de saques, tiroteios e motoristas apavorados fugindo de bandidos pelas ruas do centro da cidade. É ridículo.

E outras imagens, mostrando que entre os saqueadores, muitos não são bandidos, mas “gente de bem”, que viu a bagunça e resolveu tirar sua casquinha. É ridículo.

Nas redes sociais, imagens chocantes de linchamentos de bandidos pela população. É ridículo.

Agora a informação de que a Polícia Civil também estaria entrando em greve. É ridículo.

E por fim, vários outros Estados já demonstram que estão em situação similar à do Espírito Santo, com possibilidade de que as greves se alastrem e os criminosos tomem conta. É ridículo.

Ridículo, ridículo, ridículo.

Isso tudo provocado pelas Câmaras, Senados, Presidentes, Governadores, Prefeitos e Vereadores que constituem esse Estado Brasileiro que é o melhor que nós, enquanto sociedade, conseguimos eleger.

Entendeu? Isso é o melhor que nós conseguimos fazer.

Ridículo.