Artigos Café Brasil
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

587 – Podres de Mimados
587 – Podres de Mimados
Você já reparou como estão mudando os padrões morais, ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

LíderCast 087 – Ricardo Camps
LíderCast 087 – Ricardo Camps
Ricardo Camps, empreendedor e fundador do Tocalivros, ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

O que aprendi com o câncer
Mauro Segura
Transformação
Esse é o texto mais importante que escrevi na vida. Na ponta da caneta havia um coração batendo forte. Todo o resto perto a importância perto do que vivemos ao longo desse ano.

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Cafezinho 24 – Não brinco mais
Cafezinho 24 – Não brinco mais
Pensei em não assistir mais, até perceber que só quem ...

Ver mais

O ridículo

O ridículo

Luciano Pires -

Assisti matérias nos telejornais sobre a situação no Espírito Santo.

Apareceram os policiais em greve dizendo que não podem sair do quartel porque a família não deixa. É ridículo.

Apareceu a informação de que eles estão há 3 anos sem nem mesmo reposição da inflação. Outras informações dizem que os policiais querem um reajuste de 43%, acumulado referente aos sete anos em que não há aumento. E um auxílio-alimentação de R$ 176. Ou R$ 8 por dia útil. É ridículo.

Mas apareceu um representante do governo dizendo que foram concedidos reajustes de 38,85% nos últimos 7 anos a todos os militares e a folha de pagamento da corporação teve um acréscimo de 46% nos últimos 5 anos. Um diz que teve aumento, outro disse que não. É ridículo.

Alguém falou do salário de um PM no Estado: R$ 2.643, sem qualquer benefício como vale-alimentação. Aí o representante do governo aparece para dizer que a remuneração inicial dos militares da categoria de soldado a subtenente é realmente de R$ 2.646,12, mas pode chegar a R$7.108,48.  Informações desencontradas sendo usadas como armas. É ridículo.

Apareceu um sujeito nervoso dizendo que a polícia militar não pode parar para reclamar seus direitos. Outro diz que só parando para poder reclamar seus direitos. E quem se ferra é o povo. É ridículo.

Apareceram um filósofo e um comediante para dizer que a solução é desmilitarizar a polícia. É ridículo.

Apareceu o governador, saído de uma cirurgia, perguntando onde é que vai arrumar dinheiro pra aumentar os PMs. É ridículo.

Antes um depoimento de uma dona de casa que está presa em seu apartamento, sem coragem de sair às ruas nem para comprar comida. Depois uma mãe mostrando os filhos pequenos presos em casa, pois as escolas estão fechadas. É ridículo.

Aí, imagens de saques, tiroteios e motoristas apavorados fugindo de bandidos pelas ruas do centro da cidade. É ridículo.

E outras imagens, mostrando que entre os saqueadores, muitos não são bandidos, mas “gente de bem”, que viu a bagunça e resolveu tirar sua casquinha. É ridículo.

Nas redes sociais, imagens chocantes de linchamentos de bandidos pela população. É ridículo.

Agora a informação de que a Polícia Civil também estaria entrando em greve. É ridículo.

E por fim, vários outros Estados já demonstram que estão em situação similar à do Espírito Santo, com possibilidade de que as greves se alastrem e os criminosos tomem conta. É ridículo.

Ridículo, ridículo, ridículo.

Isso tudo provocado pelas Câmaras, Senados, Presidentes, Governadores, Prefeitos e Vereadores que constituem esse Estado Brasileiro que é o melhor que nós, enquanto sociedade, conseguimos eleger.

Entendeu? Isso é o melhor que nós conseguimos fazer.

Ridículo.