Artigos Café Brasil
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

609 – As leis
609 – As leis
No Fórum da Liberdade que aconteceu em abril de 2018 em ...

Ver mais

608 – As 12 Regras
608 – As 12 Regras
Jordan Peterson é psicólogo clínico, crítico cultural e ...

Ver mais

607 – Uma Guerreira
607 – Uma Guerreira
Este programa reproduz na íntegra o LíderCast 100, pois ...

Ver mais

606- Histeria Política
606- Histeria Política
O assassinato da vereadora Marielle Franco no Rio em ...

Ver mais

LíderCast 105 – Jeison Arenhardt
LíderCast 105 – Jeison Arenhardt
LíderCast 105 - Hoje conversamos com Jeison Arenhardt, ...

Ver mais

LíderCast 104 – Odayr Baptista
LíderCast 104 – Odayr Baptista
LíderCast 104 - Hoje conversamos com Odayr Baptista, ...

Ver mais

LíderCast 103 – Ivan Witt
LíderCast 103 – Ivan Witt
Hoje conversamos com Ivan Witt, um executivo brasileiro ...

Ver mais

LíderCast 102 – Paulo Cruz
LíderCast 102 – Paulo Cruz
Com Paulo Cruz, professor, pensador, voz dissonante da ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

A nova onda
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A moda agora é “ter lado” sobre o vídeo de Gleisi Hoffman – que só é senadora quando não está fazendo arruaça ou defendendo ladrão – para a TV Al Jazeera, do Qatar. Um lado achou ...

Ver mais

A Copa do Mundo Socioeconômica
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A Copa do Mundo Socioeconômica[1] Considerações preliminares No próximo dia 14 de junho terá início a 21ª edição da Copa do Mundo da FIFA (Fedération Internationale de Football Association), um ...

Ver mais

As 50 empresas mais inovadoras do mundo
Mauro Segura
Transformação
Saiu a edição 2018 do estudo "As 50 empresas mais inovadoras do mundo" do BCG, que apresenta os principais movimentos que grandes organizações estão fazendo para inovar e impactar a sociedade.

Ver mais

E se fosse diferente?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A esquerda em geral, e oportunistas em particular, usaram a morte da vereadora carioca Marielle Franco, assassinada a tiros em 14/03, como palanque; e da forma mais vitimista possível. É óbvio ...

Ver mais

Cafezinho 64 – Outra piada
Cafezinho 64 – Outra piada
O caso do triplex no Guarujá começou em setembro de ...

Ver mais

Cafezinho 63 – Sai fora
Cafezinho 63 – Sai fora
As pessoas com as quais você anda, as fontes das quais ...

Ver mais

Cafezinho 62 – Dona Terezinha
Cafezinho 62 – Dona Terezinha
Aos domingos à tarde, a companhia da dona Terezinha de ...

Ver mais

Cafezinho 61 – A arte suave
Cafezinho 61 – A arte suave
Sergio Moro e seus pupilos jogam a arte suave.

Ver mais

O problema nosso

O problema nosso

Luciano Pires -

Comecei uma campanha no Google Adwords, o sistema de anúncios de produtos e serviços do Google e fui contatado por uma representante que me ajudou a afinar algumas coisas para que a campanha tivesse maior retorno. Muito gentil ao telefone, teve paciência para esperar meu Speedy valvulado e responder a todas as questões. Ao final pediu que eu ficasse na linha para responder uma pesquisa sobre a qualidade do atendimento. Nunca faço isso, pois geralmente são gravações demoradas com uma conversa mole que nunca entra no cerne da questão do atendimento. Mas como era o Google eu decidi esperar pra ver. Foi uma pesquisa simples e rápida que, ao final, trouxe três perguntas relacionadas à pessoa que me atendeu. A última pergunta me chamou a atenção:

“O representante assumiu a responsabilidade pela resolução do seu problema?”

Imediatamente me lembrei de como foi o telefonema que fiz ao Google Adwords. Logo que montei a campanha no site do Google recebi um email de uma atendente chamada Julia, oferecendo-se para ajudar a melhorar a eficiência do projeto. Ao ligar fui atendido pela Karina. Quando citei o nome da Julia ela me pediu um minuto… Pensei: “Pronto. Vai procurar a Julia, que estará atendendo outra pessoa. Vai me deixar esperando ouvindo aquela musiquinha de crematório. Aí a ligação vai cair ou ela vai pedir que eu ligue outra hora.”

Mas não, a Karina voltou e começou imediatamente o atendimento, mostrando-se interessada e passando várias dicas. Ao final ainda pediu se poderia mandar para meu email um resumo do que conversamos e um manual com dicas sobre o Adwords. É claro que sim! Em minutos o email estava em minha caixa postal.

Não preciso dizer que dei notas máximas para o atendimento.

Mas aquela última pergunta, sobre a representante assumir a responsabilidade de resolver meu problema, não saiu de minha cabeça. Imaginei o treinamento dessas meninas, quando alguém estaria deixando claro que aquele era um trabalho de um time, que um problema não era do José, da Maria ou do João, mas do Google! E isso me lembrou de um teste de seleção realizado numa empresa, em que os candidatos eram convidados a entrar numa sala, um de cada vez, para esperar pelo entrevistador. Propositalmente, havia alguns clipes jogados no chão, ao lado da cadeira. O candidato que espontaneamente recolhia os clipes e colocava sobre a mesa tinha preferência pela contratação, pois havia demonstrado um espírito de responsabilidade.

Infelizmente neste mundo maluco a maioria das pessoas empurra as encrencas para frente ou passa por elas e deixa-as de lado, afinal “não é problema meu”. Você já ouviu isso? Outras ficam nervosas quando alguém assume uma responsabilidade que deveria ser sua. Não fazem e ficam bravas com quem faz. Também já ouviu, né?

Pois é. E lá na ponta está um cliente que não quer saber quem vai resolver seu problema, desde que ele seja resolvido. Por isso repito o que sempre digo para quem trabalha comigo: “Antes de resolver o problema do cliente, mostre a ele que você se preocupa com ele.”

Responsabilidade é o nome do jogo.

Luciano Pires