Artigos Café Brasil
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

639 – Chega de falar de política
639 – Chega de falar de política
Diversos ouvintes mandam mensagens pedindo para que eu ...

Ver mais

638 – O efeito Dunning-Kruger
638 – O efeito Dunning-Kruger
Cara, eu fico besta com a quantidade de gente que ...

Ver mais

637 – LíderCast 10
637 – LíderCast 10
Olha só, chegamos na décima temporada do LíderCast. Com ...

Ver mais

636 – As duas éticas da eleição
636 – As duas éticas da eleição
Gravei um LíderCast da Temporada 11, que só vai ao ar ...

Ver mais

LíderCast 132 – Alessandro Loiola
LíderCast 132 – Alessandro Loiola
Médico, escritor, um intelectual inquieto, capaz de ...

Ver mais

LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
Henrique Szklo e Lena Feil – Henrique se apresenta como ...

Ver mais

LíderCast 130 – Katia Carvalho
LíderCast 130 – Katia Carvalho
Mudadora de vidas, alguém que em vez de apenas lamentar ...

Ver mais

LíderCast 129 – Guga Weigert
LíderCast 129 – Guga Weigert
DJ e empreendedor, que a partir da experiência com a ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Quem não é capaz de rir de si mesmo será sempre um intolerante em potencial
Henrique Szklo
Humorista de verdade não tem lado, não tem ideologia, não tem bandeira. Independentemente de sua posição pessoal, tem de ser livre o suficiente para atirar em tudo o que se mexe e no que não se ...

Ver mais

Capitalismo Versus Esquerdismo*
Alessandro Loiola
Uma das consequências involuntárias do capitalismo é que ele coloca diferentes culturas e sociedades em contato direto muito mais amplo umas com as outras. Liga as pessoas entre si muito mais ...

Ver mais

A cavalgada de um cowboy
Jota Fagner
Origens do Brasil
Cowboy não havia dormido bem. Tinha feito corridas até às duas da manhã. O trabalho como moto-taxista costumava não render muito, mas em época de alta temporada a demanda era muito grande. ...

Ver mais

O ENEM e a (anti-)educação
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Nos dois últimos fins-de-semana, milhões de candidatos ao ensino superior realizaram as provas do ENEM. O vestibular é o telos do ensino fundamental e médio no Brasil. As escolas privadas assumem ...

Ver mais

Cafezinho 125 – O chute
Cafezinho 125 – O chute
Se o governador mentiu ou se enganou, peço desculpas ...

Ver mais

Cafezinho 124 – À luz do sol
Cafezinho 124 – À luz do sol
É assim, com a luz do sol, que a gente faz a limpeza.

Ver mais

Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Ter consciência sobre o que é certo e errado todo mundo ...

Ver mais

Cafezinho 122 – Vira a chave
Cafezinho 122 – Vira a chave
Mudar de assunto no calor dos acontecimentos é ...

Ver mais

O naufrágio e o mensalão

O naufrágio e o mensalão

Luciano Pires -

O ano de 2012 está sendo especialmente didático. Começou com uma tragédia quando o navio italiano Costa Concordia bateu numa rocha junto à ilha italiana de Giglio no dia 13 de janeiro. A colisão abriu um imenso buraco no casco e o navio encheu de água e virou. O comandante, apontado como o responsável pelo acidente por fazer uma manobra imprudente, abandonou a embarcação logo após o impacto, deixando a tripulação e os mais de quatro mil passageiros para trás. 32 pessoas morreram. Na sequência todos os noticiários reproduziram o diálogo que o Gregorio Maria De Falco, Comandante da Capitania do Porto de Livorno, manteve por telefone com o Capitão do navio, Francesco Schettino, que estava dentro de um dos barcos, fugindo. Aos berros o Comandante Gregorio mandava o capitão retornar para o navio:

– Vada a bordo, cazzo!

O diálogo foi celebrado em todo mundo, especialmente pela forma crua e impactante da violenta dura que deixou o capitão fujão sem palavras. No dia seguinte havia um clamor nacional na Itália: “Comandante Gregorio para primeiro ministro!”. Gregorio Maria De Falco passou a ser tratado como um herói nacional.

Agora o Brasil. Nestes últimos dias ocorreu o momento mais importante do julgamento do Mensalão, com a condenação dos graúdos réus políticos: José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares. A figura principal do julgamento foi o Ministro Joaquim Benedito Barbosa Gomes, relator do processo, que trazia consigo o incômodo de ter sido indicado para o STF pelo ex-presidente Lula, maior interessado na absolvição dos réus.

Joaquim Barbosa cumpriu seu papel: foi duro, severo e combativo, deixando claro que houve corrupção. A maior parte da imprensa tentou em muitos momentos demonstrar que havia uma divisão no STF, com a turma do Joaquim de um lado e a turma do Lewandowski de outro, mas isso jamais houve. Os réus foram condenados respectivamente por 8 x 2, 9 x 1 e 10 x 0, e Joaquim Barbosa passou a ser aplaudido nos Shopping Centers e restaurantes. Por onde passa é celebrado como o mais novo herói nacional, o homem que bravamente mostrou ao país que corrupto tem que ser tratado como corrupto, não importa a patente.

Muito bem… Sabe o que é que o Comandante De Falco e o Ministro Joaquim Barbosa tem em comum? Apoiados em seus valores morais, ambos defenderam em público suas convicções, aquilo que acharam certo. Até no berro, se preciso. E a platéia caiu a seus pés.

O que ambos fizeram foi apenas cumprir com sua obrigação! Mas acontece que estamos tão perdidos, tão desesperadamente em busca de líderes, de modelos, de gente que não esteja moralmente de cabeça para baixo, que “apenas cumprir com a obrigação” tem mesmo que ser comemorado como uma grande vitória!

E se a obrigação for cumprida com convicção, temos heróis!

Mas De Falco e Joaquim rejeitam insistentemente o rótulo. Para eles, nada mais fizeram que cumprir sua obrigação, e estão certos. Merecem os parabéns por um trabalho bem feito, por servir de modelo de comportamento, por atender à expectativa da sociedade, por vencer suas batalhas.

Mas a guerra está só no começo.

Luciano Pires