Artigos Café Brasil
#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Ao longo de 2018 o Café Brasil Premium decolou e ...

Ver mais

#Retrospectiva PodSumários
#Retrospectiva PodSumários
Comece 2019 praticando o Fitness Intelectual. A barriga ...

Ver mais

652 – A realidade real
652 – A realidade real
Vivemos um tempo no qual muita gente tem dificuldades ...

Ver mais

651 – Era uma vez…
651 – Era uma vez…
A melhor forma de ensinar política para crianças – e ...

Ver mais

650 – A Espiral do Silêncio
650 – A Espiral do Silêncio
Temos um sexto sentido para perceber a tendência da ...

Ver mais

649 – Quando eu tiver 64
649 – Quando eu tiver 64
Fui dar uma olhada nos comentários dos ouvintes do Café ...

Ver mais

LíderCast 140 – Carlos Nepomuceno
LíderCast 140 – Carlos Nepomuceno
Doutor em Ciência da Informação, jornalista, escritor e ...

Ver mais

Vem aí a Temporada 11 do LíderCast
Vem aí a Temporada 11 do LíderCast
Está chegando a Temporada 11 do LíderCast!

Ver mais

LíderCast 139 – Nívio Delgado
LíderCast 139 – Nívio Delgado
De carinha do Xerox a Diretor Superintendente da maior ...

Ver mais

LíderCast 138 – Ricardo Abiz
LíderCast 138 – Ricardo Abiz
Empreendedor também, um pioneiro em diversas áreas de ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

A vida é muito melhor com boechatividade
Henrique Szklo
Como a maioria dos brasileiros, fiquei consternado com a morte do jornalista Ricardo Eugênio Boechat. Não posso dizer que eu era exatamente um fã, mas como sob minha perspectiva, ele utilizou em ...

Ver mais

Noblesse Oblige
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Não dá pra saber quem é pior: A autora da bobagem, orgulhosa de sua total falta de noção, ou quem a defende, alegando lutar contra uma misoginia tão falsa quanto a cara de pau do arrivismo ...

Ver mais

Venezuela, Reforma Previdência & Futuro PT
Carlos Nepomuceno
Resumo da Live: Assistir completa: Formação Digital Bimodal: Programa de Formação Bimodal Lives antigas: https://nepo.com.br/category/o-melhor-de-2019/lives-do-nepo-o-digital-na-politica/

Ver mais

Metade cheia do copo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Metade cheia do copo Um pouco de otimismo, pra variar  “A troca está para a evolução cultural como o sexo está para a evolução biológica.” Matt Ridley Em agosto do ano passado, a convite do ...

Ver mais

Cafezinho 152 – 45 Dias
Cafezinho 152 – 45 Dias
Tem muita coisa importante acontecendo enquanto você ...

Ver mais

Cafezinho 151 – Chato à Bessa
Cafezinho 151 – Chato à Bessa
É impressionante ver como o mundo mudou.

Ver mais

Cafezinho 150 – O PAI
Cafezinho 150 – O PAI
No Brasil, imediato é longo prazo.

Ver mais

Cafezinho 149 – Nação, não governo
Cafezinho 149 – Nação, não governo
O Ministro da Educação anuncia que vai impulsionar o ...

Ver mais

O maior brasileiro de todos os tempos

O maior brasileiro de todos os tempos

Luciano Pires -

E o SBT coloca no ar um daqueles programas caça-níqueis com o título nada humilde de O MAIOR BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS. E coloca nas mãos do público a indicação dos nomes, sem uma definição clara de critérios. É claro que só poderíamos esperar um desastre, com Luan Santana à frente de Tom Jobim, Neymar à frente de Garrincha e o tal “bispo” Edir Macedo à frente de Ruy Barbosa, entre outros absurdos. A lista é repleta de nomes que demonstram a incapacidade do povo de compreender algo mais que a visibilidade das personalidades, que são escolhidas muito mais pela presença no imaginário do que por seus feitos.

Não perderei tempo aqui analisando a lista de indicados, mas quero fazer um comparativo com outra lista que ouvi no rádio. Tratava da escolha na Inglaterra das músicas mais importantes de todos os tempos. Deu Queen na cabeça, com Bohemian Rhapsody. E Adele em quarto lugar à frente de ninguém menos que Beatles… Adele à frente dos Beatles? Quem é Adele? Pois é…

Quando Elton John e Stevie Wonder apresentaram-se no Rock’n Rio manifestei meu entusiasmo ao vê-los apresentando músicas com 30, 40 anos de idade e fazendo com que a platéia cantasse junto. E questionei se queridinhos do momento como Rihana e Adele também levantarão platéias daqui a 45 anos, como fez Paul McCartney na abertura das Olimpíadas com Hey Jude, canção de 1968… Meu interlocutor respondeu:

– Ah, mas eram tempos diferentes…

Exato! Tempos muito diferentes, sem o conhecimento que hoje temos, sem a internet, sem os projetos de marketing, sem chuteiras e bolas tecnológicas, sem carros de corrida computadorizados, sem programas para corrigir erros de gravação. Tempos em que o talento era imprescindível. O que mantém em evidência aqueles ídolos durante 40, 50 anos não é outra coisa que não o talento. Portanto, para escolher o Maior Brasileiro de Todos os Tempos o único critério possível deveria ser TALENTO. Talento para liderar, para criar, para descobrir e implementar idéias que mudaram a história de nossa sociedade.

Os doze indicados para a final são dois esportistas (Senna e Pelé), cinco políticos (FHC, Lula, Juscelino, Getúlio e Princesa Izabel), dois religiosos (Chico Xavier e Irmã Dulce), um arquiteto (Niemeyer), um inventor (Santos Dumont) e um mito (Tiradentes). Nenhum educador, nenhum cientista.

O programa do SBT é uma bobagem. Essa eleição é uma bobagem. A lista de concorrentes é uma bobagem. E você deve perguntar:

– Mas então, Luciano, por que perder tempo com essa bobagem?

Porque o que o programa demonstra não é bobagem: o triste retrato de uma época e dos critérios de escolha do mesmo povo que, a cada dois anos, elege os políticos que vão nos dirigir. Definitivamente, ninguém é tão burro quanto a soma de todos nós.

O que restou foi a profunda vergonha alheia de ver o jornalista Carlos Nascimento rasgar sua biografia anunciando Tiririca, Joelma, Lua Blanco (?), Anderson Silva e Dedé do Vasco entre os 100 indicados…

Já fomos mais inteligentes.

Luciano Pires