Artigos Café Brasil
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

674 – Balde de Caranguejos
674 – Balde de Caranguejos
O termo “mentalidade de caranguejo” é utilizado em ...

Ver mais

673 – LíderCast 12
673 – LíderCast 12
Mais uma temporada do LíderCast, agora é a 12. Mais um ...

Ver mais

672 – A mão invisível do mercado
672 – A mão invisível do mercado
Você certamente já ouviu falar de livre mercado, aquele ...

Ver mais

Café Brasil 671 – Antifrágil
Café Brasil 671 – Antifrágil
Um dos livros sumarizados no Café Brasil Premium foi o ...

Ver mais

LíderCast 160 – Parker Treacy
LíderCast 160 – Parker Treacy
Norte americano do setor automotivo ­financeiro, ...

Ver mais

LíderCast 159 – Paulo Ganime
LíderCast 159 – Paulo Ganime
Jovem deputado federal pelo partido Novo, engenheiro e ...

Ver mais

LíderCast 158 – Georgios Frangulis
LíderCast 158 – Georgios Frangulis
Fundador e CEO da Oakberry Açaí Bows, que está ...

Ver mais

LíderCast 157 – Marcel Van Hattem
LíderCast 157 – Marcel Van Hattem
Marcel Van Hattem é um jovem Deputado Federal pelo ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Não se sai do campo de concentração de ônibus com ar condicionado….
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA.

Ver mais

Velhos amigos
Chiquinho Rodrigues
Como é que pôde um simples pedaço de pau, preso em seis cordas, mexer tanto  com a vida de uma pessoa?

Ver mais

A análise do discurso histórico do Paulo Guedes na XP
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157462927933631

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – AMBIGUIDADE DA NATUREZA DO FANTASMA (parte 11)
Alexandre Gomes
Enfim chegamos no final (do capítulo) gentil leitora (querido leitor)! Este é o penúltimo texto sobre o Capítulo 2 do Trivium. No texto seguinte ( final deste mês), terá uma conclusão do que foi ...

Ver mais

Cafezinho 194 – O banco
Cafezinho 194 – O banco
E aquele monte de dinheiro à minha disposição? Esqueça. ...

Ver mais

Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Quer saber? Antes de ser do meretrício, as zonas eram ...

Ver mais

Cafezinho 192 – A arte de comer picanha
Cafezinho 192 – A arte de comer picanha
Antes de dizer “não comi e não gostei” ou “não leio ...

Ver mais

Cafezinho 191 – Cuidado
Cafezinho 191 – Cuidado
Tanto o ingênuo quanto o estúpido são ingênuos e ...

Ver mais

O lugar da média

O lugar da média

Luciano Pires -

Em artigo recente falei da Vergonha Alheia como ferramenta para audiência, com as várias mídias apelando para mostrar indivíduos em situações de constrangimento como forma de atrair o maior número possível de ouvintes, telespectadores e leitores. E recebi comentários dizendo que “é assim mesmo”, com aquela postura conformada que é o principal mal do Brasil.

Fazendo uma experiência a respeito dessa atração pelo irrelevante, publiquei uma postagem numa das mídias que domino, o Facebook, perguntando:

– Por onde você começa a comer a coxinha? Pela parte pontuda ou pela parte grossa? Em questão de minutos a postagem pegou fogo, recebendo centenas de curtidas, comentários e compartilhamentos, uma coisa de louco.

Esta semana fiz uma postagem seríssima tratando do fim do blog do jornalista Fabio Pannunzio. Era um blog de caráter político no qual Pannunzio fazia uma série de denúncias dando nomes aos bois e demonstrando sua independência de pensamento: foi processado pela “esquerda”, pela “direita” e pelo “centro”. Tem que botar entre aspas, pois no Brasil esses conceitos são, digamos, fluidos…

O blog do Pannunzio era independente, sem patrocínios, e não estava hospedado em nenhum portal importante. Pannunzio estava só, e de uma hora para outra se viu diante de oito processos. Foi ganhando as causas, mas desmotivado com o tempo e dinheiro perdidos para se defender, preferiu calar a voz e tirou o blog do ar. Desistiu. Como muitos outros antes, foi impedido de forma indireta de praticar seu ofício. Comentei que isso é um tipo de censura não explícita que precisa ser conhecida, discutida e combatida. Botei uma foto do jornalista e fiz a postagem, cheio de esperança.

Tive 4 (quatro!) curtidas, 1 (um!) compartilhamento e 0 (nenhum!) comentários.

Tratasse do novo corte de cabelo do Ronaldo ou da bunda da Larissa Riquelme seriam centenas de curtidas, comentários e compartilhamentos.

O Facebook, como o Twitter, funcionam sob um velho dito: a mídia é o lugar da média. E “média” é irmã gêmea do “medíocre”.

Isso explica muita coisa.

Luciano Pires