Artigos Café Brasil
Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

634 – Me chama de corrupto, porra!
634 – Me chama de corrupto, porra!
Cara, que doideira é essa onda Bolsonaro que, se você ...

Ver mais

633 – Ballascast
633 – Ballascast
O Marcio Ballas, que é palhaço profissional, me ...

Ver mais

632 – A era da inveja
632 – A era da inveja
Uma pesquisa de 2016 sobre comportamento humano mostrou ...

Ver mais

631 – O valor de seu voto – Revisitado
631 – O valor de seu voto – Revisitado
Mais discussão de ano de eleição: afinal o que é o ...

Ver mais

LíderCast 127 – Lito Rodriguez
LíderCast 127 – Lito Rodriguez
Empreendedor, criador da DryWash, outro daqueles ...

Ver mais

LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
Empresário criativo e agora candidato a Deputado ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
Segunda participação no LíderCast, com uma história que ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica “Nossos filhos terão mais de quase tudo, com uma gritante exceção: eles não terão mais tempo. À medida que a renda e os salários ...

Ver mais

Ah, se os políticos usassem sua criatividade para o bem
Henrique Szklo
Tem gente que acha que os políticos não são corruptos. Nós é que somos certinhos demais. Já o meu amigo Rodriguez diz que o pior tipo de político é o honesto, porque, além de trouxa, é traidor da ...

Ver mais

Somos quem podemos ser
Jota Fagner
Origens do Brasil
Já faz um tempo que venho desiludido quanto aos resultados da educação. Ainda acredito que ela seja essencial, mas já consigo enxergar que não basta. Uma pessoa bem instruída não é garantia de ...

Ver mais

História da riqueza no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
História da riqueza no Brasil  Cinco séculos de pessoas, costumes e governos “A proposta de uma revolução copernicana na análise e interpretação da história do Brasil – esta é a marca ...

Ver mais

Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Não gaste sua energia e seu tempo precioso de vida ...

Ver mais

Cafezinho 114 – E se?
Cafezinho 114 – E se?
Mudanças só acontecem quando a crise que sofremos for ...

Ver mais

Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Conte até dez antes de compartilhar uma merdade

Ver mais

Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Meu voto é estratégico, para aquilo que o momento exige.

Ver mais

O fundo do poço

O fundo do poço

Luciano Pires -

Esta semana um incêndio irrompeu na favela México 70, em São Vicente, cidade no litoral de São Paulo. As chamas consumiam 80 barracos e eram combatidas pelos bombeiros. A Polícia Militar estava no local dando apoio. Lá pelas tantas, em meio ao incêndio e fumaça, alguns moradores se desentenderam e acabaram sendo dispersos pela polícia, com bombas de efeito moral e balas de borracha. Nada de novo, portanto, e provavelmente essa versão de que “moradores se desentenderam” será desmentida pelos de sempre. Mas durante o incêndio acontece o inusitado: bandidos assaltam os bombeiros que estavam trabalhando, roubando relógios, carteiras e celulares sob a mira de armas. Este é o depoimento de um dos bombeiros assaltados:

“Quando chegamos ontem do incêndio na favela do México 70, como todo incêndio em favela, difícil acesso, muita gritaria, muita tristeza, porém chegamos, viaturas de todos os lados da região, Cubatão, Praia Grande, Santos e São Vicente, bombeiros trabalhando muito para controlar o enorme incêndio. MAS PARECE QUE TUDO ISSO não é suficiente para os moradores do local. Durante minha atuação na ocorrência, estava me deslocando com caminhão mais de 20 toneladas (at 06101 do jd castelosantos) indo pela quarta vez abastecer d’ água, QUANDO FUI SURPREENDIDO POR 06 MARGINAIS, ONDE FIQUEI COM DUAS ARMAS APONTADAS EM MEU PEITO, ENQUANTO LEVAVAM MINHA ALIANÇA, CELULAR, RELÓGIO E MAQ. FOTOGRÁFICA E O TEMPO TODO SENDO AMEAÇADO DE MORTE.

Então para tudo e vamos refletir. EU Cb PM Petrin, depois de horas de combate ao incêndio na favela, sou ASSALTADO/ROUBADO pelos mesmos ocupantes da favela para quem estou trabalhando. ACABOU TUDO, É O FIM DO MUNDO, e por um minúsculo gesto desses marginais, quase entro na estatística de PM morto.

As emissoras de TV divulgaram uma simples nota dizendo que um bombeiro foi assaltado… porque essa imprensa tendenciosa não vem me ouvir, será que tenho algo a falar, foi uma experiência horrível, pois é moralmente um absurdo o acontecido. Agradeço ao oficial de área (…) e em especial o Posto de Bombeiros de São Vicente, Prontidão Azul, que não mediu esforços em tentar localizar e resgatar os meus pertences. Mas o maior bem que me levaram, FOI A ALEGRIA DE TRABALHAR SEM OLHAR ‘ONDE E PRA QUEM’.

Comprovação, porém graças a Deus, foi somente eu o bombeiro assaltado, é que a mídia não consegue ler corretamente, mas é revoltante o espaço dado ao favelado falando mentiras sobre a PM e o espaço zero de resposta à PM. Como sempre o Estado sendo indiretamente massacrado pela mídia…

Eu e muitos outros bombeiros estávamos lá quando iniciou o confronto e presenciamos uma quantidade enorme de favelados com garrafas de vidro sendo arremessadas nos policiais, paus e pedras sobrevoavam… e com tudo isso continuamos o combate ao incêndio, para logo após eu ser assaltado por seis marginais com duas armas no peito… mídia hipócrita.

Peço o apoio de meus amigos para divulgação e conhecimento…

Um grande abraço. F. P. – Corpo de Bombeiros.”

Que tal? “Me levaram a alegria de trabalhar sem olhar onde e para quem.” Na boca de um bombeiro, como seria na de uma enfermeira, de um policial, de um carteiro ou de um professor, essa frase representa sim o fundo do poço.

Mas ruim mesmo é esta impressão de que ainda dá para descer mais.

Luciano Pires