Artigos Café Brasil
Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

614 – Limão ou limonada
614 – Limão ou limonada
No começo dos anos 1970 apareceu um termo que anos mais ...

Ver mais

Café Brasil 613 – Biologia política
Café Brasil 613 – Biologia política
E aí? Você é de direita ou de esquerda? Se incomoda com ...

Ver mais

612 – O Efeito Genovese
612 – O Efeito Genovese
Em 1964, Kitty Genovese foi assassinada em Nova York. ...

Ver mais

611 – Momentos felizes
611 – Momentos felizes
Felicidade não existe. O que existe na vida são ...

Ver mais

LíderCast 110 – Rafael Baltresca
LíderCast 110 – Rafael Baltresca
LíderCast 110 - Hoje conversamos com Rafael Baltresca, ...

Ver mais

LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 - Hoje conversamos com Romeo Busarello, É ...

Ver mais

Lídercast 108 – Leandro Nunes
Lídercast 108 – Leandro Nunes
LíderCast 108 - Hoje conversamos com Leandro Nunes, um ...

Ver mais

Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Hoje conversamos com Lucia Bellocchio, uma jovem ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Complexo e outros males
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Uma das expressões que a esquerda (radical ou não) adora usar é o tal “complexo de vira-latas”. Essa gente não tem a menor ideia do que seja isso, nem de quem cunhou a expressão, mas a macaqueia ...

Ver mais

Interpretações do Brasil X – As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Interpretações do Brasil X As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo “Bons jogos dependem mais de boas regras do que de bons jogadores.” James Buchanan  Considerações iniciais A ...

Ver mais

O que aprender quando o futuro já era
Mauro Segura
Transformação
A minha experiência no ano passado mostrou que a história de viver cada dia como se fosse o último é uma baboseira. Aprendi que eu não preciso ter planos mirabolantes para ter uma vida digna, ...

Ver mais

MInha culpa é sua, camarada!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A tragédia do edifício que pegou fogo e desabou no Largo do Paissandu, em São Paulo, desvendou mais um bem bolado golpe; e golpe, novamente, travestido de “movimento social”: A máfia das invasões ...

Ver mais

Cafezinho 74 – O valor subjetivo
Cafezinho 74 – O valor subjetivo
Os impostos estão lá sim, altíssimos, exorbitantes, mas ...

Ver mais

Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Cafezinho 73 – Estupidez Coletiva
Não interessa determinar o que é verdade e o que é ...

Ver mais

Cafezinho 72 – Fake News 1
Cafezinho 72 – Fake News 1
Quem julga o juiz?

Ver mais

Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Reenquadre o otário e ele vira ouro. Reenquadre a ...

Ver mais

O fundo do poço

O fundo do poço

Luciano Pires -

Esta semana um incêndio irrompeu na favela México 70, em São Vicente, cidade no litoral de São Paulo. As chamas consumiam 80 barracos e eram combatidas pelos bombeiros. A Polícia Militar estava no local dando apoio. Lá pelas tantas, em meio ao incêndio e fumaça, alguns moradores se desentenderam e acabaram sendo dispersos pela polícia, com bombas de efeito moral e balas de borracha. Nada de novo, portanto, e provavelmente essa versão de que “moradores se desentenderam” será desmentida pelos de sempre. Mas durante o incêndio acontece o inusitado: bandidos assaltam os bombeiros que estavam trabalhando, roubando relógios, carteiras e celulares sob a mira de armas. Este é o depoimento de um dos bombeiros assaltados:

“Quando chegamos ontem do incêndio na favela do México 70, como todo incêndio em favela, difícil acesso, muita gritaria, muita tristeza, porém chegamos, viaturas de todos os lados da região, Cubatão, Praia Grande, Santos e São Vicente, bombeiros trabalhando muito para controlar o enorme incêndio. MAS PARECE QUE TUDO ISSO não é suficiente para os moradores do local. Durante minha atuação na ocorrência, estava me deslocando com caminhão mais de 20 toneladas (at 06101 do jd castelosantos) indo pela quarta vez abastecer d’ água, QUANDO FUI SURPREENDIDO POR 06 MARGINAIS, ONDE FIQUEI COM DUAS ARMAS APONTADAS EM MEU PEITO, ENQUANTO LEVAVAM MINHA ALIANÇA, CELULAR, RELÓGIO E MAQ. FOTOGRÁFICA E O TEMPO TODO SENDO AMEAÇADO DE MORTE.

Então para tudo e vamos refletir. EU Cb PM Petrin, depois de horas de combate ao incêndio na favela, sou ASSALTADO/ROUBADO pelos mesmos ocupantes da favela para quem estou trabalhando. ACABOU TUDO, É O FIM DO MUNDO, e por um minúsculo gesto desses marginais, quase entro na estatística de PM morto.

As emissoras de TV divulgaram uma simples nota dizendo que um bombeiro foi assaltado… porque essa imprensa tendenciosa não vem me ouvir, será que tenho algo a falar, foi uma experiência horrível, pois é moralmente um absurdo o acontecido. Agradeço ao oficial de área (…) e em especial o Posto de Bombeiros de São Vicente, Prontidão Azul, que não mediu esforços em tentar localizar e resgatar os meus pertences. Mas o maior bem que me levaram, FOI A ALEGRIA DE TRABALHAR SEM OLHAR ‘ONDE E PRA QUEM’.

Comprovação, porém graças a Deus, foi somente eu o bombeiro assaltado, é que a mídia não consegue ler corretamente, mas é revoltante o espaço dado ao favelado falando mentiras sobre a PM e o espaço zero de resposta à PM. Como sempre o Estado sendo indiretamente massacrado pela mídia…

Eu e muitos outros bombeiros estávamos lá quando iniciou o confronto e presenciamos uma quantidade enorme de favelados com garrafas de vidro sendo arremessadas nos policiais, paus e pedras sobrevoavam… e com tudo isso continuamos o combate ao incêndio, para logo após eu ser assaltado por seis marginais com duas armas no peito… mídia hipócrita.

Peço o apoio de meus amigos para divulgação e conhecimento…

Um grande abraço. F. P. – Corpo de Bombeiros.”

Que tal? “Me levaram a alegria de trabalhar sem olhar onde e para quem.” Na boca de um bombeiro, como seria na de uma enfermeira, de um policial, de um carteiro ou de um professor, essa frase representa sim o fundo do poço.

Mas ruim mesmo é esta impressão de que ainda dá para descer mais.

Luciano Pires