Artigos Café Brasil
1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

666 – O diabo é o pai do rock
666 – O diabo é o pai do rock
Existem dezenas de explicações para o 666 ser chamado ...

Ver mais

665 – O Vale
665 – O Vale
A trilha para o sucesso envolve trabalho duro e ...

Ver mais

664 – Sobre lagartas e borboletas
664 – Sobre lagartas e borboletas
Cara, como mudar é difícil... perder peso...manter ...

Ver mais

663 – A crisálida
663 – A crisálida
A maturidade entende que existe a escuridão no mundo, ...

Ver mais

LíderCast 154 – Diógenes e Michelle Cezila
LíderCast 154 – Diógenes e Michelle Cezila
Empreendedores brasileiros, que se mudam para os ...

Ver mais

LíderCast 153 – Rafael Bernardes
LíderCast 153 – Rafael Bernardes
Empreendedor em TI, que capacita outros profissionais ...

Ver mais

LíderCast 152 – Lucia Moyses
LíderCast 152 – Lucia Moyses
Escritora, psicóloga e neuropsicóloga, um papo sobre ...

Ver mais

LíderCast 151 – Irineu Toledo
LíderCast 151 – Irineu Toledo
Radialista, uma das vozes mais marcantes e conhecidas ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Bolsonaro errou, mas nem tanto
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Bolsonaro fala demais, e sem freios. Não faz a necessária reflexão prévia. Ele precisa lembrar, urgentemente, que não é mais deputado nem está no balcão do boteco. O cargo que ocupa merece todo o ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – DIMENSÕES LÓGICA E PSICOLÓGICA DA LINGUAGEM (parte 8)
Alexandre Gomes
  Eu prometo que esse segundo capítulo vai acabar! Acho que terá umas 12 partes… Mas vamos lá! De volta à diversão. É claro que a linguagem tem aspectos LÓGICOS e PSICOLÓGICOS, veja ...

Ver mais

O Brasil da TV Globo, do Whatsapp e as manifestações do dia 26/05
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157340715398631 LINKS DAS OUTRAS LIVES: ...

Ver mais

Eu não acredito na democracia moderna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Eu não acredito na democracia representativa moderna. * * * Concordo com Schumpeter: no modelo de democracia do século XX, os indivíduos comuns são simplesmente consumidores de produtos políticos ...

Ver mais

Cafezinho 178 – O Exorcista
Cafezinho 178 – O Exorcista
O Brasil está sofrendo um imenso exorcismo, e o demônio ...

Ver mais

Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
A negatividade tem suas raízes no medo de ser ...

Ver mais

Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Gostou? Compartilhe! Só assim, fazendo a nossa parte, ...

Ver mais

Cafezinho 175 – Não use sua ignorância
Cafezinho 175 – Não use sua ignorância
Quando você não conhece o objeto de sua análise, será ...

Ver mais

O Escândalo

O Escândalo

Luciano Pires -

O ESCÂNDALO

Luciano Pires


Você se lembra da primeira vez que falou num celular? Não foi o máximo? Hoje celular é rotina, faz parte de nossas vidas e ninguém mais repara neles.




O trato diário com o celular banalizou esse aparelhinho fantástico.





Uma vez escrevi um texto sobre uma experiência num Pronto Socorro, quando um médico friamente me comunicou que meu vizinho havia morrido. Jamais me conformei com aquela frieza. Depois refleti que o que era novidade para mim, era a rotina daquele médico. O trato diário com a dor, banalizou as tragédias.





Houve um tempo em que assassinatos, estupros e seqüestros eram tratados como escândalos. Hoje são notícias comuns, até mesmo esperadas, jogadas em nossas salas de visita diariamente. Ninguém mais se espanta. O trato diário com as tragédias banalizou a violência.





E briga em campo de futebol? E menor abandonado? E motoqueiro atropelado? E corrupção no serviço público?





É assim que gente funciona. Por mais incômoda que seja a situação, ao lidar com ela freqüentemente criamos familiaridade. E familiaridade banaliza. E aquilo que um dia foi um escândalo, vira normal…





Pois o que tenho visto no Brasil é exatamente isso. A banalização generalizada em setores importantes, acabando por matar nosso senso de indignação. Preferimos rir a nos indignar…





Pegaram um com dólar na cueca. Depois outro com sete malas. Aí o tal Valério movimentou mais de um bilhão… E vamos num crescendo, tratando a corrupção como algo endêmico, conformados: “Ah, mas o Brasil é assim mesmo”…





Aí, quando um sujeito faz escândalo com o caixa do banco ao ficar 30 minutos na fila, censuramos o escandaloso, não é? Pois é aí que pega.





O brasileiro deveria reaprender a se escandalizar. Devíamos ficar escandalizados com as demonstrações de desleixo, mau caráter, burrice, com tudo aquilo, enfim, que nos incomoda.





E o escândalo vira berreiro, o berreiro vira mobilização, a mobilização vira ação. Mudamos nosso comportamento para mudar o Brasil.





Pois aqui fica minha recomendação. Antes de xingar, achar graça, conformar-se, reclamar ou fazer uma piada, escandalize-se! E não precisa fazer um escândalo público, armar um barraco, rodar a baiana.





Apenas escandalize-se, silenciosamente, lá no fundo da alma.





Sinta aquele gosto estranho na boca, o coração batendo forte, a fúria tomando conta de seu corpo. E pra desabafar, grite!





Quem estiver perto pensará que você é louco?





Fique frio. É assim que começa…