Artigos Café Brasil
Palestra O Meu Everest
Palestra O Meu Everest
Meu amigo Irineu Toledo criou um projeto chamado ...

Ver mais

Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

686 – O Meu Everest
686 – O Meu Everest
Em 2001 eu fiz talvez a maior viagem da minha vida. ...

Ver mais

685 – Entrevista no Ranking dos Políticos
685 – Entrevista no Ranking dos Políticos
O Ranking dos Políticos é uma iniciativa civil para ...

Ver mais

684 – Susceptibilidade à negatividade
684 – Susceptibilidade à negatividade
Você está na boa, trabalhando ou fazendo suas coisas, ...

Ver mais

683 – O peixe
683 – O peixe
E aí, hein? Dar o peixe ou ensinar a pescar? Será que ...

Ver mais

LíderCast 173 – Henrique Prata
LíderCast 173 – Henrique Prata
O homem que fundou o Hospital do Câncer de Barretos, ...

Ver mais

LíderCast 172 – Paulo Vieira
LíderCast 172 – Paulo Vieira
Paulo Vieira está à frente da Next Academy, maior ...

Ver mais

LíderCast 171 – Fabiana Salles
LíderCast 171 – Fabiana Salles
Uma empreendedora que, a partir da criação de um ...

Ver mais

LíderCast 170 – Rodrigo Galvão
LíderCast 170 – Rodrigo Galvão
Rodrigo Galvão assumiu aos 35 anos de idade a posição ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Destaques da Aula 5 do Curso on-line de Filosofia (COF)
Eduardo Ferrari
Resumos e Artigos
Lembremos que o objetivo dessa série é chamar atenção para o conteúdo do Curso On-line de Filosofia, que pode ser acessado na página do Seminário de Filosofia. Os principais destaques da aula de ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Palavras atributivas: Verbos (parte 4)
Alexandre Gomes
As palavras ATRIBUTIVAS expressam os ACIDENTES que existem na substância.  Os atributos PRIMÁRIOS incluem:   verbos; “eu preciso escrever um exemplo?” substantivos verbais; “ela cultiva o ...

Ver mais

Voz de mulher
Chiquinho Rodrigues
Tem alguns jingles que são uma merda! Ou não! (Fiz vários assim). Basta você ouvir uma só vez e aquele troço fica azucrinando dentro da sua cabeça o dia todo. (bom para o cliente!) Em compensação ...

Ver mais

Sinopse para um curta
Chiquinho Rodrigues
Dois personagens e 43 figurantes. Locações: Duas salas, um estacionamento e uma recepção. Se não tiver verba, uma sala só dá. (Foda-se a produção) Personagem 1: Felipe Freitas. 29 anos, solteiro, ...

Ver mais

Cafezinho 220 – Mulheres gostosas fazem sexo e morrem no Everest
Cafezinho 220 – Mulheres gostosas fazem sexo e morrem no Everest
Assim como dinheiro atrai dinheiro, popularidade atrai ...

Ver mais

Cafezinho 219 – Brasil recusado na OCDE
Cafezinho 219 – Brasil recusado na OCDE
Para essa gente, o Brasil não pode dar certo.

Ver mais

Cafezinho 218 – Ignorância Pluralística
Cafezinho 218 – Ignorância Pluralística
Colocando em você o medo de ser apontado como o único ...

Ver mais

Cafezinho 217 – Os sinais
Cafezinho 217 – Os sinais
Os sinais de que o Brasil é diferente do que aparece na ...

Ver mais

O Cara Do Espelho

O Cara Do Espelho

Luciano Pires -


O CARA DO ESPELHO





Sabe como eu voto? No dia da eleição acordo cedo, vou pro banheiro e me olho no espelho. Aí converso com o cara que está me encarando.


– Meu, que diferença faz um insignificante voto entre milhões?


– Seu pequeno e insignificante voto vai mexer no governo.


– Que governo?


– O governo da democracia recente; das dificuldades econômicas; do Congresso paralisado; da corrupção, escândalos; povo imerso na apatia política… Seu voto vai mexer na economia dos déficits públicos crescentes; inflação à espreita; pressões especulativas sobre a moeda; crises cambiais; juros internos excessivos; indicadores econômicos e sociais desastrosos; desemprego; dívida interna avassaladora; indisciplina e evasão fiscal… Seu votinho mexerá na ordem jurídica com códigos obsoletos; sistema judiciário em descalabro administrativo; justiça inacessível para a maioria da população; desafios abertos à ordem institucional; reformas emperradas pelo corporativismo; envolvimento com o crime organizado… Seu insignificante voto vai mexer na saúde das instituições públicas em colapso; filas; superlotação hospitalar; medicamentos caríssimos, pirataria; doenças e endemias fora de controle; mortalidade infantil ainda elevada… Seu pobre votinho vai mexer na segurança ineficaz, na corrupção e no descrédito da polícia; assaltos, seqüestros, roubos a mão armada, fraudes e crimes de colarinho branco; crime organizado; uso indiscriminado e ilegal de armas; taxas de homicídio das mais elevadas do planeta; corporativismo e competição nas instituições de segurança pública… Seu microvoto vai mexer na educação dos milhões de crianças fora da escola; altos índices de evasão escolar; escolas mal-equipadas, improvisadas; professores desatualizados, sem recursos, mal pagos, despreparados; universidades fracas; ensino pago visto como um grande negócio… Aquele seu votinho vai mexer no trânsito dos milhares de mortos e feridos em acidentes; frota em estado precário; assaltos, furtos de cargas, seqüestros de caminhões e latrocínios; da inexistência de um registro unificado de veículos; códigos de trânsito conflitantes, vulneráveis à impunidade e à corrupção; estradas em abandono… Seu invisível voto mexerá no trabalho, no mercado de mão de obra em declínio; automação, crises cambiais, concorrência predatória de empresas de fora da região, afetando a geração e a estabilidade do emprego; migrações internas malsucedidas, hordas de moradores de rua, favelas, etc… Seu votico mexerá nos salários e na seguridade, no salário mínimo irrisório; na mão de obra sem registro; legislação e encargos trabalhistas que estimulam o subemprego; sistemas de seguridade social decrépitos e com déficits brutais; aposentados à míngua; reformas previdenciárias emperradas…


– Chega, pô! Talvez meu voto não seja tão insignificante assim!


– Pois é… Os problemas são tantos, tão grandes, tão complexos, que você não tem o direito de ficar de fora da busca de soluções. Não tem o direito de achar que, apenas pagando seus impostos, já faz o suficiente. O Brasil dos seus sonhos ainda tem de ser construído. E ninguém vai fazê-lo por você. Tem que participar! E seu voto é o primeiro passo…


O cara do espelho me manda então para o local da votação, encarando aquele dia como a grande festa da democracia. Ele me alerta e ajuda a escapar da confusão ideológica que teima em desqualificar o exercício do voto pois “tem de acabar com tudo o que está aí”. Ele me ensinou a ler os jornais, a assistir à televisão, ouvir o rádio e perceber a manipulação de interesses por trás da enxurrada de declarações, escândalos e análises “isentas”. Com ele aprendi que é impossível viver sem política. Que política é uma arte e que, se no Brasil virou o circo que está aí, a culpa é minha também, afinal o agente das mudanças sou eu!


O cara do espelho um dia me disse que, se quero um Brasil ético, voto no ético. Se quero um Brasil honesto, voto no que não rouba. Se quero um Brasil culto, voto na não ignorância. Se quero um Brasil unido, voto em quem não prega o ódio. Se quero um Brasil digno, voto em quem me respeita… E naquele dia discuti com ele.


– Ah, mas não existe político ético, honesto, culto…


– Ah, não, é? Só tem bandido? E quem colocou eles lá?


– Não fui eu!


– Foi sim… No tempo em que você tratava seu voto como se fosse merda.


– …



Viu como é simples?


É assim que eu voto.