Artigos Café Brasil
1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

666 – O diabo é o pai do rock
666 – O diabo é o pai do rock
Existem dezenas de explicações para o 666 ser chamado ...

Ver mais

665 – O Vale
665 – O Vale
A trilha para o sucesso envolve trabalho duro e ...

Ver mais

664 – Sobre lagartas e borboletas
664 – Sobre lagartas e borboletas
Cara, como mudar é difícil... perder peso...manter ...

Ver mais

663 – A crisálida
663 – A crisálida
A maturidade entende que existe a escuridão no mundo, ...

Ver mais

LíderCast 154 – Diógenes e Michelle Cezila
LíderCast 154 – Diógenes e Michelle Cezila
Empreendedores brasileiros, que se mudam para os ...

Ver mais

LíderCast 153 – Rafael Bernardes
LíderCast 153 – Rafael Bernardes
Empreendedor em TI, que capacita outros profissionais ...

Ver mais

LíderCast 152 – Lucia Moyses
LíderCast 152 – Lucia Moyses
Escritora, psicóloga e neuropsicóloga, um papo sobre ...

Ver mais

LíderCast 151 – Irineu Toledo
LíderCast 151 – Irineu Toledo
Radialista, uma das vozes mais marcantes e conhecidas ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Bolsonaro errou, mas nem tanto
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Bolsonaro fala demais, e sem freios. Não faz a necessária reflexão prévia. Ele precisa lembrar, urgentemente, que não é mais deputado nem está no balcão do boteco. O cargo que ocupa merece todo o ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – DIMENSÕES LÓGICA E PSICOLÓGICA DA LINGUAGEM (parte 8)
Alexandre Gomes
  Eu prometo que esse segundo capítulo vai acabar! Acho que terá umas 12 partes… Mas vamos lá! De volta à diversão. É claro que a linguagem tem aspectos LÓGICOS e PSICOLÓGICOS, veja ...

Ver mais

O Brasil da TV Globo, do Whatsapp e as manifestações do dia 26/05
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157340715398631 LINKS DAS OUTRAS LIVES: ...

Ver mais

Eu não acredito na democracia moderna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Eu não acredito na democracia representativa moderna. * * * Concordo com Schumpeter: no modelo de democracia do século XX, os indivíduos comuns são simplesmente consumidores de produtos políticos ...

Ver mais

Cafezinho 179 – Correndo riscos
Cafezinho 179 – Correndo riscos
Somos capazes de milagres quando parece que nada mais ...

Ver mais

Cafezinho 178 – O Exorcista
Cafezinho 178 – O Exorcista
O Brasil está sofrendo um imenso exorcismo, e o demônio ...

Ver mais

Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
A negatividade tem suas raízes no medo de ser ...

Ver mais

Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Gostou? Compartilhe! Só assim, fazendo a nossa parte, ...

Ver mais

Meu adversário me define.

Meu adversário me define.

Luciano Pires -

Em 1984, fomos às ruas com mais de 300 mil brasileiros pedindo pelas Diretas Já, o nosso anjo salvador. Entusiasmados, vimos o demônio da Câmara não aprovar a emenda. Broxamos.

Em 1985 elegemos o primeiro presidente civil após anos de governo militar: Tancredo Neves, o anjo salvador. E vem o demônio para matá-lo antes da posse. Broxamos.

Assume José Sarney, que lança o anjo sob a forma do redentor Plano Cruzado. Que logo vira o demônio dos oitenta e seis por cento de inflação ao mês. Broxamos.

Aí vem a Constituinte. O anjo Ulisses Guimarães conduz o povo às ruas e a gente muda tudo. Para ver o demônio nos dar uma montanha confusa de leis que tornam o país quase inviável. Nova broxada.

Surge então o anjo salvador: Fernando Collor de Mello. Que vira demônio e dá no que deu. Broxamos.

Então vem FHC, o anjo que coloca o país nos trilhos em seu primeiro mandato, para virar o demônio do segundo, abrindo caminho para a oposição. Nova broxada.

E então chega Lula, o anjo e seus comerciais. E traz com ele o demônio do Mensalão, do Petrolão, da corrupção institucionalizada. Broxamos mais uma vez…

Em 2013 somos surpreendidos pelo retorno do povo às ruas, milhões de pessoas, pintando uma mudança que… não acontece. Broxamos.

No domingo, 13 de março de 2016, aproximadamente 4 milhões de brasileiros foram às ruas para mudar o Brasil. Três dias depois o mesmo Lula que aquele povo quer na cadeia é indicado como Ministro da Casa Civil.

Broxamos.

E então tenho que ouvir minha filha perguntar:

– Pai, pra que servem essas manifestações, se nada acontece?

Eu respondo. O que nos faz sentir vivos é ter nossas energias canalizadas para vencer um desafio. Depois da broxada das Diretas Já, continuamos lutando e conquistamos o direito de votar para Presidente! Continuamos lutando e fomos aperfeiçoando aquela Constituição Cidadã. Continuamos lutando e tiramos o presidente corrupto. Continuamos lutando e não deixamos que o desarmamento passasse. As conquistas que tivemos vieram da continuidade da luta, apesar das broxadas.

Para o Batman existir, tem de haver o Pinguim, o Coringa. Para o Corinthians ser um grande time, tem de existir o Palmeiras, o São Paulo, o Flamengo, o Grêmio. Frodo e Gandalf existem pois existem Saruman e os Orcs.

O que nos define são os adversários que vencemos. E quanto maiores, mais fortes, mais organizados, mais preparados eles forem, melhor temos de ser para batê-los.

Lula sendo indicado para Ministro é apenas uma reação do adversário, usando as armas que tem. Não pode ser motivo para broxar, mas para contra atacar com outras táticas, com mais mobilização. Eles, apesar de demonstrar sinais de desorganização, de perda da capacidade de mobilização, ainda estão no poder. Têm em mãos uma máquina fabulosa, ainda contam com o aparelhamento de várias instâncias dos três poderes e de parte da imprensa. E não lutam como num UFC cheio de regras, mas como briga de rua mesmo…

Quem disse que seria fácil?

Mas pense comigo, três ou quatro anos atrás, se alguém dissesse a você que vários elementos da cúpula do governo, os donos das construtoras e até um senador em exercício, seriam presos pela polícia federal você acreditaria? É claro que não!

O Brasil está mudando! Talvez não na velocidade que desejamos, mas está!

Então levanta aí, ô. Vamos pra luta! Do jeito que você puder: pelo Facebook, pelo Whatsapp, batendo panelas, indo às ruas, pressionando o político mais próximo, processando os bandidos se você tem as manhas, mobilizando mais gente. Só não dá pra ficar parado, assistindo.

Ah, sim, “mas Luciano, e o Aécio?”

Bem, ele que aguarde a vez dele.

Primeiro temos que bater o Orc que vem na frente.