Assine o Café Brasil
Artigos Café Brasil
A rã e o escorpião
A rã e o escorpião
Isca intelectual de Luciano Pires, dizendo que é como ...

Ver mais

Fake News
Fake News
Isca intelectual lembrando da teoria dos Quatro Rês, ...

Ver mais

Matrizes da Violência
Matrizes da Violência
Isca intelectual lembrando que os presídios brasileiros ...

Ver mais

Mudei de ideia
Mudei de ideia
Isca intelectual de Luciano Pires incentivando que você ...

Ver mais

545 – Explicando Política Para Crianças – Revisitado
545 – Explicando Política Para Crianças – Revisitado
Podcast Café Brasil 545 - Explicando Política Para ...

Ver mais

544 – Persuadível
544 – Persuadível
Podcast Café Brasil 544 - Persuadível. Vivemos numa ...

Ver mais

543 – Desengajamento moral
543 – Desengajamento moral
Podcast Café Brasil 543 - Desengajamento moral. Como é ...

Ver mais

542 – Tapestry
542 – Tapestry
Podcast Café Brasil 542 - Tapestry. Em 1971 uma cantora ...

Ver mais

LíderCast 056 – Paula Miraglia
LíderCast 056 – Paula Miraglia
LiderCast 056 - Hoje conversaremos com Paula Miraglia, ...

Ver mais

LíderCast 055 – Julia e Karine
LíderCast 055 – Julia e Karine
LiderCast 055 - Hoje vamos conversar com duas jovens ...

Ver mais

LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LiderCast 054 - Hoje vamos falar com o empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LiderCast 053 - Hoje vamos entrevistar Adalberto ...

Ver mais

045 – Recuperando do trauma
045 – Recuperando do trauma
Quando terminar o trauma, quando o Brasil sair deste ...

Ver mais

Vem Pra Rua!
Vem Pra Rua!
Um recado para os reacionários que NÃO vão às ruas dia ...

Ver mais

44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
Apresentação de Luciano Pires no Epicentro em Campos de ...

Ver mais

43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
Gloria Alvarez, do Movimento Cívico Nacional da ...

Ver mais

Homens Gentis
Suely Pavan Zanella
Iscas Comportamentais
Homens Gentis   Suely Pavan Zanella A repercussão nas Redes Sociais do tratamento dispensado por Obama à sua esposa Michelle em comparação ao de Trump junto à Melania, mostrou que as ...

Ver mais

Explicando Política Para Crianças
Isqueiro isqueiro
Isca intelectual de Rubem Alves, necessária até mesmo para adultos...

Ver mais

Metamorfose ambulante
Tom Coelho
Sete Vidas
“Se hoje eu sou estrela amanhã já se apagou. Se hoje eu te odeio amanhã lhe tenho amor.” (Raul Seixas)   Foram necessários 18 séculos para que a teoria geocêntrica, segundo a qual a Terra ...

Ver mais

A verdade inconveniente da política atual
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca Intelectual de Bruno Garschagen, lembrando que o risco imediato para o futuro do mundo não é a desgraça do populismo: é o casamento incestuoso entre a degradação da política de hoje com a ...

Ver mais

Memórias Mortas

Memórias Mortas

Luciano Pires -


MEMÓRIAS MORTAS


Estive em minha terra natal, Bauru, nos últimos dias e fui surpreendido com o falecimento de um grande amigo da família, o Rubinho Figueiredo. Que pena! O Rubinho era uma daquelas pessoas do bem, sabe como é? Que quase não existem mais? Pois é… Meu amigo Rubinho se foi.
No caminho para o velório, ao passar pela esquina da Avenida Duque de Caxias com a Azarias Leite, olhei para a árvore que me cumprimentava havia cinqüenta anos. Não sei de que espécie era, mas sei que, quando garoto, nela subi e com ela brinquei, estabelecendo uma espécie de amizade silenciosa. Mas desta vez a árvore não estava mais lá. Foi derrubada. Apenas um toco restava no lugar da minha amiga. Fiquei olhando, entristecido. Acho que a árvore estava atrapalhando os fios de eletricidade e alguém mandou cortar. Uma árvore que devia ter uns 80 anos caiu pela decisão de um burroc… ops, burocrata… Pois é. Minha amiga árvore se foi.
E então meu pai me contou, entristecido, que foi até o campo do Bauru Atlético Clube, o BAC, o lugar onde Pelé surgiu para o futebol. Um monumento do esporte nacional. O campo do BAC foi vendido para uma rede de supermercados e está rodeado de tapumes. Meu pai espiou por um buraco e viu que demoliram as arquibancadas. No lugar do campo, vai surgir um supermercado… Pois é… Foi-se a memória de Pelé em Bauru.
E então, o pior. Minha sogra, Dona Thereza, com a saúde debilitada, é internada às pressas, para falecer na madrugada do dia seguinte. O dia em que eu completava 25 anos de casamento com a filha dela. Coube a mim pegar seus netos, meus dois filhos e dois sobrinhos, e levá-los para o enterro da avó em Bauru. Pois é. Minha sogra, a avó dos meus filhos, se foi…
Em sete dias em Bauru, o Rubinho, a árvore, o BAC, Dona Thereza… Minhas referências vão aos poucos se apagando, deixando a realidade para se transformar em memórias. Algumas pelo caminho natural da vida. Outras pelas decisões dos burroc… ops, burocratas.
As referências que se apagam pelo caminho natural da vida deixam saudades, tristeza e angústia. Mas exigem que nos conformemos, pois seguem um ritmo irreversível. Qualquer coisa viva que amamos, seja uma pessoa, um gato ou uma planta, um dia morrerá. E nada podemos fazer. Mas as referências que se apagam pela decisão dos homens, deixam a sensação de que não fizemos nossa parte. Não protegemos aquela árvore. Não protegemos o BAC. Deixamos que gente sem compromisso com a memória decidisse dar fim às referências importantes da nossa vida. Que pena. 
Imagino que Rubinho e Dona Thereza, estejam onde estiverem, estão bem. Mas não me conformo que os burroc… ops, burocratas que destroem nossas memórias, estejam também.