Artigos Café Brasil
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil no Top 10 Podbean
Café Brasil no Top 10 Podbean
O Café Brasil está entre os Top 10 numa das maiores ...

Ver mais

O Irlandês
O Irlandês
O Irlandês é um PUTA filme, para ser degustado. Se você ...

Ver mais

700 – Girl Power
700 – Girl Power
Bem, você sabe que sempre que chegamos num programa ...

Ver mais

699- Um brasileiro
699- Um brasileiro
Como sabemos que muitos ouvintes do Café Brasil não ...

Ver mais

698 – A Mente Moralista
698 – A Mente Moralista
Somos criaturas profundamente intuitivas cujas ...

Ver mais

697 – O isentão
697 – O isentão
Quando você não tem político de estimação é muito bom ...

Ver mais

LíderCast 183 – Antonio Mamede
LíderCast 183 – Antonio Mamede
Ex-executivo de grandes empresas, hoje consultor e ...

Ver mais

LíderCast 182 – Alexis Fontaine
LíderCast 182 – Alexis Fontaine
Segunda participação do Deputado Federal do partido ...

Ver mais

LíderCast 181 – Christian Gurtner
LíderCast 181 – Christian Gurtner
Christian Gurtner – O homem que leva a gente para ...

Ver mais

LíderCast 180 – Marco Aurélio Mammute
LíderCast 180 – Marco Aurélio Mammute
Luciano Pires: Bom dia, boa tarde, boa noite. ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

A harpa elétrica
Chiquinho Rodrigues
Valdenir era um cara que acreditava piamente em reencarnação. Mas não era só isso… Acreditava também em vidas passadas, ufos e astrologia. Flertava com o candomblé, o budismo e era também ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 3 – Classificação dos Termos (parte 9)
Alexandre Gomes
Continuando os resumos depois de um belo fim de ano, vou continuar detalhando mais sobre os o que são os termos e suas variedades. Perceba que isso é muito mais uma base de compreensão lógica das ...

Ver mais

Primeiras impressões de 2020
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Primeiras impressões de 2020 “A economia compreende todas as atividades do país, mas nenhuma atividade do país compreende a economia.” Millôr Fernandes O ano está apenas começando, mas algumas ...

Ver mais

Lendas urbanas volume um
Chiquinho Rodrigues
Ademar e Ademir eram gêmeos siameses isquiópagos. Gêmeos siameses xifópagos (E não XiPófagos como alguns entendem) são aqueles unidos por um segmento físico. A nomenclatura provém de xifóide que ...

Ver mais

Cafezinho 247 – Compartilhe!
Cafezinho 247 – Compartilhe!
Sobre o hábito de compartilhar aquilo que vale a pena.

Ver mais

Cafezinho 246 – Setecentos
Cafezinho 246 – Setecentos
São 74 minutos de puro deleite.

Ver mais

Cafezinho 245 – Como censurar o Porta dos Fundos
Cafezinho 245 – Como censurar o Porta dos Fundos
Democracia é a liberdade de dizer “não”, mesmo que você ...

Ver mais

Cafezinho 244 – A bomba
Cafezinho 244 – A bomba
Os mais bobinhos vão acreditar na intenção que a ...

Ver mais

Matemática Da Dor

Matemática Da Dor

Luciano Pires -

Em fevereiro de 2007 Rosa Cristina Fernandes e seus filhos Aline, 13 e João Hélio, 6, foram abordados por homens armados ao parar seu Corsa num sinal de trânsito, no Rio de Janeiro. Todos saíram do carro, mas João Hélio ficou pendurado do lado de fora, preso ao cinto de segurança. O menino morreu ao ser arrastado por sete quilômetros, mesmo com populares avisando os bandidos. Difícil de lembrar.

Os cinco assassinos foram presos, julgados e condenados: Carlos Eduardo pegou 45 anos de prisão, Diego Nascimento, 44 e Carlos Roberto e Tiago de Abreu 39 anos cada um. O quinto bandido, Ezequiel Toledo de Lima, que teria sido justamente quem fechou a porta com João Hélio preso do lado de fora, era menor. Cumpriu uma pena sócio- educativa até completar 18 anos, três anos após o crime. Mas enquanto detido no Instituto João Luiz Alves, na Ilha do Governador, Ezequiel foi ameaçado e, ao ganhar liberdade em fevereiro de 2010, um Juiz da Vara da Infância e Juventude determinou que ele ingressasse no Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente. E como sua mãe também sofreu ameaças a Justiça determinou que os pais do rapaz entrassem no programa por meio do Conselho de Defesa de Direitos da Criança e do Adolescente, presidido pelo advogado Carlos Nicodemos, diretor da ONG Projeto Legal.

No site da ONG encontramos: “O Projeto Legal é uma organização não-governamental que desde 1993 desenvolve projetos sociais na área da defesa, garantia e promoção dos direitos humanos, especialmente de crianças, adolescentes e jovens. Nosso foco é o atendimento jurídico-social a cidadãos que tiveram seus direitos violados. (…) Temos como meta contribuir para o pleno exercício da cidadania e o desenvolvimento de uma sociedade mais humana, justa e democrática.”

A ONG providenciou para que Ezequiel e seus pais obtivessem documentos e recursos para sair do Rio de Janeiro. A imprensa carioca disse que o destino teria sido a Suíça, mas a ONG garante que ele não saiu do Brasil. O fato é que três anos após o crime hediondo, Ezequiel ganhou a chance de reconstruir a vida, com ficha limpa e apoio financeiro.

Bem, qualquer comentário neste momento será considerado “visão de um leigo sobre a justiça”, distorcida e vingativa. Justiça não se discute ao calor das emoções, como sempre ouvimos das autoridades após os crimes que nos chocam.

Então deixarei a emoção de lado para fazer como os políticos: recorrer à fria matemática. Assim ninguém me acusa de ignorante.

Veja só: dos cinco assassinos, quatro estão na cadeia com penas de cerca de 40 anos e só um está livre, pois era “de menor”. Isso quer dizer que 80% da justiça foi feita, não é? Pô, considerando a realidade brasileira, é um índice muito bom!

Pois é. Mas perdemos 100% do João Hélio.

Me desculpem o juiz, o advogado, a Justiça, a ONG, os direitos humanos ou o raio que os parta, mas nos meus esforços para desenvolvimento de uma sociedade mais humana, justa e democrática, essa conta não fecha.

Quero 100% na cadeia.