Artigos Café Brasil
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

674 – Balde de Caranguejos
674 – Balde de Caranguejos
O termo “mentalidade de caranguejo” é utilizado em ...

Ver mais

673 – LíderCast 12
673 – LíderCast 12
Mais uma temporada do LíderCast, agora é a 12. Mais um ...

Ver mais

672 – A mão invisível do mercado
672 – A mão invisível do mercado
Você certamente já ouviu falar de livre mercado, aquele ...

Ver mais

Café Brasil 671 – Antifrágil
Café Brasil 671 – Antifrágil
Um dos livros sumarizados no Café Brasil Premium foi o ...

Ver mais

LíderCast 161 – Murilo Gun
LíderCast 161 – Murilo Gun
Criador, inovador, pensador, provocador. Uma figura ...

Ver mais

LíderCast 160 – Parker Treacy
LíderCast 160 – Parker Treacy
Norte americano do setor automotivo ­financeiro, ...

Ver mais

LíderCast 159 – Paulo Ganime
LíderCast 159 – Paulo Ganime
Jovem deputado federal pelo partido Novo, engenheiro e ...

Ver mais

LíderCast 158 – Georgios Frangulis
LíderCast 158 – Georgios Frangulis
Fundador e CEO da Oakberry Açaí Bows, que está ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Por que a autenticidade radical do Bolsonaro faz tanto sucesso hoje em dia…
Carlos Nepomuceno
https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157497430623631

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – CONCLUSÃO – LINGUAGEM (parte 12)
Alexandre Gomes
Chegamos ao final deste segundo capítulo do TRIVIUM! O que tentei apresentar para você foram as minhas impressões do material original. Tem muito mais no livro, que não consegui trazer para estas ...

Ver mais

Entre Tabata e Ciro
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Tabata Amaral é deputada federal por São Paulo, filiada ao PDT, partido de esquerda que já abrigou, entre outros, Leonel Brizola e Dilma Rousseff, só para mencionar a que ponto baixo pode chegar ...

Ver mais

Resumos das aulas do COF e temas diversos
Eduardo Ferrari
Resumos de aulas do COF
Bom dia, Boa Tarde, Boa noite! Vida longa ao Café Brasil e à Confraria! Em primeiro lugar, gostaria de agradecer ao Luciano Pires pelo espaço e a oportunidade de publicar alguns dos meus resumos. ...

Ver mais

Cafezinho 196 – O sequestro do belo
Cafezinho 196 – O sequestro do belo
Reduzir tudo isso à uma questão de simpatia por ...

Ver mais

Cafezinho 195 – No mundo da lua
Cafezinho 195 – No mundo da lua
Colocar o homem na lua custou mais de 20 bilhões de ...

Ver mais

Cafezinho 194 – O banco
Cafezinho 194 – O banco
E aquele monte de dinheiro à minha disposição? Esqueça. ...

Ver mais

Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Quer saber? Antes de ser do meretrício, as zonas eram ...

Ver mais

Limpando a lista

Limpando a lista

Luciano Pires -

Todo final de ano reviso minha agenda telefônica para eliminar os contatos que não têm mais relevância. Antes uma cadernetinha de endereços, hoje é em meu iPhone que vou revisando, em ordem alfabética, cada contato. É sempre uma surpresa. Quantos contatos nem me lembro quem são! Pessoas com as quais estive durante a realização de palestras, gente do operacional, o motorista de táxi que me pegaria no dia seguinte, o técnico que cuidaria do som, pessoas que cruzaram minha vida e que jamais reverei. Esses eu apago.

Também gente que contatei para buscar informações específicas e que dificilmente voltarei a ver. Também apago.

Aí tem um grupo que me deixa, como a gente dizia em Bauru, encafifado: o nome está lá, com sobrenome e tudo, mas não tenho a menor ideia de quem seja. Bem, se não sei quem é, é dispensável. Apago.

E então chega a categoria que sempre me abala, a dos que faleceram no ano que termina. Logo na letra “A” encontro meu tio Alcides, irmão mais velho de minha mãe, que faleceu dia 30 dezembro de 2013, depois da revisão da lista naquele ano. Fico na dúvida… Apago ou não apago? Afinal, para quê um número que tem praticidade inútil, a não ser provocar lembranças de um ente querido? Hummmm. Mas eu tinha tanto carinho pelo tio Alcides… Decido não apagar. O tio fica.

Passo pelo “B” sem problemas e no “C” encontro o Chiquinho, um daqueles amigos que são como irmãos e que se foi já há 3 ou 4 anos, deixando um vazio impossível de ser preenchido. Nunca tive coragem de apagar o contato e não será agora. O Chico fica.

Passo pelo “D”,“E”,“F”,“G”,“H”,“I”,“J” e “K”, aliviado… e no “L” encontro minha prima Lila, filha do meu tio Alcides, que faleceu poucas semanas depois do pai. E vem uma enxurrada de lembranças da infância. Mantínhamos pouco contato, mas sempre afetuoso. A Lila fica.

Sigo em frente, ressabiado. Passo pelo “M”,“N”,”O”,“P” e “Q” e fico feliz. Tá todo mundo vivo. Mas quando chego ao “R”, encontro Rubem Alves, o mestre que se foi em 2014. Mantive com ele poucos contatos pessoais, uma tarde agradável de bate papo em sua casa em Campinas, troca de emails de quando em quando, mas seus livros sempre foram um alimento para minha mente e alma. Era um grande companheiro e mentor cujo contato, com certeza, jamais apagarei. O Rubem fica.

Chego ao fim da lista sabendo que quatro dos contatos nunca atenderão a uma ligação nem responderão a uma mensagem. Até 2013 era só o Chiquinho. 2014… Que ano…

Recosto-me na cadeira para refletir. E me lembro do filósofo Sêneca que uma vez escreveu:

“Feliz o homem capaz de ter por alguém tanto respeito que a simples lembrança do modelo basta para lhe dar ordem e harmonia espiritual.”

Ordem e harmonia espiritual. Com um tantinho de saudades. É isso que a revisão de minha lista de contatos me dá.

Feliz 2015.