Artigos Café Brasil
O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Café Brasil 613 – Biologia política
Café Brasil 613 – Biologia política
E aí? Você é de direita ou de esquerda? Se incomoda com ...

Ver mais

612 – O Efeito Genovese
612 – O Efeito Genovese
Em 1964, Kitty Genovese foi assassinada em Nova York. ...

Ver mais

611 – Momentos felizes
611 – Momentos felizes
Felicidade não existe. O que existe na vida são ...

Ver mais

610 – Abre-te Sésamo
610 – Abre-te Sésamo
Abre-te Sésamo é a frase mágica do conto de Ali-Babá e ...

Ver mais

LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 – Romeo Busarello
LíderCast 109 - Hoje conversamos com Romeo Busarello, É ...

Ver mais

Lídercast 108 – Leandro Nunes
Lídercast 108 – Leandro Nunes
LíderCast 108 - Hoje conversamos com Leandro Nunes, um ...

Ver mais

Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Lídercast 107 – Lucia Bellocchio
Hoje conversamos com Lucia Bellocchio, uma jovem ...

Ver mais

LíderCast 106 – Labi Mendonça
LíderCast 106 – Labi Mendonça
LíderCast 106 - 106 - Hoje conversamos com Labi ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Interpretações do Brasil X – As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Interpretações do Brasil X As escolhas públicas e as instituições como pano de fundo “Bons jogos dependem mais de boas regras do que de bons jogadores.” James Buchanan  Considerações iniciais A ...

Ver mais

O que aprender quando o futuro já era
Mauro Segura
Transformação
A minha experiência no ano passado mostrou que a história de viver cada dia como se fosse o último é uma baboseira. Aprendi que eu não preciso ter planos mirabolantes para ter uma vida digna, ...

Ver mais

MInha culpa é sua, camarada!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A tragédia do edifício que pegou fogo e desabou no Largo do Paissandu, em São Paulo, desvendou mais um bem bolado golpe; e golpe, novamente, travestido de “movimento social”: A máfia das invasões ...

Ver mais

O domínio esquerdista na dramaturgia brasileira
Bruno Garschagen
Ciência Política
Hoje, não há qualquer ameaça ao domínio da esquerda nas novelas, filmes, séries, teatro, programas de TV, jornalismo. Por isso a reação agressiva quando alguma obra fura a ditadura cultural.

Ver mais

Cafezinho 72 – Fake News 1
Cafezinho 72 – Fake News 1
Quem julga o juiz?

Ver mais

Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Cafezinho 71 – Reenquadre o hater
Reenquadre o otário e ele vira ouro. Reenquadre a ...

Ver mais

Cafezinho 70 – O Efeito Genovese
Cafezinho 70 – O Efeito Genovese
O comportamento de quem vê algo errado e nada faz a ...

Ver mais

Cafezinho 69 – Quatro Formas de Gastar Dinheiro
Cafezinho 69 – Quatro Formas de Gastar Dinheiro
Gastar nosso dinheiro conosco; nosso dinheiro com ...

Ver mais

Ideologicamente Estressados

Ideologicamente Estressados

Luciano Pires -

IDEOLOGICAMENTE ESTRESSADOS

Recentemente cunhei a expressão “ideologicamente estressados” para adjetivar algumas pessoas que me atacaram quando manifestei a necessidade de se falar o idioma com correção ou de se criar um sistema de qualificação a quem concorrer a cargos públicos. Na visão daquelas pessoas, sou preconceituoso e elitista. Alguns leitores pediram que eu explicasse melhor o conceito do “estresse ideológico”.


Um dos pioneiros no estudo do estresse foi um canadense, Hans Selye, que em 1936 submeteu cobaias a estímulos estressantes e observou um padrão específico na resposta comportamental e física dos animais. Selye descreveu os sintomas como Síndrome Geral de Adaptação. E a decompôs em três fases sucessivas: alarme, resistência e esgotamento. Após a fase de esgotamento surgiam doenças sérias como artrites, úlcera, hipertensão e problemas cardíacos. São dois os tipos básicos de estresse: o crônico e o agudo. O estresse crônico afeta a maioria das pessoas, sendo “suavemente” experimentado no dia a dia. O estresse agudo é mais intenso e curto. É causado por situações traumáticas, mas passageiras, como a morte de um parente, uma separação, uma demissão. Portanto, basta estar vivo para estar sujeito ao estresse.


Já “ideologia” pode ser entendida como um conjunto de crenças e objetivos de um grupo social ou político, que explica e justifica as decisões e o comportamento desse grupo. Karl Marx definiu ideologia como o conjunto de idéias que a classe dominante de uma sociedade impõe sobre todos os membros dessa sociedade.


E vejamos o que anda acontecendo neste país tropical. Somos um país jovem. Que só começou a existir de fato no século 19, com a chegada da família real portuguesa. Temos, portanto, menos de 200 anos. E só começamos a experimentar o gostinho da vida democrática umas duas décadas atrás. Somos jovens aprendizes. E nesse processo tivemos ondas de autoritarismo, populismo, revanchismo e outros ismos. Na última eleição presidencial vivemos uma dessas ondas. O petismo tomou o poder, amparado num discurso que prometia a redenção. Foi a primeira vez que vivemos uma transição dessa magnitude e milhões depositaram suas esperanças na promessa do céu.


Pois na metade do mandato, o trauma. As referências que elegeram o grupo redentor caem por terra. Os valores cultivados por quase três décadas desaparecem. O discurso da esperança dissipa-se dentro de uma cueca, em meio a apertos de mão e abraços comerciais… Os escolhidos mostram-se exatamente iguais aos que sempre combateram. Um choque.


O resultado? Trauma ideológico… Estresse ideológico… Agudo!


Portanto, calma com os ideologicamente estressados. Eles acabam de sair da fase de alarme descrita por Hans Selye, para entrar na de resistência.


Em breve cairão no esgotamento.


Não precisam de críticas. Precisam de ajuda. De um “spa” ideológico.


Reconhecer os sintomas seria um ótimo começo.