Artigos Café Brasil
Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

631 – O valor de seu voto – Revisitado
631 – O valor de seu voto – Revisitado
Mais discussão de ano de eleição: afinal o que é o ...

Ver mais

630 – Outra Guerreira – Simone Mozilli
630 – Outra Guerreira – Simone Mozilli
Este é outro Café Brasil que reproduz na íntegra um ...

Ver mais

629 – Gramsci e os Cadernos do Cárcere
629 – Gramsci e os Cadernos do Cárcere
Essa aparente doideira que aí está não é doideira. É ...

Ver mais

628 – O olhar de pânico
628 – O olhar de pânico
Aí você para, cansado, desmotivado, olha em volta e se ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
Segunda participação no LíderCast, com uma história que ...

Ver mais

LíderCast 123 – Augusto Pinto
LíderCast 123 – Augusto Pinto
Empreendedor com uma história sensacional de quem ...

Ver mais

LíderCast 122 – Simone Mozzilli
LíderCast 122 – Simone Mozzilli
Uma empreendedora da área de comunicação, que descobre ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Júlio de Mesquita Filho e a contrarrevolução cultural
Jota Fagner
Origens do Brasil
A ideia de concentração hegemônica não é exclusividade de Gramsci, outros autores de diferentes espectros ideológicos propuseram caminhos parecidos. Júlio de Mesquita Filho é um deles É preciso ...

Ver mais

Imagine uma facada diferente
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Imagine Fernando Haddad sendo vítima de uma tentativa de assassinato. Por um ex-militante do DEM ou do PSL, no mesmo dia em que Bolsonaro quase morreu pelas mãos de um ex-PSOL. Primeiramente, os ...

Ver mais

Uma discussão sobre inteligência artificial na educação
Mauro Segura
Transformação
Uma discussão sobre os benefícios que as novas tecnologias podem trazer para a educação brasileira. Mas será que estamos preparados para isso?

Ver mais

A burocracia e a Ignorância Artificial
Henrique Szklo
O Estado brasileiro, desde 1500, tem se esmerado em atravancar qualquer mecanismo da administração pública com um emaranhado de processos burocráticos de alta complexidade, difícil interpretação ...

Ver mais

Cafezinho 107 – O voto proporcional
Cafezinho 107 – O voto proporcional
Seu voto, antes de ir para um candidato, vai para um ...

Ver mais

Cafezinho 106 – Sobre fake news
Cafezinho 106 – Sobre fake news
Fake News são como ervas daninhas, não se combate ...

Ver mais

Cafezinho 105 – Quem categoriza?
Cafezinho 105 – Quem categoriza?
Quem define e categoriza o que será medido pode ...

Ver mais

Cafezinho 104 – A greta
Cafezinho 104 – A greta
Dois meio Brasis jamais somarão um Brasil inteiro.

Ver mais

Fiscalmente iludidos

Fiscalmente iludidos

Luciano Pires -

O economista italiano Amilcare Puviani publicou seu livro “Teoria da Ilusão Fiscal”, no qual explica que ninguém gosta de pagar impostos e que os governos sabem disso. Num país democrático, por exemplo, a pressão por gastos do governo é sempre crescente, seja para prover o bem estar da população como para comprar votos. O governo sempre precisa de mais dinheiro. O governante de turno, por sua vez, sabe que se aumentar impostos corre o risco de não ser reeleito, e começa então a criar estratégias para arrecadar fundos sem que as pessoas percebam. E Amilcare lista algumas ações do governo nesse sentido:

1. Embutir os impostos nos preços das mercadorias utilizando tributação indireta. ICMS, IPI, PIS, Cofins, por exemplo, estão lá encarecendo o preço da batatinha, mas você não os vê;

2. Inflação, através da qual o Estado aumenta sua renda reduzindo o valor do dinheiro de todos. Você investe em títulos públicos, por exemplo, e recebe como rendimento o ganho real mais a correção monetária, que é a reposição da perda da inflação. O governo cobra imposto sobre o total do rendimento, inclusive da correção monetária. Quanto maior a inflação, maior a correção, maior o imposto arrecadado;

3. Empréstimos compulsórios para atender a contextos de calamidades ou guerras, ou investimentos públicos com caráter de urgencia. O mais famoso foi o decretado no governo Collor, que limpou a conta corrente dos brasileiros com a promessa de devolver lá na frente;

4. Impostos sobre bens supérfluos e de luxo, que são rapidamente assimilados pelos mais ricos, entusiasmados com a compra feita;

5. Impostos “temporários” emergenciais, que continuam existindo depois de desaparecida a emergência. Alguém se lembra da CPMF – Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras?;

6. Tributos que exploram conflitos sociais, cobrando impostos mais altos sobre grupos impopulares, como os das pessoas mais ricas;

7. A ameaça de colapso social caso os impostos sejam reduzidos. Quem se lembra de Lula dizendo que a saúde brasileira ia quebrar se a CPMF não continuasse?;

8. Dividir o total da carga tributária em pequenas parcelas mensais;

9. Impostos cuja incidência exata não pode ser prevista antecipadamente, mantendo o contribuinte sem saber quanto está pagando;

10. Camuflar o processo orçamentário através de legislação e linguagem complexas demais para que o contribuinte compreenda;

11. Generalizar em categorias os gastos, tais como “saúde”, “educação” “cidadania”, para dificultar o acesso aos componentes individuais do orçamento.

Viu só? Onze estratégias que você deve conhecer muito bem e que fazem parte do cardápio dos governos atuais, não é mesmo? É.

O livro de Amilcare Puviani foi publicado em 1903.

Não existem soluções novas. O que existe é ignorância velha.

Luciano Pires