Artigos Café Brasil
O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

622 – O Esfíncter Intelectual
622 – O Esfíncter Intelectual
Existe gente que não controla seu esfíncter intelectual ...

Ver mais

Café Brasil 621 – Orgulho de Ser Brasileiro
Café Brasil 621 – Orgulho de Ser Brasileiro
Em junho de 2018 realizamos o II Sarau Café Brasil, ...

Ver mais

Café Brasil 620 – Democracia, tolerância e censura
Café Brasil 620 – Democracia, tolerância e censura
"Se começarmos a cercar com paredes aquilo que alguns ...

Ver mais

619 – LíderCast 9
619 – LíderCast 9
Neste programa apresentamos os convidados da Temporada ...

Ver mais

LíderCast 116 – Roberto Motta
LíderCast 116 – Roberto Motta
Empreendedor, professor, engenheiro, mestre em gestão, ...

Ver mais

LíderCast 115 – Nailor Marques Jr
LíderCast 115 – Nailor Marques Jr
Professor, palestrante, uma das mentes mais divertidas ...

Ver mais

LíderCast 114 -Alexandre Ostrowiecki
LíderCast 114 -Alexandre Ostrowiecki
Empreendedor, com uma história incrível de como o ...

Ver mais

LíderCast 113 – Glaucimar Peticov
LíderCast 113 – Glaucimar Peticov
“Eu não tenho muros, só tenho horizontes” é a frase de ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

O elogio do vira-lata
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O elogio do vira-lata “Aquele que for somente um economista não tem condições de ser um bom economista, pois todos os nossos problemas tocam em questões de filosofia.” Friedrich von ...

Ver mais

É milagre, Crivella?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O Rio de Janeiro continua lindo Gil, e complicado; mais do que isso, espantoso. Não dá pra entender a razão pela qual os fluminenses elegem gente (latu sensu, ófi córsi) como Anthony Garotinho, ...

Ver mais

O despertador intelectual e a origem das ideias
Jota Fagner
Origens do Brasil
Possivelmente você teve uma pessoa que, em determinado momento de sua vida, acendeu a faísca da sua curiosidade sobre determinado assunto ou área do conhecimento. Talvez tenha sido mais de uma ...

Ver mais

Os caminhos para editar um livro
Isqueiro isqueiro
Muitas pessoas investem um tempo considerável colocando suas histórias e lições de forma escrita, para se perpetuarem na forma de livros. Mas, ao concluírem o texto, muitas vezes o guardam em ...

Ver mais

Cafezinho 91 – Os outros
Cafezinho 91 – Os outros
A sensação de culpa existe como um mecanismo que nos ...

Ver mais

Cafezinho 90 – Armadura Emocional
Cafezinho 90 – Armadura Emocional
Você tem que ser capaz de gerenciar suas próprias ...

Ver mais

Cafezinho 89 – Manifesto
Cafezinho 89 – Manifesto
Quero um mundo melhor, igualzinho a você. Talvez ...

Ver mais

Cafezinho 88 – A Teoria da Ilusão Fiscal
Cafezinho 88 – A Teoria da Ilusão Fiscal
Não existem soluções novas. O que existe é ignorância velha.

Ver mais

Fake News

Fake News

Luciano Pires -

Você já deve ter lido por aí sobre “fake news”, não é? Popularizado após a eleição de Trump, o termo diz respeito a sites e blogs que publicam intencionalmente notícias falsas, imprecisas ou simplesmente manipuladas, com a intenção de ajudar ou combater algum alvo, normalmente político. Eles também copiam notícias verdadeiras de outros veículos, mas mudam as manchetes, alterando o sentido ou colocando algo sensacionalista para atrair leitores.

Aqui no Brasil isso não é novidade, temos “fake news” há anos, inclusive bancadas pelo governo. As “fake News” a que me refiro, não devem ser confundidas com as mentiras que sempre circularam por aí, sobre ETs, monstros, aparições e outros absurdos, que podem ser desmascaradas em sites como o www.e-farsas.com.br , por exemplo. Elas são publicadas aproveitando as tensões políticas, pegam fragmentos de verdade, torcem os fatos de forma a parecem mesmo verdade. E são compartilhadas por milhares de pessoas, transformando-se em senso comum.

Não existe remédio contra elas, a não ser tomar alguns cuidados.

Relembro então a minha Teoria dos Quatro Rês, cujo enunciado é:

“Notícias sem relevância; passadas por gente que não tem responsabilidade; aceitas por todos sem reserva, obtém ressonância desproporcional.“

Assim que leio, ouço ou vejo uma notícia, busco mentalmente passar por um filtro que tem 4 palavras começadas por “RÊ”.

  1. Relevância: que importância tem essa notícia ou fato para mim, minha comunidade, meus amigos, meu país, o mundo?
  2. Responsabilidade: quem é a fonte dessa informação? Que responsabilidade tem quem a está passando para mim? Que autoridade ou credibilidade tem essa fonte, para que eu nela acredite?
  3. Reserva: com que cuidados devo receber essa notícia? Que tipo de precaução devo tomar antes de acreditar e sair agindo?
  4. Ressonância: como devo disseminar essa notícia? Que tipo de amplitude devo dar a ela?

No Brasil é assim: notícias sem a menor relevância, passadas para nós por gente que não tem a menor responsabilidade, aceitas por todos sem a menor reserva, obtêm uma ressonância desproporcional. Quatro rês que baixam a cotação da bolsa; aumentam o dólar; derrubam o ministro; quebram a empresa; protelam o crescimento; fecham a escola; aumentam o desemprego, destroem reputações… com base em versões que nós mesmo transformamos em fatos.

No caso das “fake news” o mais importante é o item 2: Responsabilidade. Quem é a fonte dessa informação? Que responsabilidade tem quem a está passando para mim? Que autoridade ou credibilidade tem essa fonte, para que eu nela acredite?

Observe quem está por trás do site ou blog, que linha de pensamento eles defendem, quem são seus patrocinadores, que interesses eles ocultam, qual o histórico das pessoas que produzem o que ali é veiculado. Uma pequena investigação como essa derruba imediatamente 95% do que se vê e lê por aí.

Mas tem mais um ponto fundamental: faça a mesma análise com quem está acusando alguém de “fake news”.

Não raro, quem acusa é que é o fake.