Artigos Café Brasil
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

591 – Alfabetização para a mídia
591 – Alfabetização para a mídia
Hoje em dia as informações chegam até você ...

Ver mais

590 – O que aprendi com o câncer
590 – O que aprendi com o câncer
O programa de hoje é uma homenagem a uns amigos ...

Ver mais

589 – A cultura da reclamação
589 – A cultura da reclamação
Crianças mimadas, multiculturalismo, politicamente ...

Ver mais

588 – Escola Sem Partido
588 – Escola Sem Partido
Poucos temas têm despertado tantas paixões como a ...

Ver mais

LíderCast 91 – Saulo Arruda
LíderCast 91 – Saulo Arruda
Saulo Arruda, que teve uma longa carreira como ...

Ver mais

LíderCast 90 – Marcelo Ortega
LíderCast 90 – Marcelo Ortega
Marcelo Ortega, palestrante na área de vendas, outro ...

Ver mais

LíderCast 89 – Bruno Teles
LíderCast 89 – Bruno Teles
Bruno Teles, um educador que sai de Sergipe para se ...

Ver mais

LíderCast 88 – Alfredo Rocha
LíderCast 88 – Alfredo Rocha
Alfredo Rocha, um dos pioneiros no segmento de ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Vale fazer um curso universitário se as profissões vão desaparecer?
Mauro Segura
Transformação
Numa perspectiva de que tudo muda o tempo todo, será que vale a pena sentar num banco de universidade para se formar numa profissão que vai desaparecer ou se transformar nos próximos anos?

Ver mais

Tolerância? Jura?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Engraçada essa tal “tolerância” que pregam por aí, por dois simples motivos: 1) é de mão única e 2) pretende tolher até o pensamento do indivíduo. Exagero? Não mesmo. Antes que algum ...

Ver mais

Ensaio sobre a amizade
Tom Coelho
Sete Vidas
“A gente só conhece bem as coisas que cativou. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm ...

Ver mais

Um reino que sente orgulho de seus líderes
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Um reino que sente orgulho de seus líderes  Victoria e Abdul   Uma vez mais, num curto espaço de tempo, o cinema nos brinda com um filme baseado na história de uma destacada liderança britânica. ...

Ver mais

Cafezinho 28 – No grito
Cafezinho 28 – No grito
Não dá pra construir um país no grito.

Ver mais

Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Cafezinho 27 – Planos ou esperanças
Tem gente que, em vez de planos, só tem esperança.

Ver mais

Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Cafezinho 26 – Brasil Futebol Clube
Não dá para ganhar um jogo sem acreditar no time.

Ver mais

Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
Cafezinho 25 – Podres de mimados 2
O culto do sentimento destrói a capacidade de pensar e ...

Ver mais

Eu Repilo

Eu Repilo

Luciano Pires -

EU REPILO


Se eu tivesse que escolher a “palavra do ano” de 2005, apesar da tentação de apontar “mensalão” ou “excelência”, optaria por um verbo conjugado na primeira pessoa do presente do indicativo:
REPILO.
Repetido mais de uma vez por José Dirceu, enquanto ele se debatia para escapar à cassação, o “eu repilo” transformou-se numa daquelas afirmações mágicas que tentam transformar a realidade. Enquanto toda a sociedade brasileira repelia as práticas obscuras do PT, era o grande líder quem repelia as acusações. Muita gente estranhou. Não estamos acostumados a repelir quando se trata de política no Brasil. Pois prestarei neste momento um serviço à cultura nacional, registrando a “ficha técnica” do verbo “repelir”, que quer dizer: fazer retroceder; impelir para longe; rechaçar; expulsar; defender-se de; rebater; afastar, desviar, fazer arredar, não acolher; não permitir a aproximação de; não admitir; rejeitar; não tolerar; ter aversão a…

O “repilo” soou estranho. Alguns acham que “repelir” é defectivo, verbo que não apresenta uso completo de suas flexões, como “abolir”, por exemplo. “Abolir” não se usa na primeira pessoa do singular do presente do indicativo (seria eu “abolo”? “Abulo”??), por isso é verbo defectivo. Mas o “repilo”, embora raro na linguagem oral, tem registros na escrita, especialmente a mais culta. No Infinitivo é “repelir”. No Gerúndio, “repelindo”. E o Particípio é “repelido”.

Conjugado no Presente do Indicativo será: eu repilo, tu repeles, ele repele, nós repelimos, vós repelis, eles repelem. No Futuro do Pretérito do Indicativo: eu repeliria, tu repelirias, ele repeliria, nós repeliríamos, vós repeliríeis, eles repeliriam. No Futuro do Presente do Indicativo: eu repelirei, tu repelirás, ele repelirá, nós repeliremos, vós repelireis, eles repelirão. No Imperfeito do Subjuntivo: se eu repelisse, se tu repelisses, se ele repelisse, se nós repelíssemos, se vós repelísseis, se eles repelissem. No Futuro do Subjuntivo: quando eu repelir, quando tu repelires, quando ele repelir, quando nós repelirmos, quando vós repelirdes, quando eles repelirem. No Infinitivo Pessoal: por repelir eu, por repelires tu, por repelir ele, por repelirmos nós, por repelirdes vós, por repelirem eles.

Aprendeu? Muito bem.

Agora que você sabe como conjugar o verbo “repelir” no presente e no futuro, bote em prática.
Quando ligar a televisão e suspeitar que estão te tratando como um imbecil, repila.
Quando ouvir o horário eleitoral e achar que estão te pungueando, repila.
Quando for cliente e entender que estão te maltratando, repila.
Quando seu interlocutor for um idiota, repila.
Quando sentir que seus valores morais estão sendo vilipendiados, repila.
Quando encontrar um pocotó, repila.
Imagine por um segundo as conseqüências da afirmação “se nós repelíssemos”, transformada em ação… Repelir é nossa arma. Repelir é nossa escolha. Quando todos os brasileiros começarem a usar o “eu repilo”, talvez tenhamos um futuro digno para este país.

Feliz 2006.
Se for pra ser igual a 2005, eu repilo.