Artigos Café Brasil
Podpesquisa 2018
Podpesquisa 2018
Em sua quarta edição, a PodPesquisa 2018 recebeu mais ...

Ver mais

Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

639 – Chega de falar de política
639 – Chega de falar de política
Diversos ouvintes mandam mensagens pedindo para que eu ...

Ver mais

638 – O efeito Dunning-Kruger
638 – O efeito Dunning-Kruger
Cara, eu fico besta com a quantidade de gente que ...

Ver mais

637 – LíderCast 10
637 – LíderCast 10
Olha só, chegamos na décima temporada do LíderCast. Com ...

Ver mais

636 – As duas éticas da eleição
636 – As duas éticas da eleição
Gravei um LíderCast da Temporada 11, que só vai ao ar ...

Ver mais

LíderCast 132 – Alessandro Loiola
LíderCast 132 – Alessandro Loiola
Médico, escritor, um intelectual inquieto, capaz de ...

Ver mais

LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
LíderCast 131 – Henrique Szklo e Lena Feil
Henrique Szklo e Lena Feil – Henrique se apresenta como ...

Ver mais

LíderCast 130 – Katia Carvalho
LíderCast 130 – Katia Carvalho
Mudadora de vidas, alguém que em vez de apenas lamentar ...

Ver mais

LíderCast 129 – Guga Weigert
LíderCast 129 – Guga Weigert
DJ e empreendedor, que a partir da experiência com a ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Quem não é capaz de rir de si mesmo será sempre um intolerante em potencial
Henrique Szklo
Humorista de verdade não tem lado, não tem ideologia, não tem bandeira. Independentemente de sua posição pessoal, tem de ser livre o suficiente para atirar em tudo o que se mexe e no que não se ...

Ver mais

Capitalismo Versus Esquerdismo*
Alessandro Loiola
Uma das consequências involuntárias do capitalismo é que ele coloca diferentes culturas e sociedades em contato direto muito mais amplo umas com as outras. Liga as pessoas entre si muito mais ...

Ver mais

A cavalgada de um cowboy
Jota Fagner
Origens do Brasil
Cowboy não havia dormido bem. Tinha feito corridas até às duas da manhã. O trabalho como moto-taxista costumava não render muito, mas em época de alta temporada a demanda era muito grande. ...

Ver mais

O ENEM e a (anti-)educação
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Nos dois últimos fins-de-semana, milhões de candidatos ao ensino superior realizaram as provas do ENEM. O vestibular é o telos do ensino fundamental e médio no Brasil. As escolas privadas assumem ...

Ver mais

Cafezinho 126 – Mais Médicos
Cafezinho 126 – Mais Médicos
- Mas eles estavam atendendo os brasileiros necessitados!

Ver mais

Cafezinho 125 – O chute
Cafezinho 125 – O chute
Se o governador mentiu ou se enganou, peço desculpas ...

Ver mais

Cafezinho 124 – À luz do sol
Cafezinho 124 – À luz do sol
É assim, com a luz do sol, que a gente faz a limpeza.

Ver mais

Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Cafezinho 123 – A zona da indiferença
Ter consciência sobre o que é certo e errado todo mundo ...

Ver mais

E.Escola

E.Escola

Luciano Pires -

Olha só o que me vem de Portugal: “A TMN é o primeiro operador a disponibilizar 300 mil computadores portáteis com banda larga, a 150 euros , no âmbito do programa e.escola, iniciativa anunciada pelo governo como o projeto mais ambicioso do Plano Tecnológico Nacional de combate à infoexclusão. O objetivo é levar a meio milhão de portugueses o acesso a computadores portáteis e à Internet de banda larga a preços reduzidos e destina-se a alunos do 10º ano, a professores do ensino básico e secundário e a trabalhadores em formação no âmbito do programa Novas Oportunidades.
A oferta da TMN, neste âmbito, consiste num PC portátil da marca Fujitsu Siemens, modelo AMILO PRO V3515, com a última versão do sistema operacional Windows Vista e do Microsoft Office, numa placa Banda Larga, com um valor superior a 800 euros, mas disponibilizada pela TMN por apenas 150 euros. O tarifário Internet incluído é o TMN Banda Larga Light, com 1 GB de tráfego incluído, disponibilizado com um desconto significativo sobre o preço de mercado. No último sábado, a TMN já disponibilizou cerca de 400 portáteis a trabalhadores em formação. As inscrições para o programa e.escola poderão ser feitas no site da TMN, ou preencher a ficha de inscrição diretamente no site do governo, selecionando para o efeito a opção TMN”.

Humm… A TMN é a operadora de celular da Portugal Telecom. Os tais notebooks, se tivessem o preço convertido para nossa moeda, custariam algo em torno de 404 reais. Serão colocados à venda 300 mil computadores. Portugal tem 10 milhões de habitantes, o que significa que a TMN vai fornecer computadores para 3% da população, dentro de seu projeto de inclusão digital.  Não me parece que a TMN esteja perdendo dinheiro nesse projeto, muito menos a Fujitsu-Siemens. Nem o governo português. Então onde é que está o truque?
Simples: no mercado futuro. Nossos irmãos portugueses sabem que, mesmo que cubram apenas os custos dos produtos, esse investimento vai render dividendos gigantescos no futuro. Sem contar os ganhos sociais da inclusão digital, com todas as conseqüências que o acesso a informações via internet causará no processo educacional dos portugueses, ainda existe o componente do marketing. A garotada aprenderá a lidar com computadores nas máquinas Fujitsu-Siemens. Acessará a internet através da TMN. Estão construindo consumidores fiéis.
Pois bem. Vamos fazer um exercício com o Brasil? Aqui, 3% da população seriam mais ou menos 5,5 milhões de pessoas. Já pensou se uma operadora de celular colocasse à venda para escolas, alunos e professores, 5,5 milhões de notebooks com banda larga sem fio por R$ 400,00?
Se a TMN pode fazer isso na Europa, será que ninguém consegue aqui?
Ah, talvez não. Não sabemos pensar a longo prazo. Precisamos de tudo ao mesmo tempo agora. Principalmente se o tudo for… dinheiro.
Mas se uma operadora de celular não puder, que tal um consórcio? Vale do Rio Doce, CSN, Votorantim, Petrobrás, Gerdau… Ou os bancos, com aqueles balanços mostrando resultados tão fantásticos que chegam a ser indecorosos.
Será que a Fujitsu-Siemens toparia a parada? Ou quem sabe a Dell. Ou a Positivo? Ou Lenovo?
E o governo, hein? Eu soube ontem que o Ministério da Cultura acaba de liberar – através do mecanismo de renúncia fiscal – a captação de R$ 4 milhões para a produção do filme “O Doce Veneno do Escorpião”. O filme é baseado no best seller (250 mil cópias vendidas) escrito por Bruna Surfistinha, que conta as aventuras eróticas de uma garota de programa.
Façamos as contas: quatro milhões de reais dariam mais ou menos 10 mil computadores do projeto e.escola português. E o que é que causaria mais impacto na sociedade? Dez mil computadores nas mãos de estudantes e professores ou o filme da Surfistinha? Bem, como aqui é o Brasil, eu fico em dúvida. E se bobear ainda serei ofendido por ter feito a comparação…
É melhor voltar pra realidade.
Caso você queira saber mais sobre o e.escola, acesse www.tmn.pt e morra de inveja.
Ou então espere o filme da Bruna.