Artigos Café Brasil
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

601 – Alfabetização para a Mídia II
601 – Alfabetização para a Mídia II
Publicamos um videocast sobre Alfabetização para a ...

Ver mais

600 – God Save The Queen
600 – God Save The Queen
Café Brasil 600... Chegou a hora de comemorar outra ...

Ver mais

599 – Gastando tempo
599 – Gastando tempo
Quem ouve o Café Brasil há algum tempo sabe da minha ...

Ver mais

598 – O bovárico
598 – O bovárico
Madame Bovary é um livro clássico que nos apresenta a ...

Ver mais

LíderCast 97 – Michael Oliveira
LíderCast 97 – Michael Oliveira
Michael Oliveira, que é criador e apresentador do ...

Ver mais

LíderCast 96 – Ricardo Geromel
LíderCast 96 – Ricardo Geromel
Ricardo Geromel, que sai do Brasil para jogar futebol, ...

Ver mais

LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
Pascoal da Conceição, que fala sobre a vida de ator no ...

Ver mais

LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
Marcelo e Evelyn Barbisan. O Marcelo é médico, a Evelyn ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Mostrem essa coragem toda!
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Não há mais o que falar, esmiuçar ou palpitar sobre a intervenção federal na Segurança do Rio de Janeiro. Entre especialistas da área, especialistas do nada, gente se fingindo de especialista e ...

Ver mais

Como não combater a inflação
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Como não combater a inflação  O livro que, infelizmente, poucos leram “Os controles são profunda e intrinsecamente imorais. Substituindo o governo da lei e da cooperação voluntária no mercado ...

Ver mais

Como vencer um debate tendo razão
Bruno Garschagen
Ciência Política
O estrondoso sucesso do psicólogo canadense Jordan Peterson tem mostrado coisas extremamente interessantes sobre como parte da sociedade reage diante de alguém que sabe defender corajosamente as ...

Ver mais

O oitavo círculo
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Faz uns bons anos, no departamento de trânsito de uma pequena e pacata cidade do interior paulista. Um cliente sofreu alguns danos em seu carro, devido aos quebra-molas exagerados, muito acima ...

Ver mais

Cafezinho 48 – As reformas
Cafezinho 48 – As reformas
Reformas estruturais implicam em mudanças na forma como ...

Ver mais

Cafezinho 47 – Os poblema
Cafezinho 47 – Os poblema
Como as mídias sociais revelaram o tamanho do desastre ...

Ver mais

Cafezinho 46 – Experimente
Cafezinho 46 – Experimente
Experimente abrir uma empresa. Seja o dono.

Ver mais

Cafezinho 45 – O louco
Cafezinho 45 – O louco
Na semana passada, quase sete anos após a apresentação ...

Ver mais

Difícil de entender

Difícil de entender

Luciano Pires -

Esta semana coloquei uma singela postagem no Facebook: “Que época é esta em que ‘verdade’ ou ‘mentira’ dependem da conveniência?”. Apareceram dezenas de comentários, a maioria dizendo que sempre foi assim. Eu sei, mas tá demais. O Brasil está ficando impossível de entender. Quer ver só o começo de 2013? Olha como tá difícil:

São Paulo: O Governador baixa decreto proibindo que policiais militares prestem os primeiros socorros às vítimas de violência física, especialmente nos casos de tiroteio com a polícia. Tentam assim evitar que os policiais adulterem a cena do tiroteio, encobrindo possíveis casos de violência policial. Tem que chamar o atendimento e aguardar. Ainda bem que São Paulo só tem 3 mil habitantes e o socorro chega em 3 minutos em qualquer lugar da cidade.

Brasília: a Juventude Petista organiza jantar numa galeteria com venda de ingressos entre R$ 100 e R$ 1000. O objetivo é angariar fundos para ajudar Zé Dirceu, Zé Genoino, João Paulo Cunha e Delúbio Soares a pagar as multas que receberam ao serem condenados como mensaleiros pelo STF. O objetivo era vender 170 ingressos e até o dia anterior ao jantar já teriam vendido 110, vários para políticos, cujos salários é você quem paga. Ou seja, você está ajudando na vaquinha dos mensaleiros.

Macaé, RJ: um juiz manda apreender uma série de livros dessa onda de “pornografia para mamães”, tipo “50 Tons de Cinza”. A alegação é que os livros contêm material pornográfico e só podem ser vendidos lacrados e com classificação indicativa na capa, proibidos para menores de 18 anos. E, para cumprir a medida, policiais armados entraram nas livrarias à cata dos livros. Na sequência, o juiz também solicita a fiscalização em bibliotecas e estabelecimentos de ensino, públicos e particulares, e similares. Não sei de mais detalhes, pois fui assistir à pegação no Big Brother Brasil.

Brasília 2: os favoritos para Presidente do Senado e da Câmara dos Deputados são, respectivamente, Renan Calheiros e Henrique Eduardo Alves. Ambos não têm currículo, têm folha corrida. Calheiros, seis anos depois de renunciar ao mesmo cargo de Presidente para não ter seus direitos políticos cassados quando se descobriu que uma empreiteira pagava a pensão de um filho que ele teve com uma… uma… uma amiga íntima. Henrique Alves, deputado há mais de 40 anos, envolvido em acusações de desvios e maracutaias sem fim. Mas estão firmes, favoritos para presidir as casas. Se cruzar com eles, você terá que chamá-los de Vossa Excelência.

Em minhas palestras falo do mundo cheio de contradições, volátil, incerto, complexo e ambíguo, e de como precisamos desenvolver a visão para enxergar o caminho em meio ao nevoeiro; a capacidade de entendimento para perceber relações de causa e efeito; a clareza para encontrar o simples e a agilidade para responder imediatamente às mudanças. Mas tá difícil, viu? Acho que vou recorrer a Paulo Coelho, que conta que em um remoto bar da Espanha, perto de uma cidade chamada Obite, existe um cartaz escrito por seu dono:

“Justamente quando consegui encontrar todas as respostas mudaram todas as perguntas”.

O Brasil tá assim.

Luciano Pires