Artigos Café Brasil
Como decidi em quem votarei para Presidente
Como decidi em quem votarei para Presidente
Não sei se estou certo, não fui pela emoção, não estou ...

Ver mais

Democracia, Tolerância e Censura
Democracia, Tolerância e Censura
O que distingue uma democracia de uma ditadura é a ...

Ver mais

O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

634 – Me chama de corrupto, porra!
634 – Me chama de corrupto, porra!
Cara, que doideira é essa onda Bolsonaro que, se você ...

Ver mais

633 – Ballascast
633 – Ballascast
O Marcio Ballas, que é palhaço profissional, me ...

Ver mais

632 – A era da inveja
632 – A era da inveja
Uma pesquisa de 2016 sobre comportamento humano mostrou ...

Ver mais

631 – O valor de seu voto – Revisitado
631 – O valor de seu voto – Revisitado
Mais discussão de ano de eleição: afinal o que é o ...

Ver mais

LíderCast 127 – Lito Rodriguez
LíderCast 127 – Lito Rodriguez
Empreendedor, criador da DryWash, outro daqueles ...

Ver mais

LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
LíderCast 126 – Alexis Fonteyne
Empresário criativo e agora candidato a Deputado ...

Ver mais

LíderCast 125 – João Amoêdo
LíderCast 125 – João Amoêdo
Decidimos antecipar o LíderCast com o João Amoêdo ...

Ver mais

LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
LíderCast 124 – Sidnei Alcântara Oliveira
Segunda participação no LíderCast, com uma história que ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Nobel de Economia valoriza sustentabilidade e inovação tecnológica “Nossos filhos terão mais de quase tudo, com uma gritante exceção: eles não terão mais tempo. À medida que a renda e os salários ...

Ver mais

Ah, se os políticos usassem sua criatividade para o bem
Henrique Szklo
Tem gente que acha que os políticos não são corruptos. Nós é que somos certinhos demais. Já o meu amigo Rodriguez diz que o pior tipo de político é o honesto, porque, além de trouxa, é traidor da ...

Ver mais

Somos quem podemos ser
Jota Fagner
Origens do Brasil
Já faz um tempo que venho desiludido quanto aos resultados da educação. Ainda acredito que ela seja essencial, mas já consigo enxergar que não basta. Uma pessoa bem instruída não é garantia de ...

Ver mais

História da riqueza no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
História da riqueza no Brasil  Cinco séculos de pessoas, costumes e governos “A proposta de uma revolução copernicana na análise e interpretação da história do Brasil – esta é a marca ...

Ver mais

Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Cafezinho 115 – Um voto não vale uma amizade
Não gaste sua energia e seu tempo precioso de vida ...

Ver mais

Cafezinho 114 – E se?
Cafezinho 114 – E se?
Mudanças só acontecem quando a crise que sofremos for ...

Ver mais

Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Cafezinho 113 – Merdades e Ventiras
Conte até dez antes de compartilhar uma merdade

Ver mais

Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Cafezinho 112 – Como decidi meu voto
Meu voto é estratégico, para aquilo que o momento exige.

Ver mais

Difícil de entender

Difícil de entender

Luciano Pires -

Esta semana coloquei uma singela postagem no Facebook: “Que época é esta em que ‘verdade’ ou ‘mentira’ dependem da conveniência?”. Apareceram dezenas de comentários, a maioria dizendo que sempre foi assim. Eu sei, mas tá demais. O Brasil está ficando impossível de entender. Quer ver só o começo de 2013? Olha como tá difícil:

São Paulo: O Governador baixa decreto proibindo que policiais militares prestem os primeiros socorros às vítimas de violência física, especialmente nos casos de tiroteio com a polícia. Tentam assim evitar que os policiais adulterem a cena do tiroteio, encobrindo possíveis casos de violência policial. Tem que chamar o atendimento e aguardar. Ainda bem que São Paulo só tem 3 mil habitantes e o socorro chega em 3 minutos em qualquer lugar da cidade.

Brasília: a Juventude Petista organiza jantar numa galeteria com venda de ingressos entre R$ 100 e R$ 1000. O objetivo é angariar fundos para ajudar Zé Dirceu, Zé Genoino, João Paulo Cunha e Delúbio Soares a pagar as multas que receberam ao serem condenados como mensaleiros pelo STF. O objetivo era vender 170 ingressos e até o dia anterior ao jantar já teriam vendido 110, vários para políticos, cujos salários é você quem paga. Ou seja, você está ajudando na vaquinha dos mensaleiros.

Macaé, RJ: um juiz manda apreender uma série de livros dessa onda de “pornografia para mamães”, tipo “50 Tons de Cinza”. A alegação é que os livros contêm material pornográfico e só podem ser vendidos lacrados e com classificação indicativa na capa, proibidos para menores de 18 anos. E, para cumprir a medida, policiais armados entraram nas livrarias à cata dos livros. Na sequência, o juiz também solicita a fiscalização em bibliotecas e estabelecimentos de ensino, públicos e particulares, e similares. Não sei de mais detalhes, pois fui assistir à pegação no Big Brother Brasil.

Brasília 2: os favoritos para Presidente do Senado e da Câmara dos Deputados são, respectivamente, Renan Calheiros e Henrique Eduardo Alves. Ambos não têm currículo, têm folha corrida. Calheiros, seis anos depois de renunciar ao mesmo cargo de Presidente para não ter seus direitos políticos cassados quando se descobriu que uma empreiteira pagava a pensão de um filho que ele teve com uma… uma… uma amiga íntima. Henrique Alves, deputado há mais de 40 anos, envolvido em acusações de desvios e maracutaias sem fim. Mas estão firmes, favoritos para presidir as casas. Se cruzar com eles, você terá que chamá-los de Vossa Excelência.

Em minhas palestras falo do mundo cheio de contradições, volátil, incerto, complexo e ambíguo, e de como precisamos desenvolver a visão para enxergar o caminho em meio ao nevoeiro; a capacidade de entendimento para perceber relações de causa e efeito; a clareza para encontrar o simples e a agilidade para responder imediatamente às mudanças. Mas tá difícil, viu? Acho que vou recorrer a Paulo Coelho, que conta que em um remoto bar da Espanha, perto de uma cidade chamada Obite, existe um cartaz escrito por seu dono:

“Justamente quando consegui encontrar todas as respostas mudaram todas as perguntas”.

O Brasil tá assim.

Luciano Pires