Artigos Café Brasil
O pacto dos canalhas
O pacto dos canalhas
Isca Intelectual de Luciano Pires sobre o grande mal ...

Ver mais

A colheita
A colheita
isca intelectual de Luciano Pires, sobre um Brasil que ...

Ver mais

Pelo exemplo
Pelo exemplo
Isca intelectual de Luciano Pires sobre gestão. Todo ...

Ver mais

Quem faz nossa cabeça
Quem faz nossa cabeça
Isca intelectual de Luciano Pires. Imagino uma criança ...

Ver mais

562 – Orgulho de ser corrupto
562 – Orgulho de ser corrupto
Podcast Café Brasil 562 - Orgulho de ser corrupto. ...

Ver mais

561 – Intueri
561 – Intueri
Podcast Café Brasil 561 - Intueri. Às vezes você tem a ...

Ver mais

560 – Welcome to the Hotel California
560 – Welcome to the Hotel California
Podcast Café Brasil 560 - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

559 – Vida de vampiro
559 – Vida de vampiro
Podcast Café brasil 559 - Vida de vampiro. Ainda na ...

Ver mais

LíderCast 069 – Panela Produtora
LíderCast 069 – Panela Produtora
Hoje converso com Daniel, Filipe, Janjão e Rhaissa ...

Ver mais

LíderCast 068 – Gilmar Lopes
LíderCast 068 – Gilmar Lopes
Hoje converso com Gilmar Lopes, que de pedreiro se ...

Ver mais

LíderCast 067 – Roberto Caruso
LíderCast 067 – Roberto Caruso
Hoje conversamos com Roberto Caruso, um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 066 – Alex Bezerra de Menezes
LíderCast 066 – Alex Bezerra de Menezes
Hoje converso com Alex Bezerra de Menezes, que é Clark ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

O lado negro de fazer networking
Raiam Santos
Esses dias, eu tava assistindo uma entrevista entre o Brian Johnson do site Philosopher’s Notes e o Cal Newport. Cal Newport é um PhD pica das galáxias formado no MIT que hoje dá aula de ...

Ver mais

Assuma o Brasil de vez
Adalberto Piotto
Olhar Brasileiro
Isca intelectual de Adalberto Piotto, No Brasil, tem coisas que só acontecem no Brasil.

Ver mais

A mentalidade da caixa preta
Raiam Santos
Fiquei um tempinho distante do MundoRaiam porque estava em “Modo Buda” focado 100% na produção do meu quinto livro CLASSE ECONÔMICA: PAÍSES BALCÃS. Agora que o livro já tá na mão da ...

Ver mais

O coração da empresa
Tom Coelho
Sete Vidas
“Se fôssemos bons em tudo não necessitaríamos trabalhar em equipe.” (Gisela Kassoy)   É comum qualificarmos as empresas como “organismos vivos”. E, sob esta ótica, comparar seu funcionamento ...

Ver mais

Desdudifique-Se

Desdudifique-Se

Luciano Pires -


DESDUDIFIQUE-SE



Bem, meus amigos que parecem bobos, ta chegando a hora da eleição. Os ânimos estão esquentando. A adrenalina subindo. E daqui pra frente, o que a gente vai ver é briga de rua. Mais. Chinelagem. Vão botar até a mãe no meio. A gritaria vai ser alta, vão te encher o saco por tv, rádio, jornal e revista. Toda hora, todo dia. Folga só na Copa e na final do Big Brother Brasil Sete.


Esta será uma das campanhas mais baixas da história. Afinal, os caras vão brigar a briga que sabem. Esqueçam elegância, honra, educação, generosidade. Esqueçam a verdade. Essas coisas não ganham briga.


O processo de fritura do Palocci, que envolveu até uma casa cheia de prostitutas, foi só o ensaio… Eles, situação, oposição ou coluna do meio, vão misturar tudo. Família, parente, amigo e confidente. Vão morder, chutar a canela, bater em neguinho caído, enfiar dedos nos olhos e jogar areia na cara. Vão adotar a “Estratégia do Boimate”: combinar boi com tomate, esfregando na nossa cara as alianças mais esdrúxulas, apresentadas como tiradas estratégicas. Desfilarão realizações de um lado e desmentidos de outro. Novos malandros vão aparecer. Velhos malandros vão reaparecer. E desfilarão mentiras em horário nobre. Tudo convenientemente “dudificado” .


“Dudificar”: seguir a cartilha do Duda, criando embalagens irresistíveis para produtos envelhecidos, estragados, ruins, desonestos, perigosos…


Isso constatado, qual é a providência que nós, os eleitores “dudificados” temos de tomar? Afinal, vamos ter de escolher um lado. Você vai com o mocinho ou com bandido? Com o gordo ou com o magro? Com os Jedis ou com os Seths? Vai ser difícil, meu amigo… Tem informação demais circulando, muitas vezes conflitante. Não sei mais quem é mocinho e quem é bandido. O meu herói de hoje vira covarde no final de semana, em matéria de capa da revista semanal…


– Pô, como é que eu faço?


Você eu não sei. Eu farei assim: estou lendo tudo sobre os candidatos. Procuro ouvi-los falar. Olhar nos olhos. Ver com quem eles andam. Ler o currículo. Procuro gente que os conheça pessoalmente e pergunto. Procuro gente que os conheceu quando eram jovens, para saber de seu caráter. Mas, antes de tudo, e todo o tempo, procuro fazer cinco perguntinhas cada vez que recebo uma informação, seja qual for a fonte. É meu processo de “desdudificação”:


Primeira: quem criou essa mensagem?


Segunda: que técnicas criativas foram usadas para chamar minha atenção?


Terceira: se não fosse quem sou, não morasse onde moro, não tivesse a educação que tive, como é que eu entenderia essa mensagem?


Quarta: que valores, estilos de vida e pontos de vista estão representados ou foram omitidos dessa mensagem?


Quinta: por que essa mensagem está sendo enviada?


Essas cinco perguntinhas não garantem nada. Mas ajudam na “desdudificação”, criando um estado de alerta para as armadilhas marqueteiras postas à nossa frente diariamente pela mídia.


É pouco? Mas é o que dá pra fazer com os recursos disponíveis.


E posso até dizer que já escolhi meu candidato… Por enquanto.


O quê? Ah, você não vai com nenhum? Vai “desdudificar-se” anulando o voto, né? Ta bem.


Deixe que alguém escolha por você.


Mas torça para que seja o mocinho…