Assine o Café Brasil
Artigos Café Brasil
Fake News
Fake News
Isca intelectual lembrando da teoria dos Quatro Rês, ...

Ver mais

Matrizes da Violência
Matrizes da Violência
Isca intelectual lembrando que os presídios brasileiros ...

Ver mais

Mudei de ideia
Mudei de ideia
Isca intelectual de Luciano Pires incentivando que você ...

Ver mais

2016 – Que ano!
2016 – Que ano!
Hora de parar e olhar pra trás pra ver o quanto ...

Ver mais

544 – Persuadível
544 – Persuadível
Podcast Café Brasil 544 - Persuadível. Vivemos numa ...

Ver mais

543 – Desengajamento moral
543 – Desengajamento moral
Podcast Café Brasil 543 - Desengajamento moral. Como é ...

Ver mais

542 – Tapestry
542 – Tapestry
Podcast Café Brasil 542 - Tapestry. Em 1971 uma cantora ...

Ver mais

541 – A festa do podcast
541 – A festa do podcast
Podcast Café Brasil 541 - A festa do Podcast. ...

Ver mais

LíderCast 056 – Paula Miraglia
LíderCast 056 – Paula Miraglia
LiderCast 056 - Hoje conversaremos com Paula Miraglia, ...

Ver mais

LíderCast 055 – Julia e Karine
LíderCast 055 – Julia e Karine
LiderCast 055 - Hoje vamos conversar com duas jovens ...

Ver mais

LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LiderCast 054 - Hoje vamos falar com o empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LiderCast 053 - Hoje vamos entrevistar Adalberto ...

Ver mais

045 – Recuperando do trauma
045 – Recuperando do trauma
Quando terminar o trauma, quando o Brasil sair deste ...

Ver mais

Vem Pra Rua!
Vem Pra Rua!
Um recado para os reacionários que NÃO vão às ruas dia ...

Ver mais

44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
Apresentação de Luciano Pires no Epicentro em Campos de ...

Ver mais

43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
Gloria Alvarez, do Movimento Cívico Nacional da ...

Ver mais

A força da vocação
Tom Coelho
Sete Vidas
“Eu nunca quis ser o maior ou o melhor. Queria apenas desenhar.” (Mauricio de Sousa)   Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali. É quase impossível que estes personagens de histórias em quadrinhos ...

Ver mais

O caos no Rio de Janeiro tem muitos culpados. E uma explicação
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garschagen, lembrando que o que está acontecendo neste momento no Rio de Janeiro revela que a relação do carioca com a política não mudou muito desde o final do século 19.

Ver mais

Que grandeza…
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Ah… nada como o amor sincero à Pátria, o dar-se pelo povo… Nada como ver políticos desprendidos, servindo à nação uma verdadeira aula de civismo, espalhando sabedoria e exemplo de ...

Ver mais

Vendedores debruçados ou conversando
Suely Pavan Zanella
Iscas Comportamentais
Isca intelectual de Suely Pavan que tenho observado uma postura comum em lojas e supermercados: vendedores debruçados em balcões ou reclamando pelos corredores.

Ver mais

Desconfio

Desconfio

Luciano Pires -

Ando desconfiado. Desconfio do que leio nos jornais. Desconfio do que vejo na TV. Desconfio do que recebo pela Internet. Desconfio das estatísticas dos políticos. Desconfio das estatísticas dos economistas. Desconfio do desconto na loja. Desconfio da promoção da empresa de telefonia. Desconfio do brinde no posto de gasolina. Desconfio do vendedor. Desconfio do padre. Desconfio do policial. Desconfio do eletricista. Desconfio da pessoa que me aborda para perguntar as horas. Desconfio de quem defende o governo. Desconfio de quem ataca o governo. Desconfio de quem não gosta de política. Desconfio do técnico do meu time. Desconfio do filme que ganhou o Oscar. Desconfio do vinho que me servem. Pior: desconfio que estou educando meus filhos a desconfiar dos outros.
Tô ficando louco? Velho? Ranzinza? Ou sou apenas um brasileiro deste início de milênio, igualzinho a você?
Meio século de vida me mostrou que confiar cegamente é perigoso, mas a impressão que tenho é que saí do oito pros oitenta! E descobri que não sou dos mais intolerantes. Meus amigos também desconfiam!
Um estudioso norte americano chamado Robert Putnan escreveu que “uma sociedade caracterizada pela reciprocidade generalizada é mais eficiente que uma sociedade desconfiada”.
Sociedade desconfiada…
Essa é a melhor definição para o momento atual. Diga sinceramente: em quem ou no que você confia?
Você provavelmente vai perceber que a resposta cairá em sua família ou em Deus. Dificilmente em alguma instituição pública ou privada. Pois houve um tempo em que confiávamos na justiça. Na polícia. Nos políticos. No professor. No padre. No jornal.
Estamos perdendo aquilo que Robert Putnan definiu como “capital social”. Nos últimos quarenta anos assistimos a redução do envolvimento cívico e político, dos laços sociais informais, da tolerância e da confiança. Passamos menos tempo com os amigos, freqüentamos menos clubes, nos afastamos da política, dedicamos horas e horas à tv e recebemos pela mídia uma carga diária de catástrofes que nos transformam em indivíduos medrosos, descrentes e desconfiados.
Inspirar confiança, então, passa a ser uma tarefa quase impossível. Integridade e caráter tornam-se elementos-chave.
E pense bem: quais são as demonstrações de integridade e caráter que você assistiu nos últimos dias? Últimos meses? Últimos anos?
Ta difícil de lembrar?
Por isso desconfio.