Artigos Café Brasil
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

710 – Todo mundo junto
710 – Todo mundo junto
Cara... que tempo louco estamos vivendo, não é? E no ...

Ver mais

709 – Sobre perguntas
709 – Sobre perguntas
O Sandro Magaldi e o José Salibi Neto são dois ...

Ver mais

708 – Manifesto do Educador Honesto
708 – Manifesto do Educador Honesto
Afinal de contas, o que é um educador? É uma professora ...

Ver mais

707 – O benefício da dúvida – Revisitado
707 – O benefício da dúvida – Revisitado
O programa de hoje é a revisita a um episódio publicado ...

Ver mais

LíderCast 192 – Eduardo Villela
LíderCast 192 – Eduardo Villela
Homem dos livros, mas de fazer livros. Com extensa ...

Ver mais

LíderCast 191 – Giovani Colacicco
LíderCast 191 – Giovani Colacicco
Professor do Departamento de Ciências Contábeis da ...

Ver mais

LíderCast 190 – Alcides Braga
LíderCast 190 – Alcides Braga
De office boy a dono da Truckvan, uma história ...

Ver mais

LíderCast 189 – Deborah Alves
LíderCast 189 – Deborah Alves
Jovem empreendedora, formada em Ciência da Computação e ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Aprenderemos algo?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Sim… afinal, não é possível que atravessemos esse inferno “coronário” sem tirar algum ensinamento, alguma aprendizagem, disso tudo. No caso do brasileiro, alguma disciplina e respeito, e já ...

Ver mais

Liga e desliga
Chiquinho Rodrigues
Ela disse pra mim que gostar e desgostar eram coisas simples! Que existia dentro dela um botão de “liga e desliga”. Quando esse botão estava no “liga” era porque ela ...

Ver mais

Vivendo e aprendendo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vivendo e aprendendo  Lições da quarentena “Vivendo e aprendendo a jogar Vivendo e aprendendo a jogar Nem sempre ganhando Nem sempre perdendo Mas, aprendendo a jogar.” Guilherme Arantes O mundo ...

Ver mais

Analogias inusuais
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Analogias inusuais  Para desenvolver a criatividade… e para entender as crises econômicas “Para os historiadores cada evento é único. Os economistas, entretanto, sustentam que as forças da ...

Ver mais

Cafezinho 268 – Skin In The Game
Cafezinho 268 – Skin In The Game
Faça o exercício de imaginar que decisão você tomaria ...

Ver mais

Cafezinho 267 – Cafezinho.Live
Cafezinho 267 – Cafezinho.Live
Escolha bem suas conexões para não infectar também a mente.

Ver mais

CAFEZINHO 266 – O QUE NÃO SE VÊ
CAFEZINHO 266 – O QUE NÃO SE VÊ
Neste momento em que para deter uma epidemia os ...

Ver mais

Cafezinho 265 – O Lado Cheio do Copo
Cafezinho 265 – O Lado Cheio do Copo
Vamos combater o novo Coronavirus com Fitness Intelectual.

Ver mais

Dei ouro para o bem do Brasil

Dei ouro para o bem do Brasil

Luciano Pires -

2014 é ano em que “comemoramos” o cinquentenário de uma das grandes pilantragens nacionais. Em 1964, logo em seguida à tomada do poder pelos militares, o Brasil estava na pior. Cofres vazios, sem reservas, uma situação complicada. Assis Chateaubriand, o chefe dos poderosos “Diários Associados”, a Rede Globo da época, lançou então a campanha “Dei ouro para o bem do Brasil”.

Com chamadas pelo rádio e pela TV Tupi, além dos jornais do então poderoso grupo empresarial de “Chatô”, a população mais humilde, especialmente de São Paulo, se comoveu com a situação difícil da nação, e se mobilizou num grande ato de cidadania. Alianças, pulseiras, colares, brincos de ouro e dinheiro passaram a ser levados para postos de arrecadação, onde eram doados pela população para ajudar o país a colocar as finanças em ordem.

A revista O Cruzeiro, em 13 de junho de 1964, apresentou um balanço parcial informando que mais de 400 quilos de ouro e cerca de meio bilhão de cruzeiros foram arrecadados. Não sei quando equivaleria esse meio bilhão de cruzeiros hoje, mas os 400 quilos de ouro dariam pouco mais de 42 milhões de reais. É claro que esses valores eram muito inferiores àquilo que o Brasil precisava, mas a campanha fez um grande barulho. Eu, com 8 anos de idade, lembro direitinho de ficar na fila com meus pais, em Bauru, para entregar algumas joias e receber o anel de latão. Lembro daquele anel grosso, largo demais para meus dedinhos de criança.

Que orgulho! Dei ouro para o bem do Brasil!

Pois é. O tempo passou, não se falou mais no assunto, ninguém sabe qual foi o valor total levantado, muito menos o que aconteceu com o dinheiro… E a campanha entrou para a história como uma picaretagem.

Lembrei disso quando li esta semana sobre uma campanha coordenada por algumas personalidades ilustres do PT, para que os militantes do partido comprem ações da Petrobras, que estão no patamar mais baixo de sua história. Conforme a Folha de São Paulo, os autores da proposta pedem aos apoiadores do PT que economizem “o valor das cervejas que beberíamos no fim de semana” e “o valor das despesa com o salão de beleza” e apliquem na compra de ações, pois a empresa está sendo alvo de um movimento especulativo para forçar sua privatização. Eles também pregam que o Estado compre as ações, para assim “reestatizar” a empresa.

Fico imaginando o que é que “reestatizar” tem a ver com a quadrilha que os partidos políticos instalaram na Petrobras. Querem mais bandidos lá, é isso?

De qualquer forma, chega a ser comovente saber dessa ação cívica proposta pelos governistas. É quase como outro “dar ouro para o bem do Brasil”.

Só que a turma está escolada, não é? Quem é que acredita que o dinheiro aplicado numa estatal vai ser utilizado para o bem do Brasil?

Ah, você acredita?

Olha, tenho aqui um anel de latão. Quer comprar?