Artigos Café Brasil
Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

678 – Dominando a Civilidade
678 – Dominando a Civilidade
Vivemos uma epidemia de incivilidade que ...

Ver mais

677 – Teorias da Conspiração
677 – Teorias da Conspiração
Vivemos numa sociedade assolada por grandes ...

Ver mais

676 – Homem na Lua 2
676 – Homem na Lua 2
Cinquenta anos atrás o homem pousou na Lua. Mas parece ...

Ver mais

675 – Homem na lua
675 – Homem na lua
Em 20 de Julho de 1969 uma nave feita pelo homem pousou ...

Ver mais

LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
Um dos mais influentes profissionais de comunicação ...

Ver mais

LíderCast 164 – Artur Motta
LíderCast 164 – Artur Motta
Professor que fez transição de carreira e usa podcasts ...

Ver mais

LíderCast 163 – Amanda Sindman
LíderCast 163 – Amanda Sindman
Profissional de comunicação, jornalista e mulher trans. ...

Ver mais

LíderCast 162 – Aldo Pini
LíderCast 162 – Aldo Pini
Ex-diretor de planejamento da agência África, que ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Simples assim
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Simples assim Excelência em Educação Dia 10 de agosto, compareci a um evento muitíssimo interessante. Estimulado pela chamada do convite eletrônico – Avanços na educação pública: o que podemos ...

Ver mais

Homenagem aos Economistas 2019
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Homenagem aos Economistas 2019 Memoráveis citações “O Brasil é um país onde você passa quinze dias fora e muda tudo, mas passa quinze anos fora e não muda nada.” Cássio Casseb  “Quando alguém tem ...

Ver mais

O que podemos aprender com a tragédia que virá da Argentina?
Carlos Nepomuceno
O que podemos aprender com a tragédia que virá da Argentina? Live completa.

Ver mais

Ni nóis não
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A história todo mundo conhece, pelo menos no enredo do samba: Criminosos de extenso currículo (estelionatários, ladrões, traficantes) foram contratados para espionar telefones privados de ...

Ver mais

Cafezinho 204 – Agrotóxicos – melhor seria não usar IV
Cafezinho 204 – Agrotóxicos – melhor seria não usar IV
Ainda existe hoje uma cultura, muito estimulada por ...

Ver mais

Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Quem é o idiota que quer deliberadamente envenenar seus ...

Ver mais

Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Se não bastassem as dificuldades para comprar, ...

Ver mais

Cafezinho 201 – Agrotóxicos – melhor seria não usar
Cafezinho 201 – Agrotóxicos – melhor seria não usar
Agrotóxicos são a bola da vez. Da forma como é ...

Ver mais

Dei ouro para o bem do Brasil

Dei ouro para o bem do Brasil

Luciano Pires -

2014 é ano em que “comemoramos” o cinquentenário de uma das grandes pilantragens nacionais. Em 1964, logo em seguida à tomada do poder pelos militares, o Brasil estava na pior. Cofres vazios, sem reservas, uma situação complicada. Assis Chateaubriand, o chefe dos poderosos “Diários Associados”, a Rede Globo da época, lançou então a campanha “Dei ouro para o bem do Brasil”.

Com chamadas pelo rádio e pela TV Tupi, além dos jornais do então poderoso grupo empresarial de “Chatô”, a população mais humilde, especialmente de São Paulo, se comoveu com a situação difícil da nação, e se mobilizou num grande ato de cidadania. Alianças, pulseiras, colares, brincos de ouro e dinheiro passaram a ser levados para postos de arrecadação, onde eram doados pela população para ajudar o país a colocar as finanças em ordem.

A revista O Cruzeiro, em 13 de junho de 1964, apresentou um balanço parcial informando que mais de 400 quilos de ouro e cerca de meio bilhão de cruzeiros foram arrecadados. Não sei quando equivaleria esse meio bilhão de cruzeiros hoje, mas os 400 quilos de ouro dariam pouco mais de 42 milhões de reais. É claro que esses valores eram muito inferiores àquilo que o Brasil precisava, mas a campanha fez um grande barulho. Eu, com 8 anos de idade, lembro direitinho de ficar na fila com meus pais, em Bauru, para entregar algumas joias e receber o anel de latão. Lembro daquele anel grosso, largo demais para meus dedinhos de criança.

Que orgulho! Dei ouro para o bem do Brasil!

Pois é. O tempo passou, não se falou mais no assunto, ninguém sabe qual foi o valor total levantado, muito menos o que aconteceu com o dinheiro… E a campanha entrou para a história como uma picaretagem.

Lembrei disso quando li esta semana sobre uma campanha coordenada por algumas personalidades ilustres do PT, para que os militantes do partido comprem ações da Petrobras, que estão no patamar mais baixo de sua história. Conforme a Folha de São Paulo, os autores da proposta pedem aos apoiadores do PT que economizem “o valor das cervejas que beberíamos no fim de semana” e “o valor das despesa com o salão de beleza” e apliquem na compra de ações, pois a empresa está sendo alvo de um movimento especulativo para forçar sua privatização. Eles também pregam que o Estado compre as ações, para assim “reestatizar” a empresa.

Fico imaginando o que é que “reestatizar” tem a ver com a quadrilha que os partidos políticos instalaram na Petrobras. Querem mais bandidos lá, é isso?

De qualquer forma, chega a ser comovente saber dessa ação cívica proposta pelos governistas. É quase como outro “dar ouro para o bem do Brasil”.

Só que a turma está escolada, não é? Quem é que acredita que o dinheiro aplicado numa estatal vai ser utilizado para o bem do Brasil?

Ah, você acredita?

Olha, tenho aqui um anel de latão. Quer comprar?