Artigos Café Brasil
Educação adulta
Educação adulta
Preocupados demais com a educação de nossos filhos, ...

Ver mais

É tudo soda
É tudo soda
Isca intelectual de Luciano Pires lembrando que ...

Ver mais

A selhófrica da pleita
A selhófrica da pleita
Isca intelectual de Luciano Pires tratando do nonsense ...

Ver mais

Freestyle
Freestyle
Isca Intelectual de Luciano Pires dizendo que quando ...

Ver mais

575 – As horas
575 – As horas
Quem segue o Café Brasil sabe da fascinação que temos ...

Ver mais

Café Brasil Curto 20 – Acho por acho
Café Brasil Curto 20 – Acho por acho
Não queira ser mestre sem antes ser discípulo.

Ver mais

Café Brasil Curto 19 – Mudar por discurso?
Café Brasil Curto 19 – Mudar por discurso?
Aceitemos a luz. E paremos com essa bobagem do "sempre ...

Ver mais

574 – Os agoristas
574 – Os agoristas
Café Brasil 574 - Os agoristas. Vivemos no presente, ...

Ver mais

LíderCast 077 Waldey Sanchez
LíderCast 077 Waldey Sanchez
LíderCast 077 – Waldey Sanches - Waldey Sanches é um ...

Ver mais

LíderCast 076 Raquel e Leo Spencer
LíderCast 076 Raquel e Leo Spencer
LíderCast 076 – Raquel e Leo Spencer – A Raquel e o ...

Ver mais

LíderCast 075 Renato Seraphin
LíderCast 075 Renato Seraphin
Renato Seraphin é presidente da Albaugh, uma empresa do ...

Ver mais

LíderCast 074 Camila Achutti
LíderCast 074 Camila Achutti
LíderCast 074 – Camila Achutti é uma jovem e muito bem ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

37 não é febre
Tom Coelho
Sete Vidas
“Nada mais comum do que julgar mal as coisas.” (Cícero)   “Filha, leve um agasalho, pois vai esfriar.” “Querido, lembre-se de seu guarda-chuva; parece que vai chover…” “Não vá tomar ...

Ver mais

Lições de viagem 10
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Lições de viagem 10 Itália  Penso che un sogno così non ritorni mai più mi dipingevo le mani e la faccia di blu poi d’improvviso venivo dal vento rapito e incominciavo a volare nel cielo ...

Ver mais

Gente do bem
Tom Coelho
Sete Vidas
“Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” (Romanos, 12:21)   Em meio ao trânsito desordenado, um motorista gentilmente cede-me passagem. Visito um ex-professor na faculdade ...

Ver mais

Homenagem aos Economistas 2017
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Homenagem aos Economistas 2017 Memoráveis citações “Quando foi criada a Faculdade de Ciências Econômicas da USP, em 1945, eu decidi fazer Economia. Fiquei muito feliz com a Economia, me ajustei ...

Ver mais

Chave de fendas

Chave de fendas

Luciano Pires -

E Renan Calheiros está de volta, seis anos depois, ao cargo do qual renunciou para não ser cassado. Mas que sujeito ambicioso, não? Não. Renan é ganancioso.

Ao fazer o discurso de posse como presidente do Senado, Renan disse que “A ética não é um fim em si mesmo, vossas excelências sabem disso. A ética é meio, não é fim.” Ouvi o discurso, sentindo uma ponta de vergonha alheia, justamente quando gravava o podcast Café Brasil 336 – Ganância e Ambição. E foi impossível não fazer um paralelo. Vamos lá.

Sou um sujeito ambicioso. Sempre fui. Sempre mirei mais acima, mais à frente, mais fundo, mais alto, mais longe do que eu poderia alcançar. E por isso, além de quebrar a cara muitas vezes, consegui atingir certos objetivos que muita gente parecida comigo nunca conseguiu. No processo, levei junto um monte de gente: minha família, amigos, colegas de trabalho, clientes, fornecedores e até leitores e ouvintes.

Na minha ambição cabe todo mundo.

Ser ambicioso é fundamental, e ter ao lado gente ambiciosa também. Uma mulher ambiciosa, por exemplo, motiva o marido a sair da inércia, e vice-versa. Quem tem ambição quer crescer, evoluir, progredir. Quem não tem, “deixa a vida te levar, vida leva eu…”. A ambição equilibrada é positiva, é boa. Ambição desequilibrada se transforma em ganância.

Nos dicionários, a diferença entre ambição e ganância não é tão clara, mas para mim é: o que difere a ganância da ambição são os limites de cada uma e os princípios morais: o como fazer. Vejamos as definições que elaborei, quem sabe você concorda com elas.

A ambição é o desejo intenso de alcançar determinado objetivo, aplicando-se os princípios éticos vigentes. O indivíduo ambicioso contempla em seus planos outras pessoas, age com honestidade e generosidade e respeita todos que estão à sua volta. E “todos”não são apenas amigos, parentes ou os outros elementos do bando.

Já a ganância é o desejo intenso de alcançar determinado objetivo, seja pelo meio que for. Os fins justificam os meios, lembra disso? O indivíduo ganancioso só se importa consigo mesmo, não contempla mais ninguém em seus planos e faz qualquer coisa para atingir seus objetivos, doa a quem doer.

Então vamos lá: tenho a ambição de governar este país, e o faço seguindo princípios éticos, conforme meus valores morais, até trombar na tal “governabilidade”. Quando estou pensando em como fazer para vencer esses obstáculos, ouço que “a ética é meio, não é fim”, e adoto a moral dos gananciosos: sujo as mãos, faço conchavos, me alio a notórios bandidos e, quem sabe, compro uns votos para conseguir aprovar as medidas que eu afirmo que serão boas para o povo. E assim atinjo o fim desejado.

A eleição de Renan Calheiros deixa claro que, para nossos congressistas, ética é apenas uma ferramenta, como uma chave que eles usam para abrir fendas. Ou para matar você.

“Tudo bem, se me convém.” Continuo propondo essa frase em substituição ao “Ordem e Progresso”.

Luciano Pires