Artigos Café Brasil
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

711 – Cafezinho Live – Gustavo Cerbasi
711 – Cafezinho Live – Gustavo Cerbasi
O mundo está mergulhado num cenário de perplexidade, ...

Ver mais

710 – Todo mundo junto
710 – Todo mundo junto
Cara... que tempo louco estamos vivendo, não é? E no ...

Ver mais

709 – Sobre perguntas
709 – Sobre perguntas
O Sandro Magaldi e o José Salibi Neto são dois ...

Ver mais

708 – Manifesto do Educador Honesto
708 – Manifesto do Educador Honesto
Afinal de contas, o que é um educador? É uma professora ...

Ver mais

LíderCast 193 – Paulo Eduardo Martins
LíderCast 193 – Paulo Eduardo Martins
Jornalista combativo que sofreu as consequências da ...

Ver mais

LíderCast 192 – Eduardo Villela
LíderCast 192 – Eduardo Villela
Homem dos livros, mas de fazer livros. Com extensa ...

Ver mais

LíderCast 191 – Giovani Colacicco
LíderCast 191 – Giovani Colacicco
Professor do Departamento de Ciências Contábeis da ...

Ver mais

LíderCast 190 – Alcides Braga
LíderCast 190 – Alcides Braga
De office boy a dono da Truckvan, uma história ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Aprenderemos algo?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Sim… afinal, não é possível que atravessemos esse inferno “coronário” sem tirar algum ensinamento, alguma aprendizagem, disso tudo. No caso do brasileiro, alguma disciplina e respeito, e já ...

Ver mais

Liga e desliga
Chiquinho Rodrigues
Ela disse pra mim que gostar e desgostar eram coisas simples! Que existia dentro dela um botão de “liga e desliga”. Quando esse botão estava no “liga” era porque ela ...

Ver mais

Vivendo e aprendendo
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vivendo e aprendendo  Lições da quarentena “Vivendo e aprendendo a jogar Vivendo e aprendendo a jogar Nem sempre ganhando Nem sempre perdendo Mas, aprendendo a jogar.” Guilherme Arantes O mundo ...

Ver mais

Analogias inusuais
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Analogias inusuais  Para desenvolver a criatividade… e para entender as crises econômicas “Para os historiadores cada evento é único. Os economistas, entretanto, sustentam que as forças da ...

Ver mais

Cafezinho 268 – Skin In The Game
Cafezinho 268 – Skin In The Game
Faça o exercício de imaginar que decisão você tomaria ...

Ver mais

Cafezinho 267 – Cafezinho.Live
Cafezinho 267 – Cafezinho.Live
Escolha bem suas conexões para não infectar também a mente.

Ver mais

CAFEZINHO 266 – O QUE NÃO SE VÊ
CAFEZINHO 266 – O QUE NÃO SE VÊ
Neste momento em que para deter uma epidemia os ...

Ver mais

Cafezinho 265 – O Lado Cheio do Copo
Cafezinho 265 – O Lado Cheio do Copo
Vamos combater o novo Coronavirus com Fitness Intelectual.

Ver mais

As marionetes

As marionetes

Luciano Pires -

Você certamente acompanhou a visita da jornalista cubana Yaoni Sánchez ao Brasil, não? Em vários momentos uma turma de “democratas” simplesmente impediu, aos gritos e ameaças, que ela fizesse aquilo que veio fazer: conversar sobre o regime cubano. É evidente que as demonstrações foram orquestradas, com transporte, cachê e lanchinho para os manifestantes, que nem mesmo sabiam o nome da moça. Para quem comandou os trogloditas, Yoani não pode manifestar seu pensamento. Ela tem que ser calada.

Existe um livro precioso chamado A História da Liberdade de Pensamento, escrito em 1914 pelo historiador e filólogo irlandês John Bagnel Bury, que explica na introdução a razão de, para algumas pessoas, ser tão difícil aceitar a liberdade de expressão:

“O cérebro médio é naturalmente preguiçoso e tende sempre a escolher o caminho por onde encontra menor resistência. O mundo mental do homem médio consiste de credos que ele aceitou sem questionar, e aos quais ele está firmemente fixado. Ele é instintivamente hostil a qualquer coisa que ameaçar a estabilidade do mundo que lhe é familiar. Uma nova ideia, inconsistente com seus credos, torna necessário rearranjar a mente, num processo trabalhoso que requer um gasto doloroso de energia mental. Para o homem médio e seus amigos, que formam a grande maioria, novas ideias e opiniões que causem dúvidas nos credos e instituições estabelecidos, parecem malignas, pois são desagradáveis.”

Portanto, se eu sou esse homem médio e tenho algum tipo de poder, fico tentado a não permitir que ideias malignas e desagradáveis sejam expressas. E, para isso, quebro braços, esmurro e ameaço. Ou posso lançar mão do conceito do “bem comum”, “da proteção aos mais fracos, pobres e desamparados”, “da sobrevivência da humanidade” e tantos outros argumentos lindos, imbatíveis, que se tornam pretextos para verdadeiros crimes contra as liberdades individuais.

Liberdade de pensamento quer dizer muito pouco se não for acompanhada pela liberdade de expressão, que é uma coisa muito diferente. Ninguém muda o mundo só com pensamentos, eles precisam ser expostos, compartilhados, discutidos e colocados em ação. E estamos, ao menos nós que vivemos em sociedades que podem ser consideradas democráticas, tão acostumados com a liberdade de pensamento e expressão que nos esquecemos que, para chegar até este ponto, muito sangue correu. Foram séculos e séculos persuadindo os poderosos de que manifestar uma opinião – e discuti-la livremente – era uma boa coisa.

Não importa se você concorda ou não com ela, acho que o grande mérito da visita de Yoani Sánchez ao Brasil foi escancarar o perigo dos intolerantes que andam entre nós, e que são de dois tipos.

Primeiro as marionetes, que a gente saca logo de cara. São prostitutas morais: alugam a mente e o corpo para quem pagar mais. Estão sempre irritados, gritam, ameaçam, apelam para a violência e se orgulham de sua ignorância e estupidez. Esses ogros têm que ser tratados de igual para igual, pois querem calar sua boca na porrada.

Mas os mais perigosos são os que manipulam as marionetes: os de fala mansa, simpáticos, repletos de boas intenções, argumentos pomposos e propostas para salvar a humanidade. Parecem santos.

Esses, mais que sua boca, querem calar sua mente.

Não deixe.

Luciano Pires