Artigos Café Brasil
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina
Uma reunião para ser objeto de estudo em qualquer aula ...

Ver mais

#TransgressaoEhIsso
#TransgressaoEhIsso
Transgredir é muito mais que pintar o rosto, urinar na ...

Ver mais

Vem aí o Cafezinho
Vem aí o Cafezinho
Nasce nesta segunda, 4/9 o CAFEZINHO, podcast ...

Ver mais

597 – Simplifique
597 – Simplifique
O programa de hoje é um presente. Reproduzimos na ...

Ver mais

596 – A complicada arte de ver – revisitado
596 – A complicada arte de ver – revisitado
“A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o ...

Ver mais

595 – A empatia positiva
595 – A empatia positiva
Se você construir uma linha emocional imaginária, numa ...

Ver mais

594 – Sultans of Swing
594 – Sultans of Swing
Láááááá em 1977 uma obscura banda inglesa começou a ...

Ver mais

LíderCast 96 – Ricardo Geromel
LíderCast 96 – Ricardo Geromel
Ricardo Geromel, que sai do Brasil para jogar futebol, ...

Ver mais

LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
LíderCast 95 – Pascoal da Conceição
Pascoal da Conceição, que fala sobre a vida de ator no ...

Ver mais

LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
LíderCast 94 – Marcelo e Evelyn Barbisan
Marcelo e Evelyn Barbisan. O Marcelo é médico, a Evelyn ...

Ver mais

LíderCast 93 – Max Oliveira
LíderCast 93 – Max Oliveira
Max Oliveira, empreendedor que fundou a Max Milhas, uma ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

País de Santos
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Há dias um assunto artificialmente inflado ocupa sites e jornais: A posse interrompida da ex-quase-futura ministra do Trabalho, deputada federal Cristiane Brasil (PTB/RJ), filha do conhecido ...

Ver mais

Jonatan, o Tolo
Bruno Garschagen
Ciência Política
Jonatan é o tolo cuja credulidade fantasiosa corrompeu qualquer traço de inocência

Ver mais

Projeções econômicas do Brasil para 2018
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Projeções econômicas do Brasil para 2018[1] Com uma sólida formação humanista, um economista pode afirmar que quanto menor a intervenção do Estado na economia de mercado, mais rico será este país ...

Ver mais

Vale fazer um curso universitário se as profissões vão desaparecer?
Mauro Segura
Transformação
Numa perspectiva de que tudo muda o tempo todo, será que vale a pena sentar num banco de universidade para se formar numa profissão que vai desaparecer ou se transformar nos próximos anos?

Ver mais

Cafezinho 39 – Como fazer críticas nutritivas
Cafezinho 39 – Como fazer críticas nutritivas
Num cafezinho anterior falei sobre a importância de ...

Ver mais

Cafezinho 38 – A agarra
Cafezinho 38 – A agarra
Basta implantar uma dúvida, uma agarra... e pronto! A ...

Ver mais

Cafezinho 37 – Sobre críticas
Cafezinho 37 – Sobre críticas
Saber avaliar as críticas é fundamental, mas saber ...

Ver mais

Cafezinho 36 – Velhos problemas
Cafezinho 36 – Velhos problemas
O Brasil não tem problemas novos.

Ver mais

Americanos

Americanos

Luciano Pires -

AMERICANOS

Luciano Pires

Quando fiz minha viagem ao Everest em 2001, encontrei gente de todo mundo. Numa das passagens de meu livro O MEU EVEREST, conto da experiência de ir conversar com duas mulheres que estavam próximas, observando os alpinistas que desciam da montanha.



Perguntei de onde elas eram. Eram duas barangas, cheias de pose que, como se eu as estivesse importunando, disseram: “América”.


É claro que eu sabia que elas queriam dizer Estados Unidos, mas tive vontade de dizer: “Eu também sou da América”. Afinal, quem deu a elas o direito de usar o nome do continente?


Elas são da América do Norte, eu sou do Sul. Mas somos todos da América.


…Metidas…


Acho que isso acontece com essa gente por causa de Cristóvão Colombo, que descobriu a América quando chegou nos Estados Unidos. Mas… Espera um pouco. Durante sua primeira viagem Colombo desembarcou apenas em São Salvador, Cuba e Haiti. Só desembarcou no continente em sua terceira expedição de 1498. E nem sei se foi nos Estados Unidos…


Portanto, quem devia reivindicar o nome América deveria ser Fidel Castro!


Pois esta semana recebi um e-mail de uma leitora que reclamava por eu ter chamado a Secretária de Estado Condoleezza Rice de “norte-americana”


“Como é que ficam os Canadenses? E os Mexicanos?”, disse a leitora.


É verdade! América do Norte são Canadá, Estados Unidos, México e Bahamas. Quem deu aos nativos dos Estados Unidos o direito de usar o nome do hemisfério junto ao do continente?


“Condoleezza é estadunidense”, disse minha leitora.


Claro!


Nasceu no Canadá, canadense. Nasceu no México, mexicano. Nas Bahamas, não tenho idéia. Mas nos Estados Unidos, estado – u-ni-den-se.


Tomei então uma decisão. Nunca mais me referirei aos estadunidenses como norte americanos. Ou americanos. Eles não têm esse direito.


Se insistirem, então me julgarei no direito de não usar mais “brasileiro” para designar minha origem. Vou usar sul americano. Ou melhor, vou usar “americano” também. E quero ver reclamarem!


Já pensou que chique? Eu lá na Holanda e a turma me perguntando de onde sou? Vou falar “América” de boca cheia. E só falo Brasil se pedirem pra detalhar, sabe como é…


Vou preparar imediatamente um projeto de lei e mandar pro Severino.


Quem sabe pego a próxima edição da Cartilha do Politicamente Correto.