Artigos Café Brasil
O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

622 – O Esfíncter Intelectual
622 – O Esfíncter Intelectual
Existe gente que não controla seu esfíncter intelectual ...

Ver mais

Café Brasil 621 – Orgulho de Ser Brasileiro
Café Brasil 621 – Orgulho de Ser Brasileiro
Em junho de 2018 realizamos o II Sarau Café Brasil, ...

Ver mais

Café Brasil 620 – Democracia, tolerância e censura
Café Brasil 620 – Democracia, tolerância e censura
"Se começarmos a cercar com paredes aquilo que alguns ...

Ver mais

619 – LíderCast 9
619 – LíderCast 9
Neste programa apresentamos os convidados da Temporada ...

Ver mais

LíderCast 116 – Roberto Motta
LíderCast 116 – Roberto Motta
Empreendedor, professor, engenheiro, mestre em gestão, ...

Ver mais

LíderCast 115 – Nailor Marques Jr
LíderCast 115 – Nailor Marques Jr
Professor, palestrante, uma das mentes mais divertidas ...

Ver mais

LíderCast 114 -Alexandre Ostrowiecki
LíderCast 114 -Alexandre Ostrowiecki
Empreendedor, com uma história incrível de como o ...

Ver mais

LíderCast 113 – Glaucimar Peticov
LíderCast 113 – Glaucimar Peticov
“Eu não tenho muros, só tenho horizontes” é a frase de ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

O elogio do vira-lata
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O elogio do vira-lata “Aquele que for somente um economista não tem condições de ser um bom economista, pois todos os nossos problemas tocam em questões de filosofia.” Friedrich von ...

Ver mais

É milagre, Crivella?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O Rio de Janeiro continua lindo Gil, e complicado; mais do que isso, espantoso. Não dá pra entender a razão pela qual os fluminenses elegem gente (latu sensu, ófi córsi) como Anthony Garotinho, ...

Ver mais

O despertador intelectual e a origem das ideias
Jota Fagner
Origens do Brasil
Possivelmente você teve uma pessoa que, em determinado momento de sua vida, acendeu a faísca da sua curiosidade sobre determinado assunto ou área do conhecimento. Talvez tenha sido mais de uma ...

Ver mais

Os caminhos para editar um livro
Isqueiro isqueiro
Muitas pessoas investem um tempo considerável colocando suas histórias e lições de forma escrita, para se perpetuarem na forma de livros. Mas, ao concluírem o texto, muitas vezes o guardam em ...

Ver mais

Cafezinho 90 – Armadura Emocional
Cafezinho 90 – Armadura Emocional
Você tem que ser capaz de gerenciar suas próprias ...

Ver mais

Cafezinho 89 – Manifesto
Cafezinho 89 – Manifesto
Quero um mundo melhor, igualzinho a você. Talvez ...

Ver mais

Cafezinho 88 – A Teoria da Ilusão Fiscal
Cafezinho 88 – A Teoria da Ilusão Fiscal
Não existem soluções novas. O que existe é ignorância velha.

Ver mais

Cafezinho 87 – O que consome seu tempo de vida
Cafezinho 87 – O que consome seu tempo de vida
Se você não avaliar cada processo que consome seu tempo ...

Ver mais

Aí…

Aí…

Luciano Pires -

Aí um idiota joga tinta na estátua de Carlos Drummond de Andrade, o que causou repercussão nacional. Aí o pobre Drummond ficou lá, sujo. Aí um cidadão chamado Herbert Parente, dono de uma loja de materiais de construção, em vez de esperar a Prefeitura, foi limpar por conta própria a estátua. Aí ele virou herói nacional. Aí apareceram informações na imprensa de que a Prefeitura do Rio já gastara 25 mil reais com manutenção da estátua, etc. Aí essa informação foi para as redes sociais e levantou questões sobre a incompetência do poder público de responder rapidamente aos problemas que surgem no dia a dia. Aí uma pessoa perguntou: “Mas por que tudo que envolve o serviço público é tão mais caro?”.

Aí meu irmão, que conhece profundamente o assunto, responde em sua página do Facebook:

“Porque teria que abrir um processo interno, teria que sair atrás de apresentar três orçamentos, as empresas ou pessoas responsáveis por executar o serviço teriam que estar em dia com a Receita, INSS, FGTS, não poderiam ter dívidas com o município. Aí o departamento jurídico teria que ver se o edital estava correto, se não volta para correção. Aí teria que ser publicado no diário oficial do município, com prazo para entrega das propostas. Se alguém se sentisse injustiçado, pediria a suspensão do processo. Aí o departamento jurídico iria defender o município dizendo que estava tudo certo. Ai teríamos que esperar a publicação do vencedor no Diário Oficial. Publicado, seria redigido o contrato em três vias e enviado via correio para que quem ganhou assinasse e enviasse de retorno. Tendo em vista o prazo decorrido, o vencedor pediria realinhamento de preços, pois o produto a ser utilizado aumentou de preço. Aí quem abriu o processo vai enviar para o setor jurídico para ver se pode dar o realinhamento de preços. Aí o setor jurídico encaminha para o departamento de compras para fazer uma nova pesquisa de mercado e ver se realmente o preço aumentou. Aí, tendo em vista os meses que se passaram desde a solicitação, realmente o preço aumentou. Aí o setor jurídico refaz o contrato e manda ser publicado no Diário Oficial e dá um novo prazo para a empresa ou pessoa executar o serviço. Sim eu sei a sua pergunta, mas por que não enviaram um funcionário para fazer o serviço. Não pode porque no quadro não tem funcionário especializado em limpeza. Se pedir para o Zé Mané, o sindicato entra com um processo por desvio de função. Aí o setor jurídico terá que defender a prefeitura,mas a justiça do trabalho dará ganho de causa ao funcionário que foi obrigado a fazer algo que não constava de suas obrigações. Este aproveita a deixa e entra com uma queixa-crime contra seu superior, que o mandou fazer o serviço, alegando assédio moral. Será que agora vocês entendem porque tudo no serviço público acaba saindo mais caro?”

E olha que ele nem falou em corrupção, incompetência e má fé da autoridade (in)competente.

Aí, num país onde as autoridades falham em agir, a atitude dos cidadãos que chamam a si a responsabilidade é compreensível… Ops!

Quem foi que disse isso mesmo?

Luciano Pires