Artigos Café Brasil
O dia seguinte
O dia seguinte
Com o aumento considerável do mercado de palestrantes ...

Ver mais

Fact Check? Procure o viés.
Fact Check? Procure o viés.
Investigar o que é verdade e o que é mentira - com base ...

Ver mais

O impacto das mídias sociais nas eleições
O impacto das mídias sociais nas eleições
Baixe a pesquisa da IdeiaBigdata que mostra o impacto ...

Ver mais

Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
Síntese de indicadores sociais 2016 do IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ...

Ver mais

622 – O Esfíncter Intelectual
622 – O Esfíncter Intelectual
Existe gente que não controla seu esfíncter intelectual ...

Ver mais

Café Brasil 621 – Orgulho de Ser Brasileiro
Café Brasil 621 – Orgulho de Ser Brasileiro
Em junho de 2018 realizamos o II Sarau Café Brasil, ...

Ver mais

Café Brasil 620 – Democracia, tolerância e censura
Café Brasil 620 – Democracia, tolerância e censura
"Se começarmos a cercar com paredes aquilo que alguns ...

Ver mais

619 – LíderCast 9
619 – LíderCast 9
Neste programa apresentamos os convidados da Temporada ...

Ver mais

LíderCast 116 – Roberto Motta
LíderCast 116 – Roberto Motta
Empreendedor, professor, engenheiro, mestre em gestão, ...

Ver mais

LíderCast 115 – Nailor Marques Jr
LíderCast 115 – Nailor Marques Jr
Professor, palestrante, uma das mentes mais divertidas ...

Ver mais

LíderCast 114 -Alexandre Ostrowiecki
LíderCast 114 -Alexandre Ostrowiecki
Empreendedor, com uma história incrível de como o ...

Ver mais

LíderCast 113 – Glaucimar Peticov
LíderCast 113 – Glaucimar Peticov
“Eu não tenho muros, só tenho horizontes” é a frase de ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

O elogio do vira-lata
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O elogio do vira-lata “Aquele que for somente um economista não tem condições de ser um bom economista, pois todos os nossos problemas tocam em questões de filosofia.” Friedrich von ...

Ver mais

É milagre, Crivella?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O Rio de Janeiro continua lindo Gil, e complicado; mais do que isso, espantoso. Não dá pra entender a razão pela qual os fluminenses elegem gente (latu sensu, ófi córsi) como Anthony Garotinho, ...

Ver mais

O despertador intelectual e a origem das ideias
Jota Fagner
Origens do Brasil
Possivelmente você teve uma pessoa que, em determinado momento de sua vida, acendeu a faísca da sua curiosidade sobre determinado assunto ou área do conhecimento. Talvez tenha sido mais de uma ...

Ver mais

Os caminhos para editar um livro
Isqueiro isqueiro
Muitas pessoas investem um tempo considerável colocando suas histórias e lições de forma escrita, para se perpetuarem na forma de livros. Mas, ao concluírem o texto, muitas vezes o guardam em ...

Ver mais

Cafezinho 90 – Armadura Emocional
Cafezinho 90 – Armadura Emocional
Você tem que ser capaz de gerenciar suas próprias ...

Ver mais

Cafezinho 89 – Manifesto
Cafezinho 89 – Manifesto
Quero um mundo melhor, igualzinho a você. Talvez ...

Ver mais

Cafezinho 88 – A Teoria da Ilusão Fiscal
Cafezinho 88 – A Teoria da Ilusão Fiscal
Não existem soluções novas. O que existe é ignorância velha.

Ver mais

Cafezinho 87 – O que consome seu tempo de vida
Cafezinho 87 – O que consome seu tempo de vida
Se você não avaliar cada processo que consome seu tempo ...

Ver mais

A universidade do milho

A universidade do milho

Luciano Pires -

Acabo de retornar de uma daquelas viagens que renovam minha esperança no Brasil. Estive em Patos de Minas, palestrando no II Seminário Agroceres de Economia e Negócios. O evento fez parte da programação da Fenamilho 2013, organizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais e que acontece naquela cidade desde 1959. Hoje é considerada a maior festa de Minas Gerais. São 10 dias de atrações em 130 mil metros quadrados, numa cidade que tem pouco mais de 130 mil habitantes. É impressionante. A gente caminha pela área do evento, repleta de estandes de empresas do agronegócio e empreendedores regionais e vê claramente a riqueza da economia da região. De novo: impressionante!

O seminário discutiu o agronegócio, especialmente a cultura do milho. E o que vi ali foi a repetição do que eu havia visto uma semana antes em Caxias do Sul, no Seminário Transpodata. Dados fantásticos sobre o aumento da produtividade e, especialmente, o potencial de crescimento dos negócios. E no final a mesma conclusão: apesar de todo o potencial, não se espera grandes saltos de crescimento, pois não existe nem capacidade de armazenamento nem de transporte para escoar a safra. O agronegócio brasileiro é imbatível até a porteira. Dali para fora é um desastre logístico que derruba nossa competitividade e limita o crescimento. Um desastre de planejamento e execução, de falta de estradas, ferrovias, hidrovias, portos e tudo aquilo que há 40 anos reclamamos. As prioridades dos governantes são outras.

Após minha palestra participei de uma rodada de debates e uma das perguntas lançadas para a mesa foi sobre a falta de mão de obra qualificada em várias frentes. Como suprir essa deficiência? Na minha resposta, eu disse mais ou menos o seguinte:

“Se vocês forem esperar pelo governo, jamais resolverão o problema da formação da mão-de-obra. Lamento, mas a solução vai implicar em mais custo para vocês, que julgo impossíveis de serem evitados. Vocês tem que pensar na Universidade do Milho, juntando forças, reunindo produtores, associações, entidades de classe, cooperativas e fornecedores para criar o seu próprio sistema de educação, focado nas habilidades e atributos que a indústria de vocês precisa. Vocês tem que construir seu próprio complexo educacional, investindo por conta própria, sem depender do governo.”

E dei alguns exemplos, como a criação pela Ford de uma escola de mecatrônica em Camaçari para suprir mão de obra para sua fábrica então recém inaugurada.

Sim, parece um absurdo. É mais custo, é pagar de novo por um serviço que é obrigação do governo… Mas é infinitamente mais barato que o custo da inoperância e da ignorância.
Universidade do Milho. Universidade da Soja. Universidade do Boi. Universidade do Vidro. Universidade do Aço. Universidade do Pão. Universidade da Energia… Iniciativas privadas de quem quer resolver os problemas. Tenho certeza que a ideia é óbvia ululante, e que talvez você conheça exemplos de setores da economia que já estão fazendo isso. Se conhece, por favor, conte para todo mundo, acessando a área de comentários deste artigo em www.portalcafebrasil.com.br.

Acho que mais gente vai se beneficiar dos exemplos.

Luciano Pires