Artigos Café Brasil
#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Café Brasil Premium – Retrospectiva 2018
Ao longo de 2018 o Café Brasil Premium decolou e ...

Ver mais

#Retrospectiva PodSumários
#Retrospectiva PodSumários
Comece 2019 praticando o Fitness Intelectual. A barriga ...

Ver mais

648 – Ethos, Logos, Pathos e o Diálogo Aberto
648 – Ethos, Logos, Pathos e o Diálogo Aberto
Neste cenário onde até “bom dia” leva patada, o que é ...

Ver mais

647 – Father Hunger
647 – Father Hunger
Quanta gente perdida e desorientada, quanta carência, ...

Ver mais

646 – Harry Nilsson
646 – Harry Nilsson
Mais um daqueles especiais musicais que você gosta ...

Ver mais

645 – O Brasil e a demanda por dar certo
645 – O Brasil e a demanda por dar certo
Estamos em período de mudanças ou apenas nos preparando ...

Ver mais

LíderCast 139 – Nívio Delgado
LíderCast 139 – Nívio Delgado
De carinha do Xerox a Diretor Superintendente da maior ...

Ver mais

LíderCast 138 – Ricardo Abiz
LíderCast 138 – Ricardo Abiz
Empreendedor também, um pioneiro em diversas áreas de ...

Ver mais

LíderCast 137 – Pedro Pandolpho
LíderCast 137 – Pedro Pandolpho
Empreendedor, sócio da Pronto Light, outro típico ...

Ver mais

LíderCast 136 – Paulo Farnese
LíderCast 136 – Paulo Farnese
Empreendedor, fundador da agência EAí?, envolvido com ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

O que move o ser humano é o desejo de não se mover um dia
Henrique Szklo
Tudo o que o homem criou e que deu certo desde o tempo em que vivíamos em cima das árvores, ou seja, desde os primórdios de nossa existência, está relacionado ao desejo de conquistar mais ...

Ver mais

Biografias para começar bem o ano
Mauro Segura
Transformação
Período de férias é sempre bom para ler livros. Aqui você encontra dezenas de recomendações de livros de biografias que foram referendados pelos usuários do LinkedIn.

Ver mais

O Trivium – Capítulo 1
Alexandre Gomes
Lembra do que foi dito no primeiro texto sobre as sete Artes Liberais? Pois bem, a Irmã Miriam Joseph expõe da maneira dela, e isso pode ajudar a entender o que foi dito antes. Bom, primeiro as ...

Ver mais

Da cor do racismo ESPANHOL
Jota Fagner
Origens do Brasil
Compartilho com vocês o depoimento de uma amiga, conterrânea, que foi discriminada ao tentar entrar na Espanha. A metodologia aplicada  para decidir quem pode e quem não pode entrar  parece de um ...

Ver mais

Cafezinho 142 – Renan Não
Cafezinho 142 – Renan Não
Eu não sei o que você está fazendo aí, cara, mas eu ...

Ver mais

Cafezinho 141 – Os cães de Pavlov
Cafezinho 141 – Os cães de Pavlov
Como cães de Pavlov, estamos condicionados a babar.

Ver mais

Cafezinho 140 – A Espiral do Silêncio
Cafezinho 140 – A Espiral do Silêncio
Não enxergar o que Temer fez de bom foi uma escolha à ...

Ver mais

Cafezinho 139 – O que não se vê
Cafezinho 139 – O que não se vê
Se o IVA passar pelo Inferno de Dante do Congresso, ...

Ver mais

A matriz Carver

A matriz Carver

Luciano Pires -

As manifestações que acontecem pelo Brasil pedindo da melhoria da saúde ao fim do funk alto no busão, explicitam centenas de objetos da insatisfação popular e deixam claro que colocar ordem e resolver as demandas parece ser tarefa impossível.

Para quem conhece planejamento estratégico, parece evidente que a primeira ação a ser tomada é a priorização dos problemas. Não dá para resolver tudo de uma vez, então comecemos pelos mais urgentes e importantes. E para isso vou buscar inspiração nos militares, dando uma sugestão para a nossa Presidente.

Dona Dilma, o Exército dos Estados Unidos tem o que eles chamam de CARVER Matrix, um acrônimo feito a partir das primeiras letras de Criticality, Accessibility, Return (ou Recuperability), Vulnerability, Effect e Recognizability. Em português teríamos o mesmo CARVER, com Criticidade, Acessibilidade, Retorno, Vulnerabilidade, Efeito e Reconhecimento.

Eles analisam os alvos sob o ponto de vista de cada um dos fatores CARVER, dando a eles uma nota de 1 (mais baixo) a 5 (mais alto), dessa forma calculando uma matriz de prioridades. Quanto mais alta for a pontuação CARVER do alvo, mais importante ele se torna. Vamos ver como funciona, sempre considerando que o objetivo final é o bem estar da população:

Criticidade: quão crítico é o problema (alvo) em relação à capacidade de proporcionar o bem estar da população? Projetos que têm baixa criticidade, como plebiscitos, por exemplo, podem ser legais ou fáceis de fazer, mas no final representam muito pouco na capacidade de atingir o objetivo principal.

Acessibilidade: qual o grau de facilidade para atingir o alvo? É um objetivo muito fácil de acessar ou vai precisar de recursos que não temos?

Retorno: qual o impacto na capacidade do inimigo de se recuperar após a destruição do alvo? Qual o retorno que teremos do investimento de recursos aplicado no ataque ao alvo? Se o inimigo se recupera rapidamente, talvez seja perda de tempo atacar.

Vulnerabilidade: qual a vulnerabilidade do alvo? Quanto recurso é necessário para atingi-lo? É caro ou barato destruir aquele alvo?

Efeito: qual a consequência da destruição do alvo? Se atingirmos nosso objetivo, qual a consequência em nossas vidas e na vida dos outros?

Reconhecimento: o alvo pode ser visto com facilidade ou está bem camuflado? É fácil reconhecer os passos necessários para atingi-lo? É algo familiar ou vamos ter que começar do zero?

Dona Dilma, se a senhora tiver tempo, monte uma Matriz Carver e lance nela alguns dos principais motes das manifestações, calculando a pontuação. Faça o exercício lembrando que as notas para cada atributo devem levar em consideração seus objetivos, sua missão, seu propósito: o bem estar da população. No final, a senhora concluirá quais são os alvos mais importantes e que devem ser atacados já.

Mas, por favor, faça isso sozinha. Não peça ajuda ao Mercadante, ou a senhora não vai entender nada. Não peça ajuda ao João Santana ou a senhora só fará promessas. Não peça ajuda ao Lula, ou a senhora só atenderá as prioridades pessoais dele. E, por favor, não peça ajuda ao Guido Mantega. Ele vai errar a conta.

Luciano Pires