Artigos Café Brasil
A fábrica de conteúdo
A fábrica de conteúdo
A Confraria Café Brasil dá um passo adiante e começa a ...

Ver mais

Um jeito de ver o mundo
Um jeito de ver o mundo
Isca Intelectual de Luciano Pires que tenta explicar o ...

Ver mais

LíderCast 5
LíderCast 5
Acabamos de lançar a Temporada 5 do podcast LíderCast, ...

Ver mais

O padrão
O padrão
Isca intelectual de Luciano Pires demonstrando que ...

Ver mais

553 – Exponential Talks
553 – Exponential Talks
Podcast Café Brasil 553 - Exponential Talks - Luciano ...

Ver mais

552 – LíderCast 5
552 – LíderCast 5
Podcast Café Brasil 552 - LíderCast 5 . Este programa ...

Ver mais

999 – Hotel Califórnia
999 – Hotel Califórnia
Podcast Café Brasil - Hotel Califórnia. O programa ...

Ver mais

551 – Todo mundo é deficiente
551 – Todo mundo é deficiente
Podcast Café Brasil 551 - Todo mundo é deficiente. ...

Ver mais

LíderCast 060 – Raiam Santos
LíderCast 060 – Raiam Santos
Hoje recebo Raiam Santos, um jovem brasileiro que não ...

Ver mais

LíderCast 059 – Geraldo Rufino
LíderCast 059 – Geraldo Rufino
Hoje recebemos Geraldo Rufino um empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
LíderCast 058 – Marcelo Wajchenberg
Hoje recebemos Marcelo Wajchenberg, que é médico ...

Ver mais

LíderCast 057 – Alexandre Borges
LíderCast 057 – Alexandre Borges
Hoje recebemos Alexandre Borges, publicitário, escritor ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata – T02 09
Videocast Nakata - Temporada 02 Episódio 09 Quando ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata T02 08
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 08 Já falei ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata T02 07
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 07 Se a sua ...

Ver mais

Não contrate um comunista
Raiam Santos
Só com esse título, já deve ter gente se coçando para buscar meu CPF e tentar me processar por incitação ao ódio e preconceito. Calma, meus amigos! Sou o tipo do cara que odeia discutir política, ...

Ver mais

Carta aberta aos podcasters
Mauro Segura
Transformação
Por que os podcasts não crescem como negócio no Brasil? A resposta pode estar nessa carta aberta de Mauro Segura para os podcasters.

Ver mais

Somos responsáveis pela beleza que herdamos
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garshagen. No Brasil, basta consultar fotos antigas das cidades para verificar que o padrão de beleza urbana tradicional deu lugar a um ambiente novo, às vezes ...

Ver mais

E agora, Tony?
Mauro Segura
Transformação
Representando a JBS nos últimos quatro anos, agora é hora de Tony Ramos assumir publicamente a sua posição de defensor da marca.

Ver mais

A Compra

A Compra

Luciano Pires -

O assunto é sério. Juro que tentei. Mas não agüentei… Reunião de emergência no Departamento de Compras do Ministério. Sobre a mesa dezenas de pênis de borracha. Pequenos, médios e grandes. Rosas, brancos, negros, vermelhos e lilás. Com pilha e sem pilha. Com pelo e sem pelo. Começa a reunião.

– Muito bem, precisamos escolher o modelo de pênis de borracha para os kits de educação escolar. Como é só para colocar o preservativo, não precisa de frescura. Portanto esses que vibram podem ser descartados.


– Ah, chefe e esse com pêlos podemos descartar. É muito feio.

– Que tal este branco?



– Hummmm…. Branco, não sei. Vão dizer que é racismo.



– Bem, então que tal aquele pretão ali?



– Não. É assustador!



– Aquele mulatinho?



– Não. Não pode ter nenhuma cor que se identifique com questões raciais.



– Vamos com o vermelho?



– É de índio.



– O amarelo?



– Japonês!



– O azul.



– Azul? Pênis azul? Onde já se viu? Vai parecer que tá doente, pô!



– Bom só se for incolor. Transparente.



– Tem?



– Tem. Tá aqui ó.



E o vendedor tira da mala um pênis de trinta e cinco centímetros. Todo mundo arregala os olhos. Dona Rosa grita:



– Quiquié isso!



– Olha, todos os outros nós temos em tamanho pequeno, médio e grande. Mas o transparente só tem neste tamanho aqui, que a gente chama de “êxtase”.



– É…tá me parecendo meio…excessivo…



– Eu gostei!



– Dona Rosa, o que é isso? A senhora é casada há trinta anos!



– Por isso mesmo. Eu gostei!



– Bem, não podemos escolher por gosto pessoal. A questão aqui é técnica. Alguém tem alguma sugestão?



– Chama o Ministro!



– Bom, o tamanho tem que ser 16 centímetros.



– Quem disse?



– Chefe, isso é estatístico! É a média do brasileiro.



– Ah! (E todos reparam na expressão de tristeza do chefe…)



– E a cor tem que ser cor-de-rosa. 



– Cor-de-rosa? Mas logo rosa? Não é meio fresco?



– É que o rosinha é meio infantil, sabe? As crianças não vão estranhar.



– Como assim? Um bitelo desses pode ter qualquer cor que as crianças vão estranhar!



– É. Mas o cor-de-rosa vão estranhar menos.



– Eu gostei!



– Dona Rosa!



– Tá bom. Vamos lá. Precisamos de cinco mil pênis cor-de-rosa, com dezesseis centímetros de comprimento.



– E o diâmetro?



– Como assim? Que é que tem?



– Tem fino, médio e grosso!



– Você tá me tirando…



– É verdade!



– Ah, sei lá. Vai o médio mesmo.



– Tá bom. Cinco centímetros.



– Ah. (Nova expressão de tristeza…)



– Quanto vai custar isso?



– Olha, nessa quantidade tem desconto. Vejamos… Cinqüenta mil reais pelo lote.



– Tá saindo a dez reais cada um.



– É. Não está bom?



– To achando muito barato. São de borracha?



– Silicone! Olha só a consistência. Parece de verdade!



– E de onde vêm?



– Ué, da China!



– China? Pênis chinês?



– Que é que tem?



– Quando a imprensa descobrir vai cair matando! Tem que ser meidinbrazil!



– Ah, mas aí só de borracha. E piquinininho.
 



E naquela tarde chega ao Pronto Socorro um vendedor… digamos… “engasgado” com um objeto não identificado. De borracha.



– Ô loco, meu!



– É doutor… Ainda bem que é meidinbrazil…