Assine o Café Brasil
Artigos Café Brasil
A rã e o escorpião
A rã e o escorpião
Isca intelectual de Luciano Pires, dizendo que é como ...

Ver mais

Fake News
Fake News
Isca intelectual lembrando da teoria dos Quatro Rês, ...

Ver mais

Matrizes da Violência
Matrizes da Violência
Isca intelectual lembrando que os presídios brasileiros ...

Ver mais

Mudei de ideia
Mudei de ideia
Isca intelectual de Luciano Pires incentivando que você ...

Ver mais

544 – Persuadível
544 – Persuadível
Podcast Café Brasil 544 - Persuadível. Vivemos numa ...

Ver mais

543 – Desengajamento moral
543 – Desengajamento moral
Podcast Café Brasil 543 - Desengajamento moral. Como é ...

Ver mais

542 – Tapestry
542 – Tapestry
Podcast Café Brasil 542 - Tapestry. Em 1971 uma cantora ...

Ver mais

541 – A festa do podcast
541 – A festa do podcast
Podcast Café Brasil 541 - A festa do Podcast. ...

Ver mais

LíderCast 056 – Paula Miraglia
LíderCast 056 – Paula Miraglia
LiderCast 056 - Hoje conversaremos com Paula Miraglia, ...

Ver mais

LíderCast 055 – Julia e Karine
LíderCast 055 – Julia e Karine
LiderCast 055 - Hoje vamos conversar com duas jovens ...

Ver mais

LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LíderCast 054 – Rodrigo Dantas
LiderCast 054 - Hoje vamos falar com o empreendedor ...

Ver mais

LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LíderCast 053 – Adalberto Piotto
LiderCast 053 - Hoje vamos entrevistar Adalberto ...

Ver mais

045 – Recuperando do trauma
045 – Recuperando do trauma
Quando terminar o trauma, quando o Brasil sair deste ...

Ver mais

Vem Pra Rua!
Vem Pra Rua!
Um recado para os reacionários que NÃO vão às ruas dia ...

Ver mais

44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
44 – Tudo bem se me convém – Palestra no Epicentro
Apresentação de Luciano Pires no Epicentro em Campos de ...

Ver mais

43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
43 – Gloria Alvarez – Sobre República e Populismo
Gloria Alvarez, do Movimento Cívico Nacional da ...

Ver mais

A verdade inconveniente da política atual
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca Intelectual de Bruno Garschagen, lembrando que o risco imediato para o futuro do mundo não é a desgraça do populismo: é o casamento incestuoso entre a degradação da política de hoje com a ...

Ver mais

A força da vocação
Tom Coelho
Sete Vidas
“Eu nunca quis ser o maior ou o melhor. Queria apenas desenhar.” (Mauricio de Sousa)   Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali. É quase impossível que estes personagens de histórias em quadrinhos ...

Ver mais

O caos no Rio de Janeiro tem muitos culpados. E uma explicação
Bruno Garschagen
Ciência Política
Isca intelectual de Bruno Garschagen, lembrando que o que está acontecendo neste momento no Rio de Janeiro revela que a relação do carioca com a política não mudou muito desde o final do século 19.

Ver mais

Que grandeza…
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Ah… nada como o amor sincero à Pátria, o dar-se pelo povo… Nada como ver políticos desprendidos, servindo à nação uma verdadeira aula de civismo, espalhando sabedoria e exemplo de ...

Ver mais

20 anos de Real

20 anos de Real

Luciano Pires -

Dia primeiro de julho de 2014 o Plano Real comemorou 20 anos. A maioria dos que frequentam a internet ou não tinha nascido ou usava fraldas ou calças curtas naquela época. Não tenho a pretensão de que consigam entender o que foi aquilo, mas segue uma rápida lembrança. Atente para os valores da inflação anual. Só para manter a perspectiva, estamos hoje preocupados com uma inflação de 7% ao ano.

Em fevereiro de 1986, com o Brasil recém saído do regime militar, a equipe do governo José Sarney, implantou o Plano Cruzado. Trocamos o cruzeiro pelo cruzado e congelamos salários. A inflação naquele ano calculada pelo IPCA (Índice de Nacional de Preços ao Consumidor Amplo): 79,66%.

Em junho de 1987, Luiz Carlos Bresser Pereira assumiu o Ministério da Fazenda e lançou o Plano Bresser, com congelamento de preços e salários na tentativa de conter o déficit público. O plano não deu certo e a inflação chegou a 363,41%.’

Em janeiro de 1989, Mailson da Nóbrega substitui Bresser na Fazenda e lança o Plano Verão, mais uma vez congelando preços e salários e criando uma nova moeda: o Cruzado Novo. Também não deu certo e a inflação chegou a 1.972,91%. Você leu certo. Quase dois mil por cento.

Em março de 1990, logo após a posse de Fernando Collor, vem a surpresa: o Plano Collor que, na tentativa de conter a hiperinflação, congela o dinheiro do povo. Uma nova moeda surge: o Cruzeiro. De novo. A inflação recua um pouco, para 1.620,97%.

Em fevereiro de 1991, outra tentativa. É a vez do Plano Collor II, com ajuste de tarifas públicas e redução de alíquotas de importação. A inflação cai mais, chegando a 472,7%.

Em junho de 1993, no governo de Itamar Franco e sob o comando de Fernando Henrique Cardoso como Ministro da Fazenda, começa a surgir o Plano Real. Recuperação da receita tributária, maior controle sobre bancos estaduais, maior eficiência dos gastos da União e um programa de privatização são implementados. Naquele ano a inflação foi às alturas, atingindo (você está sentado?) 2.477,15%!

Em fevereiro de 1994 é editada a Medida Provisória nº 434, criando a URV, Unidade Real de Valor, já prevendo sua posterior transformação na nova moeda, lançada em primeiro de julho de 1994: o Real (R$). Cada R$ 1  Real valia Cr$ 2.750. O Plano Real também incluiu, entre outras medidas, aceleração do processo de privatização; renegociação da dívida externa; preços e salários livres e salário mínimo reajustado anualmente. A inflação acumulada até julho de 1994 foi de 815,60%.

A primeira inflação registrada sob efeito da nova moeda foi de 6,08%.

Queda de mais de 800% para 6%, esse foi o resultado imediato do Plano Real, que salvou o Brasil. Quem não viveu inflação de 2.477,15% ao ano não pode imaginar o que era aquilo.

Erga as mãos aos céus pelo Plano Real.

Ah, sim, tome de presente o vídeo abaixo:

 

São propagandas do período anterior ao Plano Real.

Divirta-se.

Luciano Pires